Pato Fu e Orquestra Ouro Preto em concerto no Palácio das Artes


"Rotorquestra de Liquidificafu", que une o pop rock à música de concerto, será apresentado no dia 14 de março, às 20h30, com ingressos a preços populares  

 O tão celebrado encontro entre o Pato Fu e a Orquestra Ouro Preto, o concerto "Rotorquestra de Liquidicafu" retorna ao Palácio das Artes, um dos mais emblemáticos equipamentos culturais de Belo Horizonte, em única apresentação no dia 14 de março, às 20h30, com patrocínio da Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais. Realização do Instituto Ouro Preto e Governo de Minas Gerais. 

Em "Rotorquestra de Liquidificafu", o pop rock e a música de concerto se unem em uma explosão de criatividade musical, celebrando os 30 anos de carreira da banda mineira. A primeira música do espetáculo, uma versão surpreendente de "Rotomusic de Liquidificapum", sintetiza o espírito do projeto: ousadia, versatilidade e multiplicidade de referências, características marcantes de ambas as formações.

Com um repertório equilibrado entre as canções mais conhecidas do grande público e outras preciosidades menos populares da banda, pinçadas dos 13 álbuns gravados em sua trajetória, a "Rotorquestra" foi acolhida de forma calorosa e afetuosa pelo público. "A receptividade foi incrível! A parceria com a Orquestra nos levou a revisitar músicas antigas, emocionando os fãs e a nós também", afirma John Ulhôa. "A gente não podia, ao tocar com uma orquestra, perder a chance de experimentar", completa.

"Tocamos todos os sucessos do Pato Fu, mas também várias músicas que foram pinçadas dessa nossa carreira de 30 anos que são muito importantes. Algumas nunca haviam sido tocadas ao vivo em turnê, mas que a gente achava que mereciam ganhar a luz da orquestra", conta Fernanda Takai.  

E o resultado desse experimentalismo à mineira foi mais que aprovado pelos fãs que vibram ao longo de todo show a cada nova canção do repertório, entre elas os sucessos "Perdendo os Dentes", "Ando Meio Desligado" e "Simplicidade", assim como para outras pérolas como "Eu sou o umbigo do mundo", "Água", "Spoc" e muito mais.   

Para o Maestro Rodrigo Toffolo, fã confesso da banda, a união entre Orquestra e Pato Fu passa por linhas históricas construídas entre ousadia e versatilidade. "Lembro de ouvir o 'Hino do Pato Fu' em alguns encontros com amigos em Ouro Preto. Era fantástico. Assisti a muitas apresentações da banda e sempre enxerguei similaridades com a Orquestra. O experimentalismo, a ousadia, a falta de pudores em arriscar. Tudo sempre feito com muita qualidade, leveza e toques de humor", afirma o regente.

"Rotorquestra de Liquidificafu" transcende gêneros e oferece uma experiência musical única, com arranjos inovadores e performances emocionantes. A união da Orquestra Ouro Preto e do Pato Fu é um presente para a cultura mineira e brasileira.

HISTÓRICO

Ao longo de toda a turnê de estreia do concerto pelo interior de Minas Gerais, em 2022, os artistas foram recepcionados em praças lotadas por todas as cidades visitadas – Nova Lima, Caeté, Sabará e Santa Bárbara, além de um show inesquecível cercado pelas belezas de Inhotim.

O encerramento da turnê se deu numa noite memorável com o público belo-horizontino no Palácio das Artes, com ingressos totalmente esgotados para acompanhar a gravação do álbum, que ainda será lançado.

Em 2023, em um lindo palco montado na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, a Rotorquestra recebeu cerca de 10 mil pessoas em mais um encontro memorável.

______________________________________________________________

SERVIÇO

"Rotorquestra de Liquidificafu: Pato Fu e Orquestra Ouro Preto"

 

Local: Palácio das Artes

Data: 14 de março de 2024, quinta-feira

Horário: 20h30

Ingressos: www.eventim.com.br

Informações: www.orquestraouropreto.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado