Canal Brasil exibe mostra com produções selecionadas e premiadas no Festival de Berlim

Canal marca presença na edição deste ano do festival com três indicações, entre coproduções e licenciamentos

 
 

"Infantaria", "A Hora da Estrela", "Os Últimos Dias de Gilda" e "Bixa Travesty". Crédito: Divulgação

Festival Internacional de Cinema de Berlim é um dos mais importantes da indústria cinematográfica mundial e o Canal Brasil marca presença na edição deste ano com três indicações: a coprodução "Cidade; Campo", de Juliana Rojas, que concorre na Mostra Berlinale Encounters; "Betânia", mais uma coprodução, que tem direção de Marcelo Botta e foi selecionada para a Mostra Panorama; e "Lapso", de Caroline Cavalcanti, licenciamento que integra a Mostra Generation 14Plus. Além disso, o canal abre espaço em sua programação no dia 11 de fevereiro para homenagear o evento que, neste ano, acontece entre os dias 15 e 25. A Maratona Festival de Berlim vai ao ar a partir das 13h com produções exibidas e premiadas em edições passadas do festival. Um dos destaques da mostra é o curta-metragem alagoano inédito "Infantaria", de Laís Santos Araújo, vencedor do Prêmio Especial do Júri da Mostra Generation 14Plus em 2023, que será exibido às 21h10. 


Também fazem parte da programação especial filmes como "Os Fuzis", de Ruy Guerra, vencedor do Urso de Prata pelo Prêmio Especial do Júri na categoria direção em 1964; "A Hora da Estrela", de Suzana Amaral, que ganhou o Urso de Prata pela atuação de Marcélia Cartaxo em 1986; "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", de Daniel Ribeiro, vencedor da Mostra Panorama e do prêmio Teddy em 2014; "Tinta Bruta", de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, que ganhou o Teddy Award de melhor ficção e o CICAE - Art Cinema Award  em 2018; "Toda Nudez Será Castigada", de Arnaldo Jabor, premiado com o Urso de Prata pela direção de Jabor em 1973; e a coprodução do Canal Brasil "Bixa Travesty", de Kiko Goifman e Claudia Priscilla, que ganhou o Teddy Award de melhor documentário em 2018. Além dos filmes, vai ao ar uma maratona de "Os Últimos Dias de Gilda", série original do Canal Brasil dirigida por Gustavo Pizzi que foi a primeira série brasileira selecionada para a Mostra Berlinale Series. 



Maratona Festival de Berlim

Horário: Domingo, 11/02, a partir das 13h


13h - Os Fuzis, de Ruy Guerra - vencedor do Urso de Prata pelo Prêmio Especial do Júri na categoria direção em 1964


14h25 - A Hora da Estrela, de Suzana Amaral - vencedor do Urso de Prata de melhor atriz para Marcélia Cartaxo em 1986


16h05 - Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro - vencedor da Mostra Panorama e do prêmio Teddy em 2014


17h40 - Todos os Mortos, de Caetano Gotardo e Marco Dutra - exibido na Mostra Principal em 2020


19h40 - As Duas Irenes - exibido na Mostra Generation em 2017


21h10 - Infantaria, de Laís Santos Araújo - vencedor do Prêmio Especial do Júri da Mostra Generation 14Plus em 2023  - Inédito


21h35 - Maratona: Os Últimos Dias de Gilda, de Gustavo Pizzi – exibida na Mostra Berlinale Series em 2021


23h35 - Tinta Bruta, de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon - vencedor do Teddy Award de melhor ficção e do CICAE - Art Cinema Award  em 2018


1h35 - Toda Nudez Será Castigada, de Arnaldo Jabor - vencedor do Urso de Prata de melhor direção em 1973


3h20 - Como Nossos Pais, de Lais Bodanzky - exibido na Mostra Panorama em 2017


5h05 - Bixa Travesty, de Kiko Goifman e Claudia Priscilla - Teddy Award de melhor documentário em 2018


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

Imersão internacional