TV Cultura transmite, pela primeira vez, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro



Com apresentação de Adriana Couto e Marina Person, o evento ainda conta com a participação de Tereza Cristina, Paulo Moska, Sérgio Sá Leitão, entre outros. Vai ao ar às 21h30



Neste domingo (11/10), a TV Cultura exibe a 19ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A cerimôniaao vivoda maior premiação do audiovisual brasileiro será comandada por Adriana Couto, apresentadora do programa Metrópolis, e Marina Person, atriz, apresentadora e diretora. A transmissão pode ser vista a partir das 21h30, na emissora, em suas afiliadas e canais digitais: site, Youtube, Facebook e Twitter.

Em 2020, sem a tradicional festa no Theatro Municipal de São Paulo - devido ao coronavírus -, o evento acontecerá nos estúdios da TV Cultura. O prêmio homenageará a indústria audiovisual como um todo, que se mostrou essencial em tempos como este e foi uma das mais afetadas pela pandemia.

Além da presença de Adriana e Marina, o Grande Prêmio vai contar com a participação de Paulo Moska, Tereza Cristina, José Roberto Maluf - presidente da TV Cultura -, Francis Hime, Joyce Moreno e Jorge Peregrino - presidente da Academia Brasileira de Cinema. Neste ano, por abarcar produções de todo o setor, a instituição passa a se chamar Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais.

"É com muita alegria que a TV Cultura abriga, neste ano, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro em sua programação. Em um momento tão conturbado da cultura e, em especial, da cadeia do audiovisual em nosso País é fundamental que instituições como a nossa, os parceiros do prêmio e a Academia Brasileira de Cinema estejam unidos no reconhecimento do cinema nacional", disse o diretor de programação da TV Cultura, Enéas Carlos Pereira.

Novo formato

A abertura dos envelopes com os vencedores será ao vivo, auditada pela PwC, que também faz a apuração do Oscar, e o Troféu Grande Otelo será entregue diretamente na casa de cada um deles, depois da premiação.

Finalistas

Os finalistas concorrem em 32 categorias e foram escolhidos em votação pelos sócios da Academia. Bacurau, dirigido por Kléber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, é o longa com maior número de indicações (15 categorias), seguido por A Vida Invisível, de Karim Aïnouz (14) e Simonal, de Leonardo Domingues (10).

A lista reúne um total de 200 profissionais indicados, 35 longas-metragens brasileiros e 10 longas estrangeiros. Ao todo, este ano também estão na disputa 15 curtas brasileiros. No ano em que o Grande Prêmio homenageia coletivamente a indústria audiovisual, foram inscritos mais de 1.300 profissionais nas diferentes categorias, 81 longas de ficção, 56 longas documentários, 64 curtas-metragens, 82 séries brasileiras, 37 longas-metragens internacionais, 14 longas ibero-americanos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

TLC ESTREIA QUARTA TEMPORADA DE “OS BUSBYS + 5”

Pyong Lee fala do seu namoro atual e conta que já apanhou de namorada