Lifetime estreia o especial JANET JACKSON



Série documental de quatro horas sobre a vida pessoal e a carreira de uma das maiores cantoras pop será exibida na quinta e na sexta-feira (23 e 24/6)


ESTREIA: 23/6, quinta-feira, 21h10

Disponível no History Play

"Esta é a minha história contada por mim. Não através dos olhos de outra pessoa", afirma a cantora na série documental de quatro episódios Janet Jackson, que o Lifetime exibe com exclusividade nos dias 23 e 24 de junho.

Filmado ao longo de três anos, o especial revela um olhar íntimo e não filtrado da história de Janet Jackson, detalhando a sua trajetória e abordando todas as controvérsias já vividas por ela. Imagens de arquivo, vídeos caseiros inéditos e entrevistas com pessoas importantes da música e da vida de Janet, como Missy Elliott, Mariah Carey e Paula Abdul, fazem parte do especial.

Janet Jackson, uma das artistas mais vendidas e bem pagas da história da música, desfrutou de imensos níveis de sucesso, passou por uma grande tragédia e suportou uma vida íntima tumultuada diante de um extraordinário escrutínio público. A cantora expõe de maneira crua a sua vida pessoal pela primeira vez e revela alguns de seus momentos mais particulares já capturados na câmera.

Atualmente com 56 anos de idade, Janet conta como foram a infância, a mudança de uma pequena cidade do interior de Indiana para Los Angeles, episódios de racismo na nova cidade, o início do estrelato da família Jackson e a forma abusiva como seu pai lidava com os filhos, como se livrou da família aos 20 anos e por que se casou com James DeBarge.

No especial, a filha caçula de dez irmãos e a mais popular da família, depois de Michel, conta como lidou com a imensa sombra do Rei do Pop. Janet relembra a última vez em que esteve com ele, em uma festa surpresa para os seus pais: "Toda a minha família estava lá e ele estava sentado ao meu lado. Ele estava rindo como um louco e tinha aquela risada profunda. E eu me lembro dele olhando para mim. E a última coisa que dissemos um ao outro foi 'eu te amo'. E essa foi a última vez que eu o vi. Mas pelo menos eu tenho isso... Eu sinto falta dele".

O documentário aborda, também, o cancelamento que sofreu depois que Justin Timberlake acidentalmente deixou o seu seio à mostra na apresentação da dupla no intervalo do Super Bowl de 2004, afetando contratos publicitários e sua nova turnê. Devido ao escândalo, o single e seu videoclipe daquele ano foram boicotados pelas principais rádios e redes de televisão dos Estados Unidos, o que também aconteceria com lançamentos posteriores.

"Claro que foi um acidente que não deveria ter acontecido, mas todo mundo está procurando alguém para culpar e isso tem que parar. Justin e eu somos muito bons amigos e sempre seremos muito bons amigos. Conversamos há poucos dias e ele e eu seguimos em frente. E é hora de todos os outros fazerem o mesmo", declarou sobre esse episódio.

Confira a programação:

23/6 - quinta-feira

21h10 – Irmã mais nova
Neste episódio, Janet Jackson conta como a sua vida mudou da noite para o dia com o sucesso de seus irmãos, os Jackson Five. Também detalha como seu pai a obrigou a ser artista aos sete anos, como decidiu fugir de casa aos 18 anos com o cantor James Debarge e como conseguiu recuperar o controle da sua própria vida, depois de uma carreira musical e um casamento fracassados.

22h – Control
Aos 20 anos, Janet Jackson demitiu seu pai e construiu sua própria trajetória musical com o lançamento do seu álbum número um, "Control". Mas a sombra do sucesso de seu irmão iria persegui-la por toda a vida. Primeiro, devido às comparações. Depois, por ser considerada culpada por associação aos escândalos provocados por Michael.

24/6 - sexta-feira

21h10 – É assim que o amor funciona
Nos anos 90, todos queriam Janet: ela assinou contratos multimilionários, estrelou vários filmes, recebeu uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood e se tornou um ícone sexual. Porém, os escândalos de Michael trouxeram mais problemas do que soluções. Ela encontrou equilíbrio em sua carreia e vida amorosa ao se casar com o dançarino e colaborador Rene Elizondo, de quem se divorciou nove anos depois. Ainda no auge de sua carreira, Janet é convidada para encabeçar o Super Bowl de 2004.

22h – Diamante negro
Janet fala sobre as controvérsias que o incidente de seu figurino no Super Bowl de 2004 gerou. Ela se concentra em sua carreira e vida amorosa, namorando o produtor rapper Jermaine Dupri; e tempos depois se une ao cineasta Tyler Perry. Janet também conta como lidou com as mortes de Michael e de seu pai, como foi se tornar mãe aos 50 anos e de que forma o crescente apoio vindo das redes sociais a ajudou a estar em paz consigo mesma.

Classificação Indicativa: 14 anos

 

Sobre Janet Jackson
Janet Jackson é uma das artistas mais influentes da era moderna. Sua música lhe rendeu cinco GRAMMY® Awards, dois Emmy Awards, um Globo de Ouro, uma indicação ao Oscar® e dezenas de American Music Awards, MTV Video Music Awards e Billboard Music Awards. Janet é autora de livros, dançarina, empresária, filantropa e uma das artistas mais vendidas na história da música popular. Com vendas superiores a 180 milhões de discos em todo o mundo, Janet se destaca como uma das artistas mais vendidas de todos os tempos com uma série de sucessos que deixaram uma impressão indelével na cultura pop. Ela é a recordista da turnê de estreia mais vendida da história e é a primeira mulher a estrear no Top 10 das paradas Hot 100. Ela também se destaca como um dos quatro únicos artistas a ter um álbum nº 1 por quatro décadas sucessivas ao lado de Barbra Streisand, Bruce Springsteen e U2. Ainda hoje Janet continua a causar um impacto inegável. Em 2018, seu single, Made for Now com Daddy Yankee, lançado por sua própria Rhythm Nation Records, atingiu o primeiro lugar na parada Dance Clubs Songs, tornando-se seu 20º single na parada em sua carreira. Em 2019, ela foi imortalizada no Hall da Fama do Rock and Roll ao lado de seus irmãos e, no mesmo ano, sua aclamada residência em Las Vegas, Metamorphosis, fechou com recorde de vendas de ingressos com apenas 18 datas no Park MGM's Park Theatre. Conforme relatado pela Billboard Boxscore, a lendária cantora, dançarina, compositora, produtora e atriz está entre as maiores artistas de Las Vegas desta década, à frente de Celine Dion (2011), Britney Spears (2013) e Backstreet Boys (2017).

Em 4 de fevereiro de 2021, o icônico terceiro álbum de platina de Janet Jackson, Control, completou 35 anos. Liderado por cinco singles de sucesso - What Have You Done for Me Lately, Nasty, Control, When I Think Of You - com seus videoclipes complementares e bem coreografados - e Let's Wait Awhile, Control se tornou o primeiro álbum pop nº 1 de Janet. O álbum também fez história nas paradas da Billboard por ter a mais longa permanência contínua no Hot 100 com singles de um álbum, registrando notáveis 65 semanas consecutivas dessa posição. Até o momento, Control já vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Pode preparar a pipoca!