Tá nas redes, tá nas ruas, tá no museu!





Museu do Amanhã anuncia programação híbrida para as férias de inverno no Rio, com eventos para saúde e bem-estar e debates sobre territórios, história e arquitetura

Praças, Museus e a Rua costumam ser territórios de encontro, histórias e memórias. Hoje, as redes virtuais também se tornam territórios ressignificados para conhecimento, informação e contato. Mas quem conta essas histórias? E qual a importância de saber sobre elas? Como ocupamos esses espaços? No fluxo de necessárias transformações, nossa arquitetura agora se expande por outros meios: a rua, a praça e as redes virtuais se tornaram reverberações ainda mais fortes entre museu-público. Com essas reflexões, o Museu do Amanhã convida o público para uma programação híbrida no mês de julho, com foco em ciência, cultura, inovação e convivência.

Entre as atrações do mês de férias, está a volta da yoga presencial, dentro do museu, e outras atividades de bem-estar e saúde, na Praça Mauá, como funcional para pessoas com deficiência. Também haverá uma visita a pé pela região portuária e estão programadas televisitas para grupos em plataforma virtual, nas quais os educadores do museu percorrem a exposição de longa duração e dialogam com o público ao vivo. O Clube de Leitura do mês trará a obra de Italo Calvino, "As cidades invisíveis", como mote para o debate sobre a ocupação das cidades no pós-pandemia e em celebração ao Congresso Mundial de Arquitetura do Rio. A Horta do Amanhã vai promover um encontro sobre o cultivo de plantas e árvores.

Além das atividades, o Museu do Amanhã prorrogou até o dia 29 de agosto a mostra temporária "Coronaceno - Reflexões em tempos de pandemia". Dividida nas áreas "Essenciais", "Do vírus à pandemia", "Sociedades transformadas", "Memorial aos que partiram", "A ciência é protagonista" e "A cultura é o caminho", a exposição mostra os impactos da pandemia do coronavírus na vida das pessoas, na ciência, na saúde pública e nas artes.

Confira abaixo toda a programação.

Televisitas

Todas as sextas, a partir de 09/07, às 10h30

Encontro via Zoom

Inscrição no site

As Televisitas são uma nova modalidade de mediação em ambiente virtual, através da plataforma Zoom, para grupos interessados com até 60 participantes. Nesta atividade, os educadores irão percorrer toda a exposição principal do Museu do Amanhã, ao vivo, de modo a passar por todas as suas cinco grandes áreas: Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós. Um dos objetivos é instigar os participantes a refletirem sobre os cinco grandes questionamentos que atravessam a narrativa curatorial: 'De onde viemos?', 'Quem somos?', 'Onde estamos?', 'Para onde vamos?' e 'Como queremos ir?'. A mediação fomenta processos de escuta, troca e vivência, ainda que remota, das experiências idealizadas pelo Museu do Amanhã ao seu público.

Visita mediada pela Região Portuária/Pequena África

17 de julho às 15h

ENTRADA DO MUSEU DO AMANHÃ

Com ponto de encontro e encerramento na entrada do Museu do Amanhã, a visita mediada pela Região Portuária/Pequena África terá o objetivo de compartilhar as histórias e memórias presentes neste território, com foco nas ancestralidades, mas também no presente e no que está no porvir. A atividade, mesmo em ambiente externo, cumprirá as mesmas normas de segurança e protocolo de visitação do museu.

YOGA

Todos os sábados das 16h30 às 17h30

ÁTRIO DO MUSEU DO AMANHÃ

Inscrição via aplicativo do MudeFit

A partir de julho, a yoga volta a ser uma atividade presencial. Seguindo todos os protocolos do Museu do Amanhã e distanciamento entre os participantes, a atividade vai acontecer no átrio e será realizada pela professora Gunatita. Com o intuito de propor aos participantes exercícios de respiração e relaxamento, o Programa de Amigos do Amanhã - NOZ apresenta a Yoga no Museu, prática milenar que se consolidou nos últimos tempos também nas sociedades ocidentais como um grande aliado do bem-estar que traz benefícios para o corpo e para a mente.

HORTA DO AMANHÃ:
AMBIENTE DE CULTIVO

Dia 17 de julho das 15h às 16h30

ENCONTRO VIA ZOOM

INSCRIÇÃO NO SITE

Em julho, o Clube da Horta propõe uma conversa sobre ambiente de cultivo. Neste encontro, haverá a participação especial da engenheira agrônoma Amanda Inoue, que vai relacionar questões como luminosidade, ventilação, espaço, regime de chuvas, uso de sombrite, entre outras dúvidas que aparecem sobre como cultivar de maneira eficiente.

FUNCIONAL ADAPTADO

17 DE JULHO, ÀS 9H

ENCONTRO NA FRENTE DO MUSEU

Inscrição via aplicativo do MudeFit

O circuito Funcional Adaptado foi criado com o objetivo de incluir as PCD (pessoas com deficiência) em treinos funcionais onde alegria e superação são presenças confirmadas. Uma aula ajustada para todas as pessoas se exercitarem, com exercícios de mobilidade, força, agilidade e velocidade. Um grande aliado do bem-estar físico e mental!

ROLÊ SAPIÊNCIA

SOBRECARGA DA TERRA

24 de julho, às 15h

ENCONTRO VIA ZOOM

O Rolê Sapiência de julho será sobre o Dia da Sobrecarga da Terra. Desde o início dos anos 70, a humanidade vem utilizando mais recursos do que o planeta é capaz de produzir. A primeira vez que alcançamos a sua sobrecarga foi em 1970, no dia 29 de dezembro. Desde então, a data vem sendo antecipada. Ano passado, o dia foi adiado devido ao lockdown em vários países por causa da pandemia, mas em 2021 a data chegará em 29 de julho. Na atividade, o objetivo será reconhecer as escolhas e atitudes - individuais e coletivas - que contribuíram para a configuração deste cenário e debater ações possíveis.

CLUBE DE LEITURA DO MUSEU DO AMANHÃ

"As cidades invisíveis", Italo Calvino

24 de julho de 2021 das 10h às 12h

ENCONTRO VIA ZOOM PARA
INSCRIÇÃO NO SITE

Neste livro clássico do escritor Italo Calvino, a cidade deixa de ser um conceito geográfico para se tornar o símbolo complexo e inesgotável da existência humana. A partir da obra, os participantes vão debater sobre as relações da humanidade com os territórios, suas memórias e afetos, sobre como a pandemia modificou a convivência em espaços públicos e a necessidade de coabitarmos o planeta de forma sustentável.

HORTA DO AMANHÃ:
ARQUITETURA VERDE

Dia 31 de julho às 16h30

ENCONTRO VIA ZOOM

INSCRIÇÃO NO SITE

Neste encontro, o objetivo é refletir sobre o urban jungle, estilo de decoração que consiste em incluir plantas e elementos ligados à natureza concentrados no interior de ambientes. E relacioná-lo com o conceito de "figital", pensando limites e impactos na vida prática de quem vive nas cidades.

EVIDÊNCIAS DAS CULTURAS NEGRAS

21 DE JULHO, ÀS 17H

Youtube do Museu do Amanhã

A partir do tema do ano, a importância do Aquilombamento - fenômeno que ocorre nos laços de afetos dos povos negros para a construção e transmissão de saberes e resistência -, a 27ª edição do Evidências vai propor uma conversa sobre Mobilidade Ativa, tema que tornou-se cada vez mais necessário para se pensar direito à cidade, segurança pública, sustentabilidade e diversos assuntos que nos envolvem enquanto cidadãos e cidadãs. Qual a nossa relação com os espaços? E como podemos transformar nossa circulação dentro das cidades? Em sincronia com o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, o Programa vai convidar mulheres ativistas e representativas, pautando a conversa sobre mobilidade através de falas de corpos pretos e femininos nos diferentes territórios.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto