Metro lança ferramenta inédita no Brasil para sua réplica digital

A edição digital do jornal do Grupo Bandeirantes de Comunicação, distribuída por e-mail aos leitores, passa a contar com recursos desenvolvidos pela empresa do Reino Unido PageSuite, que atende grandes marcas de impressos como "The Boston Globe" e "Los Angeles Times"

 

A distribuição da versão digital do Metro Jornal - lançada no fim de março como alternativa à suspensão da circulação da edição impressa em consequência das medidas de isolamento social - se tornou um grande sucesso entre os leitores. E isso levou o veículo a investir em ferramentas para inovar na experiência de leitura da réplica digital: o Metro Jornal é o primeiro no jornal no Brasil a utilizar o E-paper, ferramenta desenvolvida pela PageSuite, empresa do Reino Unido que atende veículos impressos na Europa, na Ásia e nos Estados Unidos. Entre os clientes da PageSuite estão grandes marcas como "The Boston Globe" e "Los Angeles Times", entre outras.

Até agora, o que o Metro Jornal distribuía era o PDF da edição impressa. O novo produto, batizado de "Metro na Tela" e que acaba de ser lançado, é uma experiência de leitura bem diferente. Onde o leitor preferir (na tela do celular, do tablet ou do computador), é possível ler a edição digital com vários recursos de interatividade, como acessar serviços indicados nas matérias, conteúdos adicionais e edições anteriores, entre outras funcionalidades.

 

https://metronatela.com.br/

 

Publicidade - E os recursos não estão restritos aos leitores. A ferramenta desenvolvida pela PageSuite traz inovações também para os anunciantes: é possível adicionar conteúdo digital às campanhas, como inclusão de links do cliente e exibição de vídeos, entre outras funcionalidades, além de dar acesso às métricas da audiência.

Assim como a edição impressa, a réplica digital é gratuita. Para recebê-la pela manhã, de segunda a sexta-feira, o leitor só precisa cadastrar seu endereço de e-mail no site www.metronatela.com.br.

Segundo Elizabeth Silva, diretora comercial do Metro Jornal, o interesse pela réplica digital surpreendeu a todos e comprovou a identidade do público com a marca Metro. "Uma pesquisa realizada com os leitores mostrou que eles queriam continuar recebendo a edição digital mesmo após o fim da quarentena", relata.

O serviço "Metro na tela" tem mais de 50 mil assinantes cadastrados desde abril. A expectativa é dobrar esse número até o fim de 2020, chegando a dezembro com uma base de 100 mil assinantes. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada