​25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo traz debate sobre Fé, Ciência e suas relações no mundo atual


"Religião e contemporaneidade" dá o nome à mesa que reunirá, pela primeira vez, quatro ícones de diferentes vertentes: Monja Coen, Nilton Bonder, Alexandre Cumino e Pedro Siqueira


São Paulo, 23 de maio, de 2018 – Budismo, Umbanda, Judaísmo, Catolicismo. Crenças, ceticismo, ciência e fé se encontram no maior evento literário da América Latina, a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece de 3 a 12 de agostopromovida pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Em sua 25a edição, contará com um debate inédito e bastante atual sobre o papel das diversas crenças no mundo de hoje. A conversa intitulada "Religião e contemporaneidade" acontece dia 8 de agosto, às 18h30, no espaço Arena Cultural e irá reunir a monja Zen Budista conhecida como Monja Coen, o rabino Nilton Bonder, o cientista religioso e sacerdote de Umbanda Alexandre Cumino, e o advogado católico Pedro Siqueira.

O público poderá acompanhar diferentes visões sobre as diversas crenças religiosas abordadas, suas mudanças, avanços, conflitos etc. Ao completar 50 anos, o intuito da Bienal do Livro é sempre trazer temas atuais ao cenário cultural e literário, contribuindo para promover a diversidade de pensamento.

Durante os 10 dias de Bienal do Livro, os visitantes poderão viver experiências culturais diversas, ter contato com autores, participar de bate-papos e palestras exclusivas. Com a assinatura "Venha fazer esse download de conhecimento", a campanha da 25a edição enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e da busca por novos conceitos.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“QUILOS MORTAIS” CHEGA À QUINTA TEMPORADA COM NOVAS HISTÓRIAS DE LUTA CONTRA OBESIDADE MÓRBIDA

INVESTIGADOR PARTICULAR FAMOSO POR SUAS ARTIMANHAS, BRIAN WOLFE RECONSTITUI CASOS DE SEU ARQUIVO EM SÉRIE INÉDITA

BIS estreia terceira temporada de "Versões" em 19 de julho