Canal Brasil exibe programação especial durante o mês de março em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

k

Mari Oliveira em "Medusa". Foto: Divulgação

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o Canal Brasil preparou uma programação especial com dez filmes dirigidos por cineastas mulheres, além da estreia da série inédita "No Ano Que Vem", dirigida por Maria Flor e uma maratona da série "João Sem Deus - A Queda de Abadiânia", de Marina Person. A Mostra Cine-Delas tem início na sexta, dia 1º, e os filmes vão ao ar às sextas e sábados de março, sempre às 22h, até o dia 30. 


A estreia de "Medusa", longa que é uma coprodução do Canal Brasil, abre a programação especial no dia 1º. O terror de Anita Rocha da Silveira tem como pano de fundo um Brasil que não é um Estado Laico e conta a história de meninas doutrinadas que torturam mulheres que são sexualmente livres. A produção ganhou diversos prêmios como melhor filme brasileiro no Prêmio ACECCINE 2024; melhor filme e atriz coadjuvante no Festival do Rio em 2021; melhor filme latino-americano no Festival de San Sebastián em 2021 e melhor direção na mostra Noves Visions do Festival de Sitges em 2021, além de ter feito parte da seleção oficial do Festival de Cannes 2021 e da 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo.


Também fazem parte da mostra dois filmes inéditos: "A Entrevista", dirigido por Helena Solberg, e "Até que a Vida nos Separe: Uma Biografia de Nelson Carneiro", de Emília Silveira. O primeiro é um documentário e relata uma crise pessoal vivida pela diretora, a partir do momento em que ela constata que ser dona de casa, esposa e mãe não supria a sua felicidade. Ela entrevistou então 70 mulheres na faixa dos 20 a 30 anos. Os assuntos são diversos, mas com uma câmera na mão elas conversam sobre faculdade, casamento, o significado da virgindade e submissão aos maridos. O segundo longa traz a vida do deputado e senador Nelson Carneiro, que foi o autor da Lei do Divórcio e que defendeu e aprovou diversas leis que asseguram direitos para as mulheres.


Os outros filmes selecionados são "Raquel 1:1", de Mariana Bastos; "Canção ao Longe", de Clarissa Campolina; "Regra 34", de Júlia Murat; "A Primeira Morte de Joana", de Cristiane Oliveira; "Um Par Pra Chamar de Meu", de Kelly Cristina Spinelli; "Mato Seco em Chamas", de Joana Pimenta e Adirley Queirós; e "Vergel", de Kris Niklison. 


No dia 29, a partir das 22h, o canal exibe a maratona de "João sem Deus - A Queda de Abadiânia", que acompanha, pela perspectiva feminina, o escândalo que desmascarou o médium a partir de denúncias da imprensa, até sua prisão. A série é inspirada em eventos reais e conta a história de duas irmãs que chegaram a Abadiânia - onde o médium atendia - 17 anos antes da prisão de João de Deus. Uma delas sai do país após ser atendida e sofrer abusos, enquanto a outra decide permanecer lá e se torna uma fiel funcionária do médium, afirmando que vivenciou o milagre da cura da irmã. A trama se desenrola durante o reencontro das duas irmãs.


"No Ano que Vem"


No dia 4 de março estreia a série inédita "No Ano Que Vem", dirigida pela atriz Maria Flor, que traz a história da conexão entre Ana, de 59 anos, personagem de Julia Lemmertz, e Bel, de 29 anos, vivida por Jeniffer Dias. Na trama, são abordados diversos temas como etarismo, sororidade, crises conjugais, relacionamentos modernos e maternidade, todos sob a perspectiva feminina. No elenco, estão também Isio Ghelman, Bernardo Marinho, Duda Batsow, Drayson Menezes e João Oliveira, e nomes como Eduardo Moscovis, Georgiana Góes e Erom Cordeiro fazem participações especiais. Produzida pela Fina Flor Filmes, a obra é composta por uma equipe 90% feminina.



Homenagem ao Dia da Mulher


Mostra Cine-Delas

Início: Sexta, 1/03, às 22h

Horário: Sextas e sábados, às 22h


1/03 – Medusa (2023), de Anita Rocha da Silveira – Coprodução - Estreia

2/03 – Raquel 1:1 (2023), de Mariana Bastos

8/03 – A Entrevista (1966), de Helena Solberb - Inédito

8/03 – Até que a Vida nos Separe: Uma Biografia de Nelson Carneiro (2023), de Emília Silveira - Inédito

9/03 – Canção ao Longe (2022), de Clarissa Campolina

15/03 – Regra 34 (2022), de Júlia Murat

16/03 – A Primeira Morte de Joana (2021), de Cristiane Oliveira

22/03 – Um Par Pra Chamar de Meu (2022), de Kelly Cristina Spinelli

23/03 – Mato Seco em Chamas (2022), de Joana Pimenta e Adirley Queirós

29/03 – Maratona: João sem Deus - A Queda de Abadiânia, de Marina Person

30/03 – Vergel (2017), de Kris Niklison



No Ano Que Vem (2024) (5 X 45')

INÉDITO

Estreia: Segunda, 4/03, às 20h30

Horário: De segunda, 4/03, a sexta, 8/03, às 20h30

Maratonas: Sexta, 8/03, a partir das 23h30, e quarta, 13/03, a partir das 21h

Classificação: 16 anos

Direção: Maria Flor

Sinopse: Conexões inesperadas, principalmente quando são intensas, resistem a qualquer coisa. Sejam gerações, culturas ou visões diferentes. Foi assim que Ana e Bel se tornaram amigas no ano novo. Elas passam por traumas transformadores e decidem romper os nós de suas vidas. Juntas, encaram o peso da liberdade. Se deparam com a solidão profunda, a falta de amor, as angústias da vida contemporânea, os novos códigos de relacionamento, o vício do sexo, o vício das drogas, as doenças da civilização atual e a ausência de projetos para uma vida nova. Jogam tanta libido no mundo e poucos recebem de volta. Terão que recomeçar. Voltar para a pista da sedução, encontrar um parceiro, reencontrar o prazer no trabalho, redescobrir seus desejos. Para elas, o novo ano será dramático, triste, divertido e inesquecível.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

​AMC Networks International – Latin America continua desafiando as tendências do mercado