O efeito social da ausência paterna


De órfão a pai de muitos, Junior Rostirola conta em novo livro sua história de superação pela fé e convida cada um a viver seu propósito

Autor do best-seller Café com Deus Pai, Junior Rostirola acredita que não se deve deixar para amanhã o amor que precisa ser dado hoje. Com essa premissa, o também pastor conta em Encontrei um Pai, publicado pela Editora Vida, como, transformado pela fé, converteu traumas e dores em solidariedade.

Neste livro, Rostirola fala sobre amor ao próximo, misericórdia, graça, fé e transformação. Ele expõe que é possível se libertar da orfandade e encontrar o Pai. Para isso, é necessário passar pelo processo de cura, identificar o problema, enfrentar o medo e mudar a maneira de pensar a dor. Só assim as áreas fragilizadas serão fortalecidas.

Junior nasceu em um lar disfuncional, teve um pai alcoólatra que agredia toda a família e foi vítima das dores dos maus-tratos físicos e emocionais, causados pelas dores do abandono, do bullying e da rejeição. Todo esse sofrimento fez com que ele despertasse uma inquietação para catalisar a dor em algo positivo e mudar a história daqueles que vivem ao seu redor. A partir da reflexão sobre "o que fazer com a dor que sentimos?", o autor mostra que existem dois caminhos: permanecer mergulhado no sofrimento ou enfrentar a dor e fazer dela uma inspiração para transformar a vida de outras pessoas.

Órfão de pai vivo e carinhosamente chamado de pai por muitos, o pastor reforça o seu propósito na área de paternidade e relata como a superação das dores o levou a se tornar fundador da Associação Escolhi Amar, que abrange diversos projetos sociais, entre eles: Lar da Criança Feliz, Abrigo Lar do Adolescente, Centro de Recuperação Feminino Conviver, Mercado Solidário, Missão Haiti, projetos de esportes para a comunidade, visitas a presídios e atendimento psicológico gratuito para pessoas de baixa renda.

Com uma narrativa envolvente e sincera, Junior Rostirola compartilha experiências e aprendizados, inspira o leitor a nunca desistir dos sonhos e acreditar no poder do amor e da família. Ele descreve como Deus blindou seu coração para que fosse capaz de absorver as adversidades e as transformasse em combustível para gerar mudanças na sociedade.

Hoje, posso afirmar que recebi e também sou capaz de oferecer um amor de Pai que superou tudo o que já passei. Ao olhar para Deus Pai, busco seguir seu exemplo de paternidade com os meus filhos, embora também reconheça que somente Deus Pai é perfeito, e cuida tanto de mim quanto do João e da Isabella. Ele nunca decepciona nem abandona ou sequer pensa em maltratar um filho. A minha responsabilidade é refletir sobre a vida deles a paternidade que recebi de Deus, de modo que eles poderão ver de perto que existe um amor verdadeiro, que não rejeita e não maltrata; um amor que não se vai com o tempo, mas se manifesta de maneira constante e eterna. Sou grato ao Pai por seu amor, pois por meio dele podemos ser sarados e curar gerações. É por causa dele que a história de nossa família tem sido transformada.
(Encontrei um Pai, p. 141.)

Ao ler a história de Junior e de sua família, bem como os testemunhos impactantes de pessoas que tiveram suas vidas transformadas pela ação social, cada leitor tem a oportunidade de rever a própria história, encontrar o Pai e notar ser capaz de estimular renovações e trazer plenitude para a vida.

Ficha técnica:
Título:
 Encontrei um Pai
Autor: Junior Rostirola
Editora: Vida
ISBN: 978-65-5584-414-6
Páginas: 224
Formato: 15,3 x 22,8 cm
Preço: R$ 69,90

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

2024