Participante que serviu porco cru em 2016 leva o 13º troféu do MasterChef Brasil


 

Quatro anos depois de ser eliminada do talent show por um erro grave, Adriana voltou ao programa e deu a volta por cima

 

  
Adriana quer investir na carreira gastronômica após vitória

    

Nessa quarta-feira (7), Adriana, de 50 anos, levou para casa o 13º troféu MasterChef 2020. A catarinense já havia participado do programa em 2016, mas foi eliminada depois de servir um porco cru aos jurados. Dessa vez, ela chegou cheia de determinação e deu a volta por cima ao vencer as duas provas da noite.

         Em entrevista ao Portal da Band, a dona de casa revelou que sua participação no talent show foi um desafio pessoal e repleto de significados. "Nunca acreditei em mim mesma, cresci sem autoestima e, quando cheguei aqui pela primeira vez, minha falta de confiança era nítida. Nesta segunda chance, me preparei e tinha completa certeza de que venceria. Não é soberba, mas me senti merecedora. De agora em diante, vou lutar e buscar tudo aquilo que quero e acredito", afirmou.

         No primeiro desafio, a competidora preparou um cação com creme de espinafre que foi muito elogiado pelos chefs Erick JacquinPaola Carosella e Henrique Fogaça. Já na segunda prova, o nhoque com molho de três queijos e shitake conquistou definitivamente o paladar do trio.

         Prestes a se tornar avó, ela pretende investir no ramo da gastronomia e garante que a idade, que já a assombrou um dia, hoje é só um detalhe. "Vivemos em um mundo muito competitivo, mas tenho, sim, condições de entrar no mercado de trabalho. Penso em um negócio que me permita levar o alimento do produtor ao consumidor com um bom preço e que, de alguma forma, transforme a relação das pessoas com a comida. É importante entender o que você está comendo e como isso afeta o seu corpo".

Para a cozinheira amadora, a vitória foi a realização da primeira de uma lista de metas que traçou nos últimos meses. "Depois de me mudar de São Paulo, estou morando em Joinville (SC) e ainda não tenho casa. Durmo no sofá do meu irmão, mas costumo dizer que não preciso ficar confortável. É o meu desconforto que me faz correr atrás", garantiu ela, que começou a se interessar pela culinária aos 5 anos de idade, grudada na barra da saia da tia diante do fogão. Mais de quatro décadas depois, Adriana revive seus sonhos e consegue enxergar um futuro promissor. "Eu tive medo, mas me joguei. Cozinhar, para mim, é me doar em um ato de amor", concluiu.

Além de conquistar o 13º troféu do talent show, a catarinense levou para casa R$ 5 mil do PicPay e doou a mesma para a Valorizar Centro de Socialização, uma instituição que atende crianças e adolescentes e fomenta diversas atividades esportivas para o bairro da Vila Conceição, em São Luís do Maranhão. A participante ainda foi premiada com uma bolsa de estudos integral para graduação ou pós-graduação da Universidade Estácio, um dispositivo Echo e R$ 5 mil em compras no site amazon.com.br. A Brastemp também deu à campeã um forno da linha Gourmand, digno de um chef, e a Tramontina ofereceu um jogo de panelas profissional e um Kit Chef de facas.

MasterChef Brasil é um formato da Endemol Shine Group. O programa é uma produção Endemol Shine Brasil para a Band e para o Discovery Home & Health. O talent show vai ao ar às terças-feiras, às 22h45, com transmissão simultânea no Portal da Band e no aplicativo da emissora. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 20h30, no Discovery Home & Health.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada