Ex-campeão do UFC, Fabrício Werdum lança documentário com bastidores inéditos de sua volta ao cage

convite47MostraAbertura



"Werdum, Acima da Dor" terá première exclusiva e estreia no Combate e na Globoplay na próxima sexta, 8 de março

TRAILER

Aos 46 anos, Fabrício Werdum superou os próprios limites para voltar a lutar na revanche contra Junior Cigano, em setembro de 2023, no "Gamebred Bareknuckle". Essa jornada de resiliência do carismático atleta gaúcho foi registrada detalhadamente no documentário "Werdum, Acima da Dor", que estreia na próxima sexta-feira (08), às 21h, com exclusividade no canal Combate. Na véspera, dia 7, uma première reservada para imprensa e convidados exibirá o filme em sessão no Cinema Belas Artes, em São Paulo.

 

- Estou muito feliz de trazer esse bastidor, mostrar essas pequenas vitórias do dia a dia de um atleta. Eu sofri várias lesões, meu corpo não estava adaptado depois de muito tempo parado. Mas passei por cima de tudo, pela determinação de lutar. Saí da zona de conforto para lutar no MMA sem luvas, fui sentir essa sensação, na prática, como um lutador raiz - declarou Werdum, que encarou um hiato de dois anos e meio sem lutar para essa preparação.

 

Considerado um dos maiores pesos-pesados da história do MMA, o "Vai Cavalo" teve em seu retorno triunfal um arquirrival histórico: o compatriota Junior Cigano. Após três rounds de muita ação, o atleta catarinense saiu vencedor na decisão dos juízes. No entanto, o inimigo mais incômodo do pupilo do mestre Rafael Cordeiro foram as dores, ocasionadas pelos mais de 20 anos de carreira em alto nível.

 

Ao longo desse tempo, Werdum enfrentou os maiores lutadores do planeta e derrotou 24 oponentes em 36 duelos nas artes marciais mistas, além de ter se sagrado bicampeão mundial de jiu-jítsu e do ADCC, maior torneio de submission do planeta. A estrada gloriosa do brasileiro é motivo de orgulho e consequência de um caminho pavimentado com muito suor em busca do topo.

 

- Lutar é o que eu mais amo fazer. E a minha maior vitória em todo esse processo foi o exemplo de determinação que o filme detalha muito bem, a superação dos limites em cada treino. Isso não tem preço. Minha vida no esporte foi isso, e espero que esse exemplo inspire muitos atletas a jamais desistirem quando os obstáculos surgirem. Estou muito feliz por esse lançamento - afirmou Fabrício.

 

O documentário "Werdum, Acima da Dor" tem direção de Kleber Luiz da SIlva e produção executiva de Rodrigo Giannetto (ganhador do Lemmy Awards 2023, com "A Ponte, The Bridge Brasil", da HBO Max). Após a estreia no canal Combate, o filme ficará disponível no catálogo do Globoplay.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado