Documentário "O Dia Que Durou 21 Anos" estreia no Canal Brasil no dia 24 de maio

Filme dirigido por Camilo Tavares mostra a influência do governo dos Estados Unidos no golpe de estado de 1964, no Brasil 

"O Dia Que Durou 21 Anos". Crédito: Divulgação.

O documentário "O Dia Que Durou 21 Anos", dirigido por Camilo Tavares, estreia no Canal Brasil no próximo dia 24, às 20h. O longa faz parte da programação da faixa "É Tudo Verdade", dedicada ao festival homônimo de documentários mais importante do Brasil, com curadoria do crítico de cinema, jornalista e escritor Amir Labaki. O filme traz arquivos e documentos até então nunca acessados sobre as articulações dos presidentes John F. Kennedy – assassinado em 1963, – e Lyndon Johnson para a colaboração do que veio a ser o golpe de estado no dia 31 de março de 1964, que deu origem à Ditadura Militar no Brasil.


O país tinha como presidente João Goulart, conhecido como Jango, eleito democraticamente em 1961. A motivação principal da instauração da Ditadura Militar por parte dos EUA era o medo de o Brasil se alinhar ao comunismo e influenciar os demais países da América Latina, o que prejudicaria os planos capitalistas americanos. Os Estados Unidos agiram então de modo a facilitar e criar as condições para o Golpe Militar e, posteriormente, reconhecer o regime militar como governo.


"O Dia Que Durou 21 Anos" venceu a categoria de Melhor Documentário Estrangeiro no St Tropez International Film Festival, na França, além do Prêmio Especial do Júri no 22° Arizona International Film Festival e no 29° Long Island Film Festival, ambos nos Estados Unidos. No Brasil, levou o troféu de Melhor Documentário Brasileiro em 2013 pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte).


No dia 31 de maio, o canal exibe, ainda como parte da programação do "É Tudo Verdade", o documentário "O Grande Irmão", coprodução do Canal Brasil e dirigido também por Camilo Tavares. O longa retrata os 17 anos de ditadura do general Augusto Pinochet, no Chile, desde o golpe de Estado. O documentário conta com materiais de arquivo inéditos e mostra, com detalhes, a participação do governo militar brasileiro no golpe de 11 de setembro de 1973, em Santiago, que tirou Salvador Allende da presidência do Chile. O filme traz depoimentos de pessoas envolvidas com o contexto político da época, como Delfim Netto, Ministro da Fazenda no governo Médici, Almino Afonso, José Serra, Orlando Sáenz, Ministro da Fazenda do Chile no governo Pinochet, e o cineasta chileno Patrício Guzmán.



O Dia Que Durou 21 Anos (2011) (74')

Horário: Quarta, 24/04, às 20h

Classificação: 14 anos

Diretora: Camilo Tavares

Sinopse: O filme traz arquivos e documentos até então nunca acessados sobre as articulações dos presidentes John F. Kennedy, assassinado em 1963, e Lyndon Johnson para a colaboração do que veio a ser o golpe, no dia 31 de março de 1964, que deu origem à Ditadura Militar no Brasil.


Grande Irmão (2022) (110')

Horário: Quarta, 31/04, às 20h

Direção: Camilo Tavares

Classificação: 14 Anos

Sinopse: O longa retrata os 17 anos de ditadura do general Augusto Pinochet, no Chile, desde o golpe de Estado, conta com materiais inéditos de arquivo e mostra, com detalhes, a participação do governo militar brasileiro no golpe de 11 de setembro de 1973, em Santiago, que tirou Salvador Allende da presidência do Chile. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

2024