Confira abaixo a agenda da Japan House São Paulo a partir de novembro de 2017


Próxima abertura e última exposição do ano: "Futures of the Futures", assinada por Sou Fujimoto

Data de abertura: 21 de novembro de 2017

Sobre a exposição:

Sou Fujimoto - Serpentine Gallery 2013 - Foto: divulgação

A relação entre o ser humano, a arquitetura e a natureza é o traço marcante no trabalho de Sou Fujimoto, um dos arquitetos mais admirados do mundo. A JAPAN HOUSE São Paulo apresenta a arquitetura japonesa contemporânea com a exposição "Futures of the Future", com produção de TOTO GALLERY · MA, de Tóquio. A mostra é composta por painéis e pequenas maquetes que retratam parte do trabalho deste que é um dos nomes mais inventivos e aclamados da arquitetura internacional. A exposição retrata a ambiguidade presente no trabalho do arquiteto japonês de 46 anos, nascido em Hokkaido, atualmente morador de Tóquio. Natural de uma cidade cercada por natureza, Sou Fujimoto encontrou no contraste das estreitas ruas da capital e suas pequenas e características casas, a essência de seu estudo sobre projetos arquitetônicos, como a relação entre os espaços internos que se confundem com os externos, quintais que se confundem com ruas e ruas que são ocupadas como quintais.

Os trabalhos de Sou Fujimoto podem ser vistos hoje em todo o mundo, em lugares como Japão, França, Hungria, Reino Unido, Alemanha e, inclusive, no Brasil. O arquiteto mostra uma arquitetura única, que sempre se relaciona com algum aspecto natural, um diálogo sobre a harmonia entre a complexidade e a simplicidade. Para ele, o futuro exige uma reconexão com a natureza, um resgate de algo que se perdeu ao longo do tempo. Fujimoto acredita que o homem pode se adaptar ao espaço ao invés do contrário. A exposição é dividida em "Architecture is Everywhere" (Arquitetura Está em Toda Parte) no térreo e "Architecture for Future's Seeds" (Arquitetura para Sementes do Futuro) no segundo andar. Para saber mais informações entre em contato: Suporte Comunicação | Tel: (11) 3035-3070


Últimos dias das exposições:

"Satoyama", assinada por Yoshihiro Narisawa e Sergio Coimbra

"ESPUMA" , assinada por Kohei Nawa

Data de término: 12 de novembro


Sobre as exposições:

"Satoyama", assinada por Yoshihiro Narisawa e Sergio Coimbra

Kokotou No Warabimochi Matcha Youkan - Foto: Sergio Coimbra

A exposição apresenta fotografias de Sergio Coimbra sobre o consagrado chef japonês Yoshihiro Narisawa. Em seu trabalho, Narisawa explora o que ele define como "beneficial gastronomy" ou "gastronomia para o corpo e a alma". O projeto reúne duas abordagens: o cenário e a origem natural do Japão, vistos pela perspectiva de Narisawa como cidadão japonês e a cultura da comida japonesa contada pela visão de um chef profissional. A mostra conta com fotografias de Sérgio Coimbra, além de vídeos e objetos que complementarão as histórias retratadas nas fotos.


"ESPUMA" , assinada por Kohei Nawa

"ESPUMA" - Foto: Rogerio Cassimiro

Expoente do circuito artístico internacional, Nawa apresenta instalação mutante e surpreendente no térreo do centro cultural. Kohei Nawa é um dos principais nomes da nova geração de artistas multidisciplinares do Japão. A exposição "ESPUMA" mostra uma instalação mutante, transitória, em um ambiente azul, com iluminação programada para revelar sua constante transformação. Nesta mutação, uma montanha de espuma ou nuvens se modificam a cada segundo, como um elemento orgânico em que cada célula desta obra viva se condiciona ao seu ciclo de nascimento e destruição.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

REPÓRTER POLICIAL REVELA INFORMAÇÕES EXCLUSIVAS SOBRE CASOS DE GRANDE REPERCUSSÃO

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

GNT começa 2017 com documentários inéditos