Emicida estreia documentário no GNT

"AmarElo Prisma" é um desdobramento do último trabalho de estúdio do rapper, AmarElo, lançado em 2019


Crédito: Júlia Rodrigues

Hoje (17), às 22h, o GNT exibe a primeira parte do documentário "AmarElo Prisma", projeto sob o comando do rapper Emicida. A iniciativa busca promover, por meio da empatia, uma mudança de comportamento que permita maior respeito à pluralidade do Brasil. É através de narrativas pessoais e de muito bate-papo que o artista joga luz sobre soluções coletivas, trazendo ideias de como as pessoas podem viver melhor em sociedade. "É importante lembrar que precisamos uns dos outros. E, para o sistema funcionar direito, todas as partes precisam estar saudáveis", diz Emicida.


Dividido em dois episódios, com exibição semanal, o documentário é guiado por quatro pilares que inspiram o rapper - paz, clareza, coragem e compaixão. "Quando você tem um ambiente de paz, consegue alcançar a serenidade e observar a realidade com maior clareza e capacidade de reflexão", explica o artista. "Daí, é possível se conectar com a sua própria compaixão, se colocar no lugar do outro e, assim, mudar a realidade", explica.

Uma realização da Laboratório Fantasma em parceria com a agência criativa Mutato, "AmarElo Prisma" é um desdobramento do celebrado trabalho de estúdio, AmarElo, lançado por Emicida no ano passado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada