Desalma conta com sound designer alemão Alexander Wurz, que tem no currículo obras como “Dark”, “The Dark Valley” e “Cold Hell”

GLOBOPLAY

A série tem trilha sonora exclusiva com versão de Gravedigger, sucesso de Dave Matthews, na voz de DanTorres; bandas ucranianas e Sepultura
 Em 'Desalma', série original do Globoplay que estreia no dia 22 de outubro, a sonoplastia e a trilha sonora são elementos fundamentais para construir toda a atmosfera sobrenatural de Brígida, pequeno vilarejo de imigrantes ucranianos no sul do Brasil. Sons e ruídos atravessam as sequências e ajudam a imprimir um universo fluido, único e misterioso. 
 
Para isso, a equipe de pós-edição da obra contou com consultoria do sonoplasta alemão Alexander Wurz, especialista em produções do gênero de suspense sobrenatural que tem no currículo obras como "The Dark Valley", "Cold Hell" e "Dark". "O convite para ser um consultor criativo para uma série dramática sobrenatural foi muito emocionante porque o desafio era priorizar cenas-chave da série. Analisamos como podíamos transpor e destacar cenas importantes e implementá-las em um design de som criativo", pontua Alexander.
 
O diretor artístico Carlos Manga Jr. optou por uma trilha sonora que quebrasse a expectativa do público ao longo da narrativa. "Usamos uma sonoridade que contrasta com a atmosfera do leste europeu que temos em relação à fotografia e composição de quadro. Temos, por exemplo, a sonoridade do teclado que dá um tempero pop em cima de uma imagem que teoricamente você esperaria ouvir um violino. Assim, a gente pode usar o violino em momentos específicos com sua devida importância", explica. "A trilha sonora sempre foi um pilar essencial para o gênero. Contudo, é um gênero que pode facilmente cair no óbvio, em clichês clássicos. A nossa primeira premissa foi estar o mais longe disso tudo. Quando o Manga me disse que queria música eletrônica e me trouxe um conceito todo elegante e moderno, eu amei", explica Alexandre de Faria, Produtor Musical e responsável pela composição da música original da série.
 
Essa ruptura de paradigma também teve inspiração nas bandas ucranianas contemporâneas, que utilizam instrumentos tradicionais em uma roupagem atual, em um estilo "pop vintage". Uma das bandas é a DakhaBakha. Seguindo essa linha de contraste, por exemplo, será possível ouvir toda a música visceral da banda Sepultura em uma canção pop de sucesso dos anos 80, a Tainted Love, especialmente para 'Desalma'. E uma versão de Gravedigger, sucesso de Dave Matthews, na voz de DanTorres. 
 
Repleta de magia, a série ainda conta com diversos cânticos ucranianos e um deles, o Plyve Kacha, é entoado pela cantora e atriz da série Bela Leindecker, que interpreta Natasha. Ela também canta, junto com Alexandre de Faria, a famosa canção Marusia. A trilha ainda é composta por música russa, como a banda de rock Voskreseniye.
 
Breve Entrevista com o Sound Designer Alexander Wurz 
 
Como foi o convite para ser sound designer de Desalma?
O convite para ser um consultor criativo para uma série dramática sobrenatural foi muito emocionante porque o desafio era priorizar cenas-chave da série. Analisamos como podíamos transpor e destacar cenas importantes e implementá-las em um design de som criativo. Isso é importante para um conteúdo de alta qualidade. Também foi interessante ver como a Globo está trabalhando com as séries deste gênero.

O que você destacaria na trilha sonora de Desalma? Qual o maior diferencial?
Para mim, foi a combinação de eventos realistas e surreais acontecendo na série. Projetamos alguns momentos abstratos e sons característicos, por exemplo, os flashbacks de Anatoli, para sublinhar a importância de várias cenas. A música é bem composta e posicionada - é por isso que foi mais fácil criar e implementar design de som para sequências dramatúrgicas importantes. Eu também gostaria de destacar a troca construtiva com o diretor Carlos Manga Jr. Ele sabe exatamente o que quer ouvir, o que também foi essencial.
 
Breve Entrevista com o produtor musical e responsável pela composição da música original da série, Alexandre de Faria
 
A trilha é composta apenas por músicas ucranianas? Temos canções de outras nacionalidades? 
A nossa trilha comercial é composta por músicas de várias origens! Vamos desde músicas folclóricas ucranianas, passando por música russa (como a banda de Rock russa Voskreseniye), e americana.
 
Alguma música foi composta especialmente para o projeto?
Sim. Temos uma linda versão gravada por Dan Torres da música Gravedigger, sucesso de Dave Matthews.  Um fato curioso foi que enquanto estávamos procurando uma cantora ucraniana, acabamos descobrindo que a cantora (e atriz de Desalma!!) Bela Leindecker seria a pessoa absolutamente perfeita para gravar. E não poderia ter sido melhor. Foi tão bom e tão incrível para Desalma, que a Bela acabou gravando comigo duas faixas incríveis! Por fim, tivemos o incrível presente, e privilégio, de termos a banda Sepultura gravando uma versão de Tainted Love, especialmente para nós

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada