Programa inédito apresenta o cotidiano de coveiros e de profissionais da área de saúde, que atuam em spa


 

Com direção de Kiko Goifman, a atração será exibida no dia 16/6, quinta, às 22h, no SescTV


Francisco Pinto Neto (Tico). Foto: Divulgação.

 

Escravos do Silêncio e do Corpo, novo episódio da série Estilhaços, conversa com coveiros e profissionais da área de saúde, que trabalham em spa, sobre o dia-a-dia desses profissionais.Com direção de Kiko Goifman, o episódio será exibido no dia 16/6, quinta, às 22h, no SescTV (assista em sesctv.org.br/avivo).

 

Depoimentos dos coveiros mostram que o cemitério está ligado às questões religiosas e é tido como sagrado na cultura indígena. Para eles, trabalhar nesse espaço os faz enxergar a realidade como ela é, percebendo o que é importante ou não na vida, sem se apegarem às banalidades e aos bens materiais.

 

O coveiro e escritor Francisco Pinto Neto, apelidado de Tico, diz que o bom senso estabelece a ética de quem trabalha em cemitério. Ele também fala sobre a necessidade de preparo psicológico e equilíbrio emocional para exercer a função, já que, diariamente, esses profissionais se deparam com a tristeza e dor das famílias. Para o coveiro Osmair Camargo Cândido, conhecido como Fininho, é preciso ser quase um escravo do silêncio para desempenhar o ofício.

 

Enquanto os coveiros lidam com a morte, profissionais da área da saúde que trabalham em spa se preocupam com a existência e o bem estar de seus pacientes.  De acordo com o endocrinologista Lucas Tadeu Moura, é necessário seguir a orientação educacional e práticas de estilos de vida, recomendadas por especialista, para que o cliente atinja o resultado que deseja.

 

Uma das preocupações desses profissionais é o padrão estético ditado pela moda e seguido por muitos frequentadores de academias. O educador físico José Marcelino afirma que o resultado vai depender da genética de cada um.  A fisioterapeuta Gidiane dos Santos Maringolo comenta sobre a busca constante, de muitas pessoas, pela beleza, seja por meio de cirurgias plásticas ou tratamentos como peeling com ácido. Ela alerta que é preciso ter cuidado e tempo necessário para uma recuperação da pele ou do organismo antes de se submeter a outro método clínico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana