SescTV apresenta show e documentário do multi instrumentista Manoel Cordeiro e Sonora Amazônia


 

Passagem de Som e Sesc Instrumental Brasil especiais com o músico serão exibidos no dia 20 de abril a partir das 17h; repertório inclui Pout-Pourri de Carimbó, Cúmbia do Amor (Barata), além de músicas autorais de Manoel Cordeiro como Viva La Vida, Surfando na Pororoca e Palácio dos Bares

 

Multi instrumentista Manoel Cordeiro | Crédito: Divulgação

 

São Paulo, abril de 2022 - As séries Passagem de Som e Instrumental Sesc Brasil com o guitarrista, multi-instrumentista, compositor e arranjador Manoel Cordeiro, um dos músicos mais conhecidos do Pará, considerado o pioneiro na lambada e no brega, apresenta composições do primeiro disco solo, juntamente com Sonora Amazônia, passarão no SescTV no dia 20 de abril.
 

Neste dia, a partir das 17h, serão exibidos os programas Passagem de Som e Instrumental Sesc Brasil. O programa Passagem de Som mostra os bastidores do show de Manoel Cordeiro, o guitarrista, compositor e produtor paraense, que encontra Fafá de Belém, visita o centro cultural B_arco, fala sobre os ritmos do Pará e apresenta seu projeto Sonora Amazônia.

 

Segundo a cantora Fafá de Belém, ninguém entendia o que ela queria falar, além do próprio Manoel, por isso os dois marcaram o encontro e, em uma noite, fecharam juntos um repertório de 12 canções: o álbum Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso (2015), que foi produzido por Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro. O disco marca os 40 anos da carreira da cantora, com repertório repleto de canções clássicas e inéditas da música paraense. "O ponto alto foi o reencontro da gente e a reafirmação da nossa musicalidade, nossa alma", afirma Manoel.
 

Multi instrumentista Manoel Cordeiro | Crédito: Divulgação

 

Instrumental Sesc Brasil deste dia, às 17h, exibe o show de Manoel Cordeiro, com a formação da banda composta por Manoel, na guitarra; seu filho Felipe Cordeiro, na guitarra; Túlio Bias, na percussão; Márcio Teixeira, na bateria; e Klaus Sena, também na percussão. As composições de Manoel misturam ritmos como guitarrada, carimbó, cúmbia, lambada, flertes com a guitarra da surf music, referências do bolero e uso de tremolo, reverbs, delays e psicodelia.

 

 O repertório completo do Instrumental Sesc Brasil é composto por Cúmbia da Simone (Manoel Cordeiro), Cúmbia do Maestro (Manoel Cordeiro), Viva La Vida (Manoel Cordeiro), Surfando na Pororoca (Manoel Cordeiro), Palácio dos Bares (Manoel Cordeiro), Lambada Alucinada (Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro), Lambada Desumana (Manoel Cordeiro), Boizinho do Caetés (Manoel Cordeiro), Pout-Pourri de Carimbó, Cúmbia do Amor (Barata).

 

Manoel Cordeiro
Com formação em violão clássico e música popular brasileira, Manoel começou tocando em bandas na cidade de Macapá, mas foi em Belém que gravou seu primeiro disco de carimbo ao lado de Ely Farias. Na década de 1980, iniciou seu trabalho de gravação como produtor e músico no estúdio Gravassom e não parou

mais. Seu nome está assinado em cerca de mil discos, já produziu e ajudou a produzir artistas como Beto Barbosa, Frank Aguiar e Roberta Miranda.
 

Também realizou um projeto reconhecido internacionalmente sobre boi-bumbá com a banda Carrapicho e foi fundador da banda Warilou, um sucesso nos anos 1990, apresentando as vertentes da música amazônica, como a lambada, o zouk, guitarrada, cassicó, carimbó, boi-bumbá, marabaixo e batuque.

 

Em 2010, seu filho Felipe o convidou para acompanhá-lo em seu primeiro disco, Kitsch Pop Cult. Recentemente Manoel Cordeiro compôs uma canção para Fafá de Belém gravar, Meu Coração é Brega. O álbum Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso (2015), de Fafá, foi produzido por Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro. O disco marca os 40 anos da carreira da cantora com um repertório repleto de canções clássicas e inéditas da música paraense. O destaque da apresentação no palco do Teatro Anchieta pelo Instrumental Sesc Brasil é uma versão para um famoso brega de autoria de Manoel, Palácio dos Bares.

 

Serviço:

 

PASSAGEM DE SOM

Making of documental com músicos que participam do Instrumental Sesc Brasil, revelando seu processo criativo, a escolha de repertório, parcerias e formações de bandas.

Direção geral:Carlos Zen.
Direção Artística: Max Alvim.

Classificação: Livre.

Exibição no canal: Quarta-feira, às 17h.

Programa com Manoel Cordeiro: 20 de abril

Reapresentações: segundas, 16h30; terças, 9h30; quartas, 11h; quintas, 13h; sábados, 14h.


 

INSTRUMENTAL SESC BRASIL

Destaques da música instrumental brasileira e estrangeira, em shows exclusivos. Direção geral: Carlos Zen

Classificação: Livre.

Sob Demanda: Canal no Site do Instrumental Sesc Brasil

Exibição no SescTV :20/4, às 17h.

Programa com Manoel Cordeiro e Sonora Amazônia: 20 de abril, às 17h. Reapresentações: 22/4, às 4h30 e 13h30 e 25/4, às 6h30.

Para sintonizar o SescTV 

Sob demanda pelo site 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Pode preparar a pipoca!