APRESENTADA POR LAIS RIBEIRO, BORN TO FASHION, NOVA PRODUÇÃO NACIONAL DO E!, CHEGA PARA TRANSGREDIR A MODA BRASILEIRA



A primeira temporada do programa terá 10 episódios e muitas histórias de superação, diversidade e glamour. Prepare-se para a estreia na quinta-feira, 13 de agosto, às 22h



São Paulo, julho de 2020 - O E! Entertainment anuncia a estreia de BORN TO FASHION, novo reality show e produção original do canal, apresentado pela top model Lais Ribeiro. A série é a primeira do Brasil só com candidatas transgênero que chega para transgredir a moda brasileira e revelar o novo rosto da moda. Ao longo de dez episódios, BORN TO FASHION mistura competição e transformação nos quais suas dez participantes enfrentarão desafios diários e atividades emocionantes e, muitas vezes, surpreendentes. A estreia será em 13 de agosto, quinta-feira, às 22h.

As participantes de BORN TO FASHION terão ajuda não só de Lais, mas também de um time de especialistas, que conta com a multiartista, consultora e roteirista, Alice Marcone; o renomado maquiador André Veloso; e a estilista Lila Colzani. Além desses três nomes de destaque, a série conta ainda com a participação de diversos convidados especiais, entre eles Valentina Sampaio, uma das modelos trans mais famosas da atualidade, e o estilista e designer Alexandre Herchcovitch.

Logo no primeiro episódio, Lais e os especialistas decidem quem são as dez modelos que vão estar em BORN TO FASHION em um emocionante casting. Durante toda a competição, que entre outras envolve provas de fotografia, vídeo, passarela e teatro, as participantes conviverão na mesma casa e dividirão com o público suas histórias e experiências, além de seus talentos, para brilhar no mundo da moda. Não há eliminação semanal, as candidatas serão avaliadas a cada desafio e terão de provar para a equipe de BORN TO FASHION que sabem ouvir e evoluir!

A vencedora de BORN TO FASHION vai assinar um contrato de um ano com uma das maiores agências de modelos do país, a JOY Model, além de estampar a capa digital de uma renomada revista de moda.

Além de emocionar e divertir, a série também tem o compromisso de apresentar para o público o universo trans, diminuindo barreiras e preconceitos. "São mulheres fortes e inspiradoras, que buscam realizar seus sonhos, conquistar espaço e ter suas vozes ouvidas, mas, para isso, têm que quebrar barreiras todos os dias", diz Lais Ribeiro. Nas redes sociais do E! também serão divulgadas pílulas educativas sobre o universo LGBTQIA+, chamadas de Transvocabulary e Transinformation.

BORN TO FASHION faz parte da iniciativa do E! de investir em produções originais brasileiras, complementada também pela sua primeira campanha institucional VOZES DO E! com a presença de Juju Salimeni, Luana Piovani, Renata Kuerten, Beth Szafir, Luciano Szafir, Luhanna Melloni, Bárbara Evans, Manu Maya, Arielle Macedo, Ju Malaguti, Mayara Russi, Fluvia Lacerda, Rita Von Hunty, Ikaro Kadoshi e Penelopy Jean. As produções visam dar voz a diferentes grupos que representam a sociedade moderna e celebra a diversidade, inclusão e empoderamento.

Seguindo as diretrizes de inclusão que têm permeado toda a programação do E!, a equipe da série foi também construída buscando a diversidade. Profissionais transgêneros fizeram parte dos departamentos de câmera, maquiagem, roteiro e elenco.

BORN TO FASHION é uma coprodução NBCUniversal e Delicatessen Filmes.

Alguns números da produção de BORN TO FASHION:
153 pessoas envolvidas no projeto.
286 horas de gravação no set.
20 dias de gravação.
22 locações.
4 câmeras filmando em 5k, 6k e até 8k de resolução.
181 looks produzidos, entre figurinos para todo o elenco artístico, incluindo especialistas e participantes.

As modelos selecionadas vieram de diversas partes do Brasil e receberam gratuitamente diversos serviços e oportunidades ao fim do projeto, como aulas de roteiro, sessões de terapia, assessoria para retirar o registro profissional, entre outros.

Conheça mais sobre a apresentadora e os especialistas de BORN TO FASHION:

LAIS RIBEIRO
Lais Ribeiro é natural de Miguel Alves, interior do Piauí, nordeste do Brasil. Filha de
uma professora de português e um funcionário público, a supermodelo é mãe de
Alexandre. Enquanto concluía os estudos para o vestibular de enfermagem, em 2009, surgiu a oportunidade de iniciar a carreira como modelo, através do concurso Beleza Mundial realizado pela agência JOY Model. A partir de então, Lais estreou nas passarelas para se tornar a recordista da temporada de verão 2011, com 27 desfiles na São Paulo Fashion Week, e 26 no Fashion Rio. Logo estrelou editoriais para renomadas publicações além de dezenas de campanhas para marcas internacionais.

