‘A Sala dos Professores’: com profundo debate sobre ética, longa alemão indicado ao Oscar chega aos cinemas brasileiros


Drama emocionante disputa a categoria de Melhor Filme Internacional na premiação

 

Créditos: Sony Pictures


Conformidade e rebelião marcam a entrada da Alemanha no Oscar de 2024. O olhar incisivo sobre a dinâmica de poder e a complexa busca pela verdade é o que move "A Sala dos Professores" (Das Lehrerzimmer), indicado a Melhor Filme Internacional na premiação, com estreia marcada para esta quinta-feira, 29, nos cinemas do Brasil.

 

Uma escola vem sendo assombrada por uma onda de furtos e o corpo docente da instituição se mobiliza para encontrar os infratores. Com metodologias questionáveis e cruzando barreiras éticas, há algumas suspeitas. Seriam os alunos? Ou algum dos professores? Talvez um dos funcionários? E por quê? Na busca por culpados, a linha entre o certo e o errado parece ficar cada vez mais tênue.
 

A obra, dirigida por Ilker Çatak, vem conquistando a crítica ao redor do mundo. Nascido em Berlim no ano de 1984, filho de imigrantes turcos, Çatak mudou-se para Istambul aos doze anos, onde completou o ensino médio na Escola Alemã de lá, junto com o co-escritor Johannes Duncker. As experiências dessa época ecoam no longa, assim como o passado e o presente da Alemanha vão se apresentando nas entrelinhas da narrativa. Pouco a pouco, o filme nos envolve em uma reflexão sobre temas como imigração, xenofobia, responsabilidade e a fragilidade da verdade.


Em "A Sala dos Professores", o cenário de desconfiança geral, acusações graves embasadas em suposições e poucas provas, além de uma série de atitudes controversas, vão abrindo espaço para a revolta daqueles que vêm sendo hostilizados. Embates recheados de violência simbólica vão dando o tom do filme, enquanto a tensão entre os muros da escola aumenta e nos leva a um final surpreendente.


Confira o Trailer aqui


Sinopse

Na trama, Carla Nowak (Leonie Benesch), uma dedicada professora de educação física e matemática, mantém o idealismo quando começa seu primeiro trabalho em um colégio. Quando uma série de furtos ocorre na escola e um de seus estudantes é suspeito, ela decide investigar por si mesma. Carla tenta mediar a situação entre os pais inconformados, os colegas cheios de opinião e os alunos agressivos, mas é incansavelmente confrontada com as regras rígidas da estrutura escolar. Quanto mais ela tenta desesperadamente fazer as coisas certas, mais vulnerável ela fica.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado