Com a entrada de cinco novas regiões, 500 cidades brasileiras passam a ter acesso à TV Digital


O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Quadros, nesta quarta-feira (31/1) em Brasília, declarou que o desligamento do sinal analógico da TV aberta é uma experiência de destaque na condução das políticas públicas do Governo Federal.  A declaração foi realizada na assinatura da portaria que autoriza o término do sinal em cinco regiões do país, que incluem as capitais Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS), e também as cidades paulistas de Franca e Ribeirão Preto. O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, informou que, com os novos municípios da portaria, cerca de 500 estão em processo de desligamento ou já o concluíram. Assim, 90 milhões de brasileiros passam a ter acesso à qualidade da transmissão digital na TV aberta.

O desligamento total do sinal analógico em Curitiba (PR) e em outros 26 municípios próximos será realizado às 23h59 desta quarta-feira (31/1). Nas outras quatro regiões, os desligamentos, que também se iniciam nesta quarta-feira, serão escalonados: até 21/2 em Franca (SP) e outros 24 municípios e em Ribeirão Preto (SP) e mais 18 municípios próximos; até 28/2 em Florianópolis (SC) e mais seis municípios próximos; e até 14/3 em Porto Alegre (RS) e mais 106 cidades gaúchas.

Sucesso

Segundo o presidente da Anatel, 92% dos domicílios da cidade de São Luís (MA), que terá o desligamento do sinal da TV aberta analógica no dia 28 de março de 2018, já estão digitalizados, de acordo com pesquisa realizada 90 dias antes da data do desligamento. É mais um destaque dentro do sucesso desta política de digitalização, esclareceu Juarez Quadros. No entanto, para ele a digitalização de São Luís (MA) "é uma surpresa esperada porque a Região Nordeste tem surpreendido". A digitalização das capitais nordestinas de Recife (PE), em 26/7/2017, e de Fortaleza (CE) e Salvador (BA), em 27/9/2017, ocorreram nas datas programadas sem necessidade de escalonamento.

O presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), Márcio Novaes, destacou a ausência de reclamações em relação à digitalização da TV aberta no país, fato que também demonstra o sucesso alcançado pelo projeto.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

Canal Gloob lança ovo de Páscoa de “Miraculous – As Aventuras de Ladybug”

MEGAPIX - Destaques de 13 a 19 de março