Sportv mostra a partir desta segunda-feira todas as emoções do Circuito Mundial de Surfe (WSL)

SPORTV

Globoplay e ge também exibem as baterias classificatórias até as oitavas de final. Duelos que definem os semifinalistas e finalistas serão exclusivos do sportv

Que os brasileiros são uma grande referência no surfe, ninguém duvida. Uma prova disso é que entre os homens, nas últimas nove edições do Circuito Mundial, a principal competição da modalidade, foram sete títulos para o país: Gabriel Medina, com três conquistas; Filipe Toledo, atual bicampeão mundial; além de Adriano de Souza, o "Mineirinho", e Ítalo Ferreira, que subiram ao lugar mais alto do pódio respectivamente em 2015 e 2019. A partir desta segunda-feira, dia 29, os principais nomes do surfe iniciam a disputa da nova temporada do Mundial. Globoplay e o ge exibem os duelos até as oitavas de final, já o sportv mostra todas as baterias, que acontecem em Pipeline, no Havaí. 
 
Essa referência de destaque dos brasileiros na modalidade olímpica é retratada também na nova campanha do sportv, que estreia nos intervalos da programação do canal a partir de hoje, dia 23. O filme de 45 segundos, que tem como trilha a canção "Tiro Onda", de Jair Oliveira; e a locução do cantor Marcelo D2, intercala takes dos campeões Gabriel Medina e Filipe Toledo surfando ainda crianças nos seus "quintais de casa", com imagens atuais, para exemplificar o conceito principal da peça de que o "Brasileiro não surfa, Brasileiro tira onda". 
 
A disputa vai começar com 36 surfistas homens e 18 mulheres. Por conta dos Jogos Olímpicos de Paris, nesta temporada serão realizadas nove etapas na temporada regular e não dez, como aconteceu na última edição do Circuito Mundial. Isso porque haverá uma pausa em julho para que os surfistas possam viajar para Teahupo'o, no Taiti, e se preparar para a maior festa esportiva do planeta. Assim, a etapa de Saquarema, no Rio de Janeiro, será a última antes dos Jogos e o corte na elite continuará acontecendo após a quinta etapa, em Margaret River, na Austrália, deixando a competição com 24 homens e 12 mulheres. Uma das principais novidades para a temporada de 2024 da WSL é o retorno de Fiji após sete anos como sede de uma das etapas. O país receberá a penúltima etapa, na qual serão definidos os 10 atletas que seguirão para a disputa do Finals, que segue em Trestles, nos Estados Unidos, e define os campeões mundiais no mês de setembro.
 
Além da exibição ao vivo das baterias, o ge preparou um grande aquecimento para a temporada, a partir desta quarta-feira, dia 24, com entrevistas exclusivas com o bicampeão mundial Filipe Toledo; com o novo técnico do campeão olímpico Ítalo Ferreira, o havaiano Rainos Hayes; matérias especiais com os brasileiros que brigarão pelo título neste ano; e uma apresentação geral da competição, mostrando a hegemonia no Brasil nos últimos anos e a tentativa de manter esse bom retrospecto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

Imersão internacional