Nas passarelas, a super modelo desfilou para as principais grifes mundiais, retratada pelos mais respeitados fotógrafos do cenário mundial. Em 2010 passou a integrar o time da badalada grife Victoria's Secret quando, em 2015, foi consagrada única brasileira entre as 'Newest Angels' - título dado a um seleto grupo de porta-vozes oficiais da grife e foi ranqueada entre as modelos mais sexy do mundo pelo Models.com. Em 2016, tornou-se embaixadora mundial da Bottletop - uma iniciativa beneficente que emprega mulheres artesãs do Brasil e África para produzir manualmente acessórios feitos com material reciclável.

ALICE MARCONE
Nasceu em Valinhos, interior de São Paulo. Entrou no mercado audiovisual em 2017 como roteirista colaboradora dda série "Todxs Nós" da HBO, dirigida por Vera Egito e Daniel Ribeiro, em que também atuou como atriz.

Como roteirista, também trabalhou com nomes como Bruno Barreto, Marco Dutra, Gustavo Vinagre, Nina Kopko e Luís Pinheiro. Foi protagonista do curta-metragem "Bonde", produzido pelo coletivo Gleba do Pêssego, vencedor dos prêmios Borboleta de Ouro, Favoritos do Público no KinoFórum e do prêmio Incentivo do Canal Brasil e exibido na seleção oficial do "Festival Internacional de Curta-metragens de Clermont Ferrand". Também atuou ao lado de Karine Teles e Magali Biff no videoclipe da música "Vai Render" de Letrux, dirigido por Zoe Guglielmoni. Como cantora-compositora, compôs a trilha original da minissérie "Toda Forma de Amor", de Bruno Barreto.

Alice é a primeira mulher trans do Brasil a lançar uma carreira na música sertaneja. Sua estreia veio com o single "Noite Quente". A música foi produzida por Fabrício Almeida (músico de Rionegro & Solimões) e o clipe dirigido pela Filmes da Diaba (dupla que já trabalhou com Liniker, Luíza Lian e Xênia França), tendo Thomas Aquino como ator vivendo seu par romântico. Como modelo, participou de diversos ensaios publicitários e desfiles para marcas como ÃO, Heloísa Faria, Yamá Cosméticos, Gansho e Ronaldo Fraga, sendo este último o primeiro desfile envolvendo apenas mulheres trans na passarela.

ANDRÉ VELOSO
Consagrado entre os beauty artists mais requisitados por celebridades e clientes de moda e beleza, André Veloso nasceu em Limoeiro (PE) e hoje ostenta um portfólio de peso: Camila Pitanga, Juliana Paes, Marina Ruy Barbosa, Bruna Marquezine, Alinne Moraes, Sophia Abraão, Deborah Secco, Pablo Vittar, Maria Rita, Flávia Alessandra, Camila Queiroz, Iza, Lais Ribeiro, Mariana Ximenes, Nathalia Dill, Karol Conka e Isabelle Drummond, entre dezenas de outros nomes do showbiz.

Seu nome já foi destaque da poderosa publicação norte-americana "W/Magazine". Consagrado entre os mais prestigiados profissionais de beleza do Brasil, André Veloso é acompanhado por mais de 110 mil pessoas em seu perfil do Instagram, @andrevelosoreal.

LILA COLZANI
A estilista é natural de Santa Catarina e sua paixão por moda começou na infância, quando desenhava suas próprias roupas. Em 1986, nos fundos de uma garagem, nasceu a Colcci. Além das suas criações, também fazia roupas sob medida para se manter. Em pouco tempo, com uma clientela fiel, abriu a primeira loja na principal rua da cidade.

Nos anos 90 a Colcci tornou-se febre nacional: mais de 200 lojas franqueadas e 3 lojas próprias. Vestia todos os VJs da MTV, anunciava nas principais revistas e patrocinava grandes eventos. Em 2000, Lila vendeu a empresa para um grande grupo de moda, porém continuou como diretora criativa. Sob seu comando, a marca trouxe Paris Hilton e Lizzy Jagger começando no ano seguinte uma parceria com Gisele Bündchen, rosto da marca por vários anos seguidos. Depois do nascimento do seu filho Pedro, em 2007, Lila percebeu que no Brasil não havia uma marca streetwear voltada ao público infantil. E foi assim que a estilista voltou às suas raízes de empreendedora e lançou a Pistol Star, hoje vendida nos maiores centros do país, vestindo filhos de famosos e presença marcante nos editoriais das principais revistas de moda do segmento.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada