DISNEY+ ESTREIA BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES EM UMA NOVA E IMPRESSIONANTE REMASTERIZAÇÃO EM 4K

 

A clássica animação original de Walt Disney estreia em 16 de outubro, como parte das celebrações dos 100 anos da companhia

 

Interface gráfica do usuário, Site    Descrição gerada automaticamente

 

O longa-metragem que deu início ao grande legado da The Walt Disney Company, Branca de Neve e Os Sete Anões, chega ao Disney+ em 16 de outubro em uma belíssima remasterização em 4K. Além de ser uma ótima opção para assistir em família no Mês das Crianças, a estreia do filme na plataforma faz parte das comemorações do centenário da empresa fundada por Walt Disney nesta mesma data, em 1923.

 

A versão remasterizada do clássico de 1937 é resultado dos esforços em conjunto da equipe de Restauração e Preservação do The Walt Disney Studios e dos principais artistas do Walt Disney Animation Studios, a mesma equipe que, recentemente, trabalhou em colaboração na remasterização de outra clássica animação original de Walt Disney, Cinderela (1950), já disponível também no Disney+.

 

Os artistas da Disney Animation, Michael Giaimo - designer de produção de Wish: O Poder dos DesejosFrozen – Uma Aventura Congelante e Frozen  - e o animador e diretor Eric Goldberg - head de animação desenhada à mão do mais novo curta da Disney Animation Era Uma Vez Um Estúdio; diretor de Pocahontas Fantasia 2000 - tiveram a honra de voltar a trabalhar com seus colegas do Walt Disney Studios no projeto.

 

"Foi uma honra e um desafio ter a oportunidade de ajudar a restaurar Branca de Neve e Os Sete Anões", diz Goldberg. "Sendo o primeiro filme de Walt Disney, Mike Giaimo e eu sentimos que tínhamos um desafio em manter o legado do filme, e deixá-lo tão belo e tão fiel às cores originais. A paleta suave e os delicados fundos em aquarela evocam os contos de fadas ilustrados que Walt tanto amava, e a história e os personagens continuam relevantes até hoje. Espero que nosso trabalho inspire as futuras gerações de artistas de animação a apreciarem plenamente o talento magistral e o cuidado que foram dedicados a esse filme histórico".

 

Kevin Schaeffer, diretor de Restauração da Walt Disney Studios, complementa "Estamos extremamente entusiasmados em voltar ao negativo original de Walt e usar a tecnologia de primeira para restaurar este deslumbrante clássico à sua beleza original".

 

Branca de Neve e Os Sete Anões foi o primeiro longa-metragem de animação em celuloide produzido e disponibilizado no cinema, tornando-se um importante percussor para a produção de novas animações no mesmo formato e estabelecendo o alto padrão de qualidade das futuras produções em termos narrativos, visuais e musicais.

 

Além disso, o filme foi reconhecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas com um Oscar® honorário especial pela inovação e pioneirismo dentro do campo cinematográfico. Também é o longa-metragem de animação com melhor classificação na lista "100 Anos...100 Filmes", do American Film Institute, e foi incluído no National Film Registry (seleção de filmes escolhidos pela National Film Preservation Board para preservação na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos), no ano inaugural do conselho, em 1989.

 

Assim como Cinderela e A Bela e a Fera, Branca de Neve e Os Sete Anões também ganhará um live-action previsto para ser lançando em 2024.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado