LAURA PAUSINI É DESTAQUE DA REVISTA 29HORAS AEROPORTO DE CONGONHAS DE FEVEREIRO

 

 

Para celebrar seus 30 anos de carreira, a cantora italiana faz turnê internacional pela qual se apresenta em São Paulo no início do mês de março 

 

"Tenho muita vontade de morar no Brasil. Mas, antes, eu sonho em conhecer Salvador, na Bahia. Nunca estive lá e seria maravilhoso ter tempo de desbravar essa cidade incrível", diz Laura.

 

 

 

Fevereiro de 2024 – Apaixonada pelo Brasil, a cantora italiana Laura Pausini esteve por aqui pela primeira vez em 1996 e, desde então, inclui o país em suas turnês. Para celebrar seus 30 anos de carreira não vai ser diferente: além da Europa e dos Estados Unidos, Laura passa também por solo brasileiro em duas apresentações na cidade de São Paulo (dias 2 e 3 de março), no palco do Espaço Unimed. Para falar do início da carreira, da World Tour 2023/2024 #LAURA30, da parceria com Tiago Iorc, do seu interesse em morar no Brasil – e o desejo de conhecer Salvador –, entre tantos outros assuntos, Laura Pausini é destaque da Revista 29HORAS Edição Aeroporto de Congonhas do mês de fevereiro.

 

O ano era 1993. O tradicional Festival de Sanremo, na comuna homônima da Itália, anunciava a vencedora da categoria de artistas iniciantes: uma garota de apenas 18 anos chamada Laura Pausini, que cantou a música inédita "La Solitudine": "Era ingênua e inocente e não tinha absolutamente nenhuma expectativa de ganhar. Ser famosa era algo inimaginável para mim. Os italianos votaram em mim e me fizeram ganhar na noite de 27 de fevereiro. A partir desse dia, minha vida e da minha família mudou", diz Laura.

 

E agora, nessas três décadas de carreira, a cantora acumula feitos e prêmios. Foi uma das primeiras mulheres italianas a fazer grande sucesso internacionalmente e a ganhar um Grammy. Em 2021, foi indicada pela primeira vez ao Oscar e ganhou seu primeiro Globo de Ouro com a música "Io Sì", trilha sonora do filme "Rosa e Momo", da Netflix. 

 

Sobre o Brasil, país que a abraçou e até a incentivou a aprender português, uma das cinco línguas em que é fluente, Laura diz: "Minha primeira vez no Brasil foi no Rio de Janeiro, que é a minha cidade favorita no mundo. Eu tinha 19 ou 20 anos e me senti em casa andando por Ipanema. Mesmo não falando português ainda, entendi tudo. Realmente me senti uma pequena menina brasileira.

 

Longe dos palcos desde 2019 e prestes de completar 50 anos de idade, Laura faz da World Tour 2023/2024 #LAURA30, que teve início na Itália,o seu grande retorno: "Me sinto como uma menina na frente de uma loja de doces: feliz, curiosa e com fome! O setlist apresenta mais de 30 músicas, do meu primeiro disco ao último. É uma espécie de viagem, um conto feito de canções, mas também de anedotas e fotos muito pessoais e inéditas. Além disso, vou cantar algumas músicas em português, já que é a minha língua favorita!", conclui a cantora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

Filha do cantor Ritchie apresenta nova temporada do programa NOIA no canal Woohoo