Em outubro, a história chega ao Eurochannel com a estreia de Canto dos Exilados.

Canto

Uma nova série de documentários sobre as vidas dos homens e mulheres

que fugiram da Europa para o Brasil na Segunda Guerra Mundial.

Em tempos de crise e crescente hostilidade em relação a estrangeiros, com pessoas ao redor do mundo se comovendo com imagens dos refugiados na Europa, é hora de lembrar a onda dos perseguidos pelo regime nazista. O Eurochannel tem o orgulho de apresentar o Canto dos Exilados, um relato fascinante sobre a construção de uma nova vida no Brasil, uma terra de oportunidades. Estreia todas as segundas-feiras, começando em 1º de outubro, às 18:00 Brasil.

Entre 1933 e 1945, o Brasil se tornou um novo país para milhares desses exilados. Eles deixaram as suas marcas em muitas áreas artísticas e, dessa foma, influenciaram várias gerações de brasileiros.

Em Canto dos Exilados, você descobrirá diferentes personalidades em cada episódio. O músico judeu húngaro Eugen Szenkar, que fundou a Orquestra Sinfônica Brasileira em 1940. O advogado Herbert Caro, nascido em Berlim e que se instalou em Porto Alegre, traduziu a obra de Thomas Mann para o português. Com as suas pinturas murais, o romeno Emeric Marcier criou a "Capela Sistina Brasileira" em Mauá, perto de São Paulo. Oskar Ornstein trouxe estrelas como Marlene Dietrich e Nat King Cole para a Sala Dourada do Hotel Copacabana Palace e alcançou o objetivo espetacular de levar Frank Sinatra ao estádio do Maracanã.

Canto dos Exilados apresenta apenas alguns exemplos de pessoas que fugiram da destruição e encontraram casa em um novo país. Este é um convite para pensar nos benefícios da migração nestes tempos complexos de crise.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

​EM SAFRA INÉDITA NO TLC, “OS BUSBYS + 5” VIAJAM A NOVA YORK E APOSTAM EM NOVO NEGÓCIO

​NOVA SAFRA DE “UMA MULHER DE PESO” NO TLC SEGUE WHITNEY THORE EM FASE CRÍTICA DA CARREIRA E NA VIDA PESSOAL

Série Rotas do Ódio estará com acesso livre no Universal Channel Play nesta semana