DORA E GABRIEL entra em cartaz nos cinemas dia 23 de setembro



Natalia Gonsales Ary França são os atores deste premonitório filme de Ugo Giorgetti, rodado pouco antes do início da pandemia






Um carro trafega à noite no centro da cidade de S.Paulo por uma rua comercial deserta de pedestres. Ao parar num sinal, o motorista é detido por dois assaltantes armados. Ele mal consegue ver o que está acontecendo quando é jogado no porta-malas do seu carro e logo ganha companhia.

DORA E GABRIEL pode ser lido como um filme realista, um pesadelo urbano bastante comum na cidade de S. Paulo, que expõe um momento histórico do país com o total desamparo que se abateu sobre metade da população brasileira. O longa é sobre um confinamento inesperado, sobre a angústia de saber que estamos despreparados para viver o imprevisível e pode ser lido também como simbólico da própria existência humana, na qual estamos presos sem qualquer aviso ou propósito.

DORA E GABRIEL é um filme, apesar de tudo, otimista, que mostra duas pessoas que nunca tinham se visto (e que se tivessem se visto nem se olhariam) estabelecendo uma mútua solidariedade ao se depararem perplexas com um destino incerto.

Produzido pela SP - Filmes de São Paulo, DORA E GABRIEL estreia com distribuição da O2 Play.


Ugo Giorgetti

Cursou Filosofia na Universidade de São Paulo (USP) de 1963 a 1967 e começou em cinema fazendo filmes publicitários para a TV, mas logo passou também a realizar documentários e longas metragens de ficção e, desde 1995, em sua própria produtora, a SP Filmes de São Paulo. Giorgett foi sócio do diretor e ator Antonio Abujamra no lendário TBC - Teatro Brasileiro de Comédia entre 1980 e 1984, foi também Conselheiro da Associação de Amigos do Centro Cultural São Paulo e também da Cinemateca Brasileira. Durante 15 anos foi colunista dominical do caderno de esportes do Jornal O Estado de São Paulo. No segundo semestre de 2018 ministrou no IDEA -, Instituto de Estudos Avançados da Unicamp (Universidade de Campinas) - curso livre de roteiro e direção de cinema. A partir de setembro ministra curso de cinema na Sociologia e Política - Escola de Humanidades.

Alguns de seus filmesFesta (1988), Sábado (1994), Boleiros - Era uma vez o futebol (1998), O Príncipe (2001), Cara ou Coroa (2010), Uma noite em Sampa (2013).



Os atores principais de DORA E GABRIEL

Ary França, ator de teatro, TV e cinema.

Estudou com Antunes Filho e atualmente trabalha com o grupo de atores comandado por Denise fraga. Atuou com ela, por exemplo, em Galileu, de Bertold Brecht e A visita da velha senhora, de Durremat. No cinema, fez papéis marcantes destacando-se em Festa, de Ugo Giorgetti e Durval Discos, de Anna Muylaert.

Natalia Gonsales, atriz de teatro.

Trabalhou com o grupo TAPA, de Eduardo Tolentino, um dos principais grupos de teatro de São Paulo. Dora e Gabriel é sua estreia no cinema.


Sinopse:

No cento de São Paulo, um imigrante libanês há muitos anos no Brasil é assaltado e jogado no porta malas de seu próprio carro. Uma mulher, testemunha do acaso que passava pelo local, também é lançada no mesmo espaço. Sem nunca terem se visto na vida, os dois são obrigados a dividir o minúsculo ambiente sem saber por onde o automóvel circula.



DORA E GABRIEL

São Paulo, 2020, 85 min, cor, 14 anos

Direção | Roteiro: Ugo Giorgetti

Direção de Fotografia e Câmera: Walter Carvalho, ABC

Produção Executiva: Malu Oliveira

Direção de ProduçãoLili Bandeira

Assistente de DireçãoInês Mullin

Som Direto: Geraldo Ribeiro

Cenografia: Quindó Oliveira

FigurinoCassio Brasil

Montagem: Marc de Rossi

MúsicaMauro Giorgetti

Efeitos Especiais de Som: José Augusto Mannis

Edição e supervisão de somMiriam Bidermam

Elenco: Ary França (Gabriel), Natalia Gonsales (Dora), William Amaral (assaltante), Mauricio de Barros (assaltante), Carlos Meceni (argentino), Cris Rocha (mãe do menino), Cauã Alcantara (menino), Da Lapa (amigo dos assaltantes), Elaine Cristina (amiga dos assaltantes)

ProdutoraSP - Filmes de São Paulo

Coprodução: Spcine

Distribuição: O2 Play

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto