EM SEGUNDA TEMPORADA DE “KILLING FIELDS: CRIMES EM EVIDÊNCIA”, DETETIVES FECHAM CERCO CONTRA SUSPEITO NO CASO EUGENIE BOISFONTAINE

 
 
 
Em novos episódiosRodie Sánchez e Aubrey StAngelo também assumem as investigações de mais um homicídio misterioso ocorrido na década de 1990
 
 

 Aubrey St. Angelo e Rodie Sánchez (esq. para dir.) em cena da série

Rodie Sánchez e Aubrey St. Angelo trabalham em uma região do estado de Luisiana onde as propriedades rurais, as vastas lavouras e áreas alagadas escondem histórias de terror e violência. Corpos de vítimas de homicídio são constantemente abandonados naquelas terras, onde a rápida decomposição pode safar os culpados.

A partir de segunda-feira, 16 de outubro, às 22h20, o Discovery acompanha a dupla de detetives em investigações registradas em tempo real, com a estreia da segunda temporada de KILLING FIELDS: CRIMES EM EVIDÊNCIA.  Com oito episódios de uma hora, a atração tem o vencedor do Emmy, Tom Fontana ("StElsewhere"; "HomicideLife On The Street"; "Oze"The Philanthropist"), e o vencedor do Oscar, Barry Levinson ("Rain Man"; "Diner"; "Bugsy"; "Wag the Dogy "Good MorningVietnam"), como produtores executivos.

Depois de interromper a própria aposentadoria e voltar à ativa na primeira temporada, Rodie Sánchez continua na dupla com o detetive Aubrey St. Angelo. Os dois se tornaram companheiros de investigação no caso do homicídio de Eugenie Boisfontaine. Agora, eles seguem juntos enquanto o cerco ao principal suspeito pela morte de Eugenie se fecha e surge mais um assassinato que permanece misterioso há 25 anos.

Das salas de interrogatório e reuniões internas do departamento de polícia às diligências para recolhimento de evidências, noites de tocaia e entrevistas com testemunhas, as câmaras acompanham o trabalho da dupla em cada detalhe.

No episódio de estreia, surgem evidências contundentes que sugerem o motivo para que o ex-marido de Eugenie a tenha assassinado: sua segunda esposa, com quem se casou apenas um mês depois da morte de Eugenie, era sua amante e ficou grávida enquanto ele ainda era casado com a vítima.

Agora, os detetives precisam fechar o cerco em torno o ex-marido para sustentar uma denúncia por homicídio. Aubrey revisa exaustivamente a fita com o interrogatório do suspeito e a equipe faz uma nova varredura em todos os documentos relacionados à vítima e ao suspeito.

Pelo telefone, o major Ronnie Hebert é notificado sobre a existência de mais um corpo: a vítima foi encontrada dentro de um barril, em um riacho próximo de uma rodovia. O major associa o perfil da vítima a um desaparecimento ocorrido em 1991 – à época, testemunhas disseram ter visto o corpo de Curtis "Cochise" Smith ser colocado no barril. O jovem saíra de casa para comprar fraldas para o filho e nunca mais retornou. O exame dos ossos confirma que a vítima pode ser Cochise.  Rodie, que reconhece ser assombrado pelos crimes que não conseguiu solucionar, assume mais esse caso, enquanto ainda persegue a verdade sobre o assassinato de Eugenie.

SERVIÇO

KILLING FIELDS: CRIMES EM EVIDÊNCIA

Estreia: segunda-feira, 16 de outubro, às 22h20

Classificação indicativa: 16 anos

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho