De Santa Catarina para o mundo: animação Boris e Rufus chega à China



Produzido pela Belli Studio, desenho é sucesso em mais de 80 países e, agora, conquista o mercado asiático

Um mês após estrear na Rússia, a animação " Boris e Rufus ", que atualmente conta com duas temporadas lançadas, conquista um novo e importante mercado: o da China, um dos mais fechados do mundo para entretenimento. O trabalho ainda está em fase de tradução e dublagem, mas a expectativa é animadora: os primeiros episódios, inclusive os especiais de Natal, devem estrear já em dezembro através de uma plataforma de streaming local.

Produzida pela produtora catarinense Belli Studio, a chegada à China foi possível a partir de uma parceria com a Pacotinho Filmes , distribuidora que auxiliou no processo de exportação da animação. Para Aline Belli, produtora executiva da Belli Studio, a expansão para o mercado asiático é uma conquista para a produtora e, também, para o mercado brasileiro de audiovisual, já que, quanto mais popular, mais emissoras e plataformas de streaming tendem a se interessar em adquirir os direitos para exibir o conteúdo.

"Normalmente recebemos produtos prontos de outros países, que são dublados para o português e Boris e Rufus vai na contramão: estamos levando um produto totalmente criado e produzido por nós, no Brasil, para outros locais. Essa é uma oportunidade de fomentar novos negócios, movimentar a economia do setor e mostrar que produzimos conteúdos nacionais de qualidade também para exportação", explica Aline.

Um exemplo foi a boa audiência de Boris e Rufus na Disney América Latina, que chamou a atenção do grupo para comprar os direitos de exibição para outro território. A chegada em novos mercados abre outras possibilidades para a produtora, como licenciamento de produtos que, além de disseminar a cultura brasileira, são uma importante fonte de renda para custear os processos de desenvolvimento da animação.

"Produzir um conteúdo de entretenimento não é fácil, ainda mais quando temos poucos incentivos financeiros. Fazer com que nossos personagens ganhem o mundo também é uma forma de viabilizar e manter nossa produção ativa, para que possamos seguir criando entretenimento", diz.

Desde 2018 a animação está presente em mais de 80 países da América Latina, América do Norte e outros ao redor do mundo, com dublagens em inglês, espanhol, russo , além de contar com recursos de acessibilidade. "Ver sua série traduzida para diversos idiomas é o sonho de todo o produtor. Por isso, queremos produzir episódios cada vez mais bacanas para ampliar nossa presença em emissoras e streamings, para que a turma de Boris e Rufus seja ainda mais popular e longeva para as crianças", finaliza.

No Brasil, a animação é exibida na TV aberta através da TV Cultura, na TV fechada no Disney XD e nos streamings do Prime Video e SBT Vídeos, entre outros. No mercado internacional, Boris e Rufus está disponível no Disney Channel e Prime Video. Além disso, o público pode acompanhar as novidades da dupla através das redes sociais: YouTube Instagram Facebook TikTok Twitter .

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto