NOVA TEMPORADA DE “AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL” TEM FOCO EM SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA E COMBATE AO CRIME

 
 
 
Câmeras do Discovery passaram mais de três meses infiltradas entre os agentes que garantem a segurança e coíbem contrabando no
Aeroporto de Guarulhos
 
 
 

Cena da série (Foto: Cauê Moreno)

 

Clique aqui para assistir a chamada da série

 

A partir de quarta-feira, 14 de março, às 23h10, o Discovery dá sequência ao registro dos bastidores das operações de segurança e inteligência que garantem o funcionamento do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, com a estreia da segunda temporada de AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL.

Ao longo de três meses e meio de filmagens, as câmeras da série captaram o que acontece nas chamadas áreas restritas do aeroporto – internacionalmente identificado com a sigla GRU –, locais acessados apenas por funcionários a cargo de funções que afetam a segurança nacional.

Em 12 novos episódios, sendo dois exibidos em sequência, a sérieacompanha as investigações e controle dos agentes que atuam no aeroporto, entre membros da Polícia Federal e da Força Aérea Brasileira, enquanto documenta as atividades dos núcleos responsáveis pela vigilância alfandegária e pelo combate ao crime.

Cerca de 300 mil pessoas circulam diariamente por aqueles corredores e portões de embarque. A maioria delas nem desconfia de toda a logística de segurança necessária para lidar com as numerosas ocorrências que podem acontecer ali: desde dinheiro não declarado a tráfico de drogas e contrabando de animais selvagens. Cabe aos agentes coibir as atividades ilícitas, evitando que esse mercado ilegal ganhe às ruas do país.

Um dos principais locais de entrada de pessoas e bens no Brasil, o aeroporto conta com esquemas complexos de vigilância, fiscalização e monitoramento de passageiros e cargas que são desvendados pela produção. As lentes da série estão onde os passageiros comuns não podem ir. O resultado é o registro da ação no ato, com imagens de blitzes, abordagens de passageiros em atividade suspeita, apreensão de entorpecentes e bens transportados clandestinamente. 

No primeiro episódio, a receita federal realiza uma vistoria surpresa para averiguar as cargas que deixam o aeroporto em caminhões. Os fiscais buscam carregamentos clandestinos, que não foram declarados às autoridades alfandegárias – até os motores são inspecionados em busca de cargas contrabandeadas.

Ainda na estreia da nova temporada, um agente da Polícia Federal trabalha à paisana no saguão do aeroporto, observando passageiros que possam servir ao tráfico internacional de drogas, levantando informações sobre eles e agindo rapidamente em caso de confirmação das suspeitas.

Membros do 4º ETA – Quarto Esquadrão de Transporte Aéreo, formado por militares da Força Aérea Brasileira –, também têm sede no Aeroporto de Guarulhos e são destacados para uma missão de transporte de órgãos vitais: eles devem levar o cirurgião cardiovascular até o local de extração de um coração que será transplantado em outro paciente. Depois da primeira etapa, eles também são responsáveis por entregar o órgão do doador no local da cirurgia de implante no receptor. A corrida é contra o relógio: o prazo entre a retirada do coração do doador até que se complete o transplante é de apenas quatro horas.

Uma operação de fiscalização de bagagens com cães farejadores em um voo com destino ao Marrocos mobiliza os agentes da Receita e da Polícia federais – o trajeto São Paulo – África é utilizado por traficantes como rota alternativa para fornecimento de drogas na Europa. As suspeitas parecem se confirmar quando uma mala é aberta pelos agentes da Receita; o passageiro é retirado da aeronave e levado à Polícia.

AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL é uma coprodução entre Discovery Networks e Moonshot Pictures. Cris Provezano e Juliana Santonieri são as produtoras executivas para a Moonshot Pictures, Andre Barmak é diretor e Roberto d´Avila diretor geral. Por parte da Discovery Networks, Michela Giorelli é vice-presidente de produção e desenvolvimento; Adriana Cechetti é diretora de produção e Gabriela Varallo é supervisora de produção.

SERVIÇO

AEROPORTO - ÁREA RESTRITA BRASIL

Estreia: quarta-feira, 14 de março, às 23h10

Classificação indicativa: 10 anos

 

Cena da série (Foto: Cauê Moreno)

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana