Documentário “Ato Final” divulga trailer e cartaz



Filme traz histórias reais de violência doméstica contra mulheres e é o primeiro longa-metragem da capixaba Roberta Fernandes


 

Cartaz de "O Ato Final" | Distribuição: Elo Studios


 

São Paulo, outubro de 2023 - A Elo Studios, distribuidora do documentário "Ato Final", acaba de divulgar o trailer e o cartaz do longa, que chega aos cinemas em 16 de novembro, mês em que se celebra o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres (25/11).

 

Com a temática que aborda a violência doméstica contra mulheres, o filme mescla entrevistas com sobreviventes reais e cenas com três atrizes, que interpretam personagens vítimas do feminicídio. Norma das Graças Francisco, Camila Lopes da Costa, Liliene Rosa Pinheiro da Conceição, Cristiane Mendes e Marciane Pereira dos Santos contam suas histórias de sobrevivência, enquanto Janine Correa, Sabrina Feu e Sara Nichio experimentam, no palco, as emoções de mulheres que vivem intimamente o risco do feminicídio.

 

Link do trailer: Link


"O filme denuncia o machismo. Esse comportamento que mata mulheres a todo instante no mundo. Também joga luz à progressão da violência nos relacionamentos, ao fato de que pequenas atitudes agressivas não devem ser aceitas. Provoca a reflexão do quanto estamos sendo condescendentes com a violência contra a mulher", conta Roberta Fernandes, diretora do longa.
 

Produzido pela Andaluz Filmes, com direção de Roberta Fernandes, direção de elenco de Rejane Arruda, roteiro de Marcella Rocha e Roberta Fernandes e produção executiva de Rodrigo Cerqueira, o longa-metragem participou do Selo Elas, em 2021, iniciativa da Elo Studios que fomenta longa-metragens dirigidos por mulheres como forma de colaborar com a equidade de gênero no setor.
 

"Este projeto é muito importante por tratar diretamente sobre vítimas de feminicídio, muito se sabe sobre os números altíssimos no Brasil, mas pouco se propõe debater sobre o tema e buscar mudanças. No filme nos aproximamos e refletimos sobre", fala Barbara Sturm, diretora de conteúdo e vendas na Elo Studios, criadora e coordenadora do Selo ELAS.
 

A comercialização deste filme tem patrocínio da ES Gás, por meio da Lei de Incentivo à Cultura Capixaba (LICC). O roteiro deste longa documentário foi realizado com recursos do edital FUNCULTURA - "Desenvolvimento de projetos de audiovisual no Espírito Santo nº 031/2017". A produção deste filme foi realizada com recursos do edital FUNCULTURA - Arranjos Regionais "Produção de Longa-metragem documentário nº 009/2019" - Chamada pública ANCINE/FSA nº 01/2018.
 

NOTA: Se você ou alguém que você conhece está enfrentando violência doméstica ou corre o risco de feminicídio, denuncie imediatamente ligando para o Disque Denúncia da sua cidade, um serviço vital que oferece ajuda e proteção. Sua ligação pode salvar vidas. Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher

 

Sobre Andaluz Filmes

A Andaluz Filmes é uma produtora de documentários, sediada em Vila Velha, no Espírito Santo, desde 2016. Seus filmes abordam, principalmente, questões sociais urgentes e visam à distribuição de impacto e alternativa. Os principais trabalhos da Andaluz Filmes são:

 

ATO FINAL (2023, COR, DOC)

TROPISCH (2023, COR, DOC, EM FINALIZAÇÃO)

MANGATA (2022, COR, 21')

ACERCA DA PELE (2020, COR, 52', DOCUMENTÁRIO)

CONGO SANTO (2019, COR, 52' DOCUMENTÁRIO)

EPÍLOGOS DE UM ABRIL (2018, COR, 21', DOCUMENTÁRIO)

SE VOCÊ CONTAR (2017, COR, 29', DOCUMENTÁRIO)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado