DOCUMENTÁRIO SOBRE “O TRIO DE WEST MEMPHIS” INTEGRA FAIXA DE PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DO INVESTIGAÇÃO DISCOVERY

 
 
 
Produção que estreia no bloco CRIMES MISTERIOSOS relembra caso que começou com os assassinatos de três garotos e terminou com campanha pela inocência dos condenados
 
 
 
Cena da série
 
Em 1994, os adolescentes Damien Echols, Jason Baldwin e Jessie Misskelley Jr foram considerados culpados pelos assassinatos de três meninos de oito anos. Mas, dois anos depois, teve início uma intensa mobilização para provar a inocência dos jovens conhecidos como O TRIO DE WEST MEMPHIS.
 
No sábado, 27 de junho, às 22h, o Investigação Discovery retoma o caso e seus desdobramentos com a estreia de O TRIO DE WEST MEMPHIS (The West Memphis Three), documentário que relembra as circunstâncias em torno dos crimes, as principais etapas do inquérito, o julgamento e, por fim, o revés e o mistério que sucederam a condenação.
 
A produção faz parte da faixa especial CRIMES MISTERIOSOS e traz entrevista exclusiva com Jason Baldwin, além de depoimentos de familiares das vítimas e dos adolescentes condenados, jornalistas, autores e detetives que trabalharam no caso.  
 
Era maio de 1993 quando três meninos de oito anos –  Steve Branch, Michael Moore e Christopher Byers – foram encontrados mortos, com sinais de violência sexual e espancamento, em um riacho de Memphis, nos Estados Unidos. O triplo homicídio chocou a comunidade e logo ganhou as manchetes junto a especulações sobre qual seria a motivação para tamanha atrocidade.  Três adolescentes foram acusados como autores dos assassinatos e os teriam cometido durante um ritual de seita satânica.
 
Após um inquérito controverso que incluiu uma confissão, os adolescentes foram condenados: Damien Echols recebeu condenação à pena capital, enquanto os outros dois tiveram como sentença a prisão perpétua. A partir de 1996, teve início uma mobilização que chegou a envolver personalidades como Eddie Vedder, vocalista da banda Pearl Jam, no objetivo de apontar falhas no inquérito e provar a inocência do trio.
 
O primeiro episódio recapitula o caso desde o desaparecimento dos três garotos, que haviam sido vistos pela ultima vez juntos, andando de bicicleta em uma rua sem saída que terminava em um bosque e localizada na mesma vizinhança onde moravam.  Sheila Muse, tia de Stevie Branch, narra a perspectiva das famílias após o desaparecimento dos garotos.
 
A apreensão e a esperança dos familiares tiveram fim quando os investigadores chegaram ao riacho onde os corpos dos três garotos foram encontrados nus e com evidências de violência extrema. No local, que os investigadores estabeleceram como a cena do crime, e nos próprios corpos das vítimas havia sinais que poderiam indicar a existência de simbologia ritualística.
 
Em uma cidade majoritariamente cristã, a busca pelos suspeitos foi dirigida a pessoas que levantassem suspeitas de participação em algum tipo de seita satânica: o primeiro suspeito foi Damien Echols – a mãe e a irmã dele falam à produção que, não fosse pelas roupas pretas e o corte de cabelo considerados "estranhos" à época, ele provavelmente não seria destacado como suspeito.
 
O vizinho e amigo de Damien, Jason Baldwin foi o próximo suspeito. E, por fim, Jessie Misskelley Jr, também amigo e vizinho da dupla, fecha o trio que ficaria conhecido como O TRIO DE WEST MEMPHIS. O episódio traz o perfil dos adolescentes à época e relembra como a polícia chegou até eles.
 
 
SERVIÇO
O TRIO DE WEST MEMPHIS
Estreia: sábado, 27 de junho, às 22h
Classificação indicativa: 14 anos
 
Cena da série
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada