NOVA TEMPORADA DE “AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL” TEM FOCO EM SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA E COMBATE AO CRIME

 
 
 
Câmeras do Discovery passaram mais de três meses infiltradas entre os agentes que garantem a segurança e coíbem contrabando no
Aeroporto de Guarulhos
 
 
 

Cena da série (Foto: Cauê Moreno)

 

Clique aqui para assistir a chamada da série

 

A partir de quarta-feira, 14 de março, às 23h10, o Discovery dá sequência ao registro dos bastidores das operações de segurança e inteligência que garantem o funcionamento do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, com a estreia da segunda temporada de AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL.

Ao longo de três meses e meio de filmagens, as câmeras da série captaram o que acontece nas chamadas áreas restritas do aeroporto – internacionalmente identificado com a sigla GRU –, locais acessados apenas por funcionários a cargo de funções que afetam a segurança nacional.

Em 12 novos episódios, sendo dois exibidos em sequência, a sérieacompanha as investigações e controle dos agentes que atuam no aeroporto, entre membros da Polícia Federal e da Força Aérea Brasileira, enquanto documenta as atividades dos núcleos responsáveis pela vigilância alfandegária e pelo combate ao crime.

Cerca de 300 mil pessoas circulam diariamente por aqueles corredores e portões de embarque. A maioria delas nem desconfia de toda a logística de segurança necessária para lidar com as numerosas ocorrências que podem acontecer ali: desde dinheiro não declarado a tráfico de drogas e contrabando de animais selvagens. Cabe aos agentes coibir as atividades ilícitas, evitando que esse mercado ilegal ganhe às ruas do país.

Um dos principais locais de entrada de pessoas e bens no Brasil, o aeroporto conta com esquemas complexos de vigilância, fiscalização e monitoramento de passageiros e cargas que são desvendados pela produção. As lentes da série estão onde os passageiros comuns não podem ir. O resultado é o registro da ação no ato, com imagens de blitzes, abordagens de passageiros em atividade suspeita, apreensão de entorpecentes e bens transportados clandestinamente. 

No primeiro episódio, a receita federal realiza uma vistoria surpresa para averiguar as cargas que deixam o aeroporto em caminhões. Os fiscais buscam carregamentos clandestinos, que não foram declarados às autoridades alfandegárias – até os motores são inspecionados em busca de cargas contrabandeadas.

Ainda na estreia da nova temporada, um agente da Polícia Federal trabalha à paisana no saguão do aeroporto, observando passageiros que possam servir ao tráfico internacional de drogas, levantando informações sobre eles e agindo rapidamente em caso de confirmação das suspeitas.

Membros do 4º ETA – Quarto Esquadrão de Transporte Aéreo, formado por militares da Força Aérea Brasileira –, também têm sede no Aeroporto de Guarulhos e são destacados para uma missão de transporte de órgãos vitais: eles devem levar o cirurgião cardiovascular até o local de extração de um coração que será transplantado em outro paciente. Depois da primeira etapa, eles também são responsáveis por entregar o órgão do doador no local da cirurgia de implante no receptor. A corrida é contra o relógio: o prazo entre a retirada do coração do doador até que se complete o transplante é de apenas quatro horas.

Uma operação de fiscalização de bagagens com cães farejadores em um voo com destino ao Marrocos mobiliza os agentes da Receita e da Polícia federais – o trajeto São Paulo – África é utilizado por traficantes como rota alternativa para fornecimento de drogas na Europa. As suspeitas parecem se confirmar quando uma mala é aberta pelos agentes da Receita; o passageiro é retirado da aeronave e levado à Polícia.

AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL é uma coprodução entre Discovery Networks e Moonshot Pictures. Cris Provezano e Juliana Santonieri são as produtoras executivas para a Moonshot Pictures, Andre Barmak é diretor e Roberto d´Avila diretor geral. Por parte da Discovery Networks, Michela Giorelli é vice-presidente de produção e desenvolvimento; Adriana Cechetti é diretora de produção e Gabriela Varallo é supervisora de produção.

SERVIÇO

AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL

Estreia: quarta-feira, 14 de março, às 23h10

Classificação indicativa: 10 anos

 

Cena da série (Foto: Cauê Moreno)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho