COM PREMIÈRE MUNDIAL NA BERLINALE, BETÂNIA DIVULGA CARTAZ E TRAILER

Betania-Cartaz1

BETÂNIA, longa de Marcelo Botta, terá sua primeira sessão no Festival de Berlim no próximo domingo (18), às 21h30 (horário local), no Zoo Palast 1. O filme faz parte da sessão Panorama, do evento, e terá ainda outras 5 exibições até o final do evento. Produzido pela Salvatore Filmes, o longa acaba de divulgar seu cartaz e trailer.

 

Além do prêmio principal da Panorama, escolhido pelo voto do público, BETÂNIA também concorre ao prêmio Teddy, concedido a filmes de todo o Festival que trabalham temática LGBTQIAPN+.

 

"Estrear num festival como esse algo que pode mudar a carreira do filme. Mesmo sendo um longa que mostra uma cultura muito regional, ele aborda aspectos e conflitos extremamente globais. Mesmo sendo, em certos sentidos, uma história quase atemporal é, ao mesmo tempo, um filme muito contemporâneo. Ainda que seja um filme de arte que conseguiu passar pelo crivo de um grandíssimo festival da mais alta qualidade, é ao mesmo tempo um filme acessível, familiar, musical e popular", explica Marcelo.

 

Rodado em 25 diárias, divididas em duas épocas distintas, acompanhando a cheia e a seca dos Lençóis Maranhenses, o longa traz como protagonista a parteira Betânia (Diana Mattos), nascida numa regiao também chamada Betânia e repleta de histórias e memórias. A perda de seu marido transforma sua vida, e após deixar a aldeia onde mora, vai morar perto das dunas, onde pretende reçomecar sua vida.

 

BETÂNIA, define Botta, é um filme sobre a história recente do Brasil. "O sal que matou o marido da protagonsita é a representação da má gestão da pandemia que matou centenas de milhares de brasileiros e brasileiras. A revolta de Dona Betânia é a nossa revolta. O lixo que o pescador encontra em sua rede é a destruição do nosso meio ambiente. A duna que desvia o rio que destrói casas é a tragédia climática batendo em nossas portas."

 

 

Sinopse

Nascida num lugar também chamado Betânia, a parteira Betânia, de 65 anos, é uma mulher repleta de histórias e experiências. Com a morte de seu marido, suas filhas querem que ela deixe o lugar isolado, e vá morar com elas na região das dunas dos Lençóis Maranhenses. Apesar da resistência, ela caba cedendo, e terá de recomeçar a vida num luga que não conhece, e acaba fazendo novos amigos.

 

 

Ficha técnica

Roteiro e direção: Marcelo Botta

Elenco: Diana Mattos, Ulysses Azevedo, Nádia de Cássia, Caçula Rodrigues, Michelle Cabral, Tião Carvalho, Rosa Ewerton Jara, Vitão Santiago, Anouk Mulard, Caiçara Vibration, Tim Vidal

Produção: Marcelo Botta, Gabriel Di Giacomo

Produção executiva: Maria Isabel Abduch, Luciana Coelho

Fotografia: Bruno Graziano

Montagem: Marcio Hashimoto

Trilha sonora: Tião Carvalho, Edvaldo Marquita da Betânia, Misael Pereira da Betânia

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado