Chris Chibnall e Jodie Whittaker vão deixar a série Doctor Who com um trio de especiais, para serem exibidos em 2022, como parte das celebrações do centenário da BBC







No comando da TARDIS desde 2017, com o início das filmagens da 13ª temporada, o Showrunner Chris Chibnall e a 13ª Doutora, Jodie Whittaker, confirmaram que irão deixar a mais famosa "cabine de polícia" da Terra - e do universo. Antes, porém, eles produzem uma temporada de seis episódios e dois especiais já planejados para 2022. Além disto, a BBC One encomendou mais uma aventura, em longa-metragem, final para a Décima Terceira Doutora, para formar um trio de Especiais para 2022, antes que o Doctor se regenere novamente.

 

Depois de assumir o comando da série, Chris Chibnall teve a inovadora decisão de escolher Jodie Whittaker como a primeira Doutora. Ele também incluiu na família Tosin Cole (Ryan), Mandip Gill (Yaz) e Bradley Walsh (Graham), e convidou o elogiado Sacha Dhawan como a última encarnação do The Master, mais Jo Martin como a misteriosa Fugitive Doctor, acrescentando novas personagens, camadas e reviravoltas à mitologia da série.

 

Episódios como 'Rosa',  'Demons of the Punjab'' e 'Spyfall' entusiasmaram públicos em todo mundo, conquistando elogios da crítica e reconhecimento em premiações, incluindo duas nomeações ao BAFTA na categoria "Must See Moment", juntamente com várias indicações nos prêmios  National Television Award, BAFTA Cymru, TV Choice, Screen Nation, Hugo, Saturn e Critics Choice. Sob o comando de Chris, a série recebeu o Visionary Awards TV Show of the Year, o Canadian Rockie Award do BANFF Television Festival para as melhores séries de ficção científica, enquanto Mandip Gill e Vinay Patel foram premiados no Eastern Eye Awards. A temporada de 2020 foi premiada na categoria Best Science Fiction Show pelos leitores do site Radio Times.com, vencendo os competidores The Mandalorian, Lucifer e The Boys, bem como ganhando as categorias Best Moment e Most Incredible Twist no prêmio Digital Spy Reader Awards 2020, pelos episódios 'Fugitive Of The Judoon' and 'Ascension Of The Cybermen'. Em 2019, todo o elenco e a equipe atuais foram premiados com o Doutorado Honorário da Sheffield Hallam University por seu trabalho no programa.          

 

No papel da Décima Terceira Doutora, Jodie Whittaker subiu a bordo da TARDIS para começar a filmar em 2017. Como a primeira mulher a desempenhar o papel icônico, Jodie entusiasmou o público com sua interpretação do Senhor do Tempo, conquistando os corações dos fãs do Doctor Who em todo o mundo. A representação variada, calorosa, divertida e inspiradora de Jodie não só criou uma novidade na história do Doctor Who. Em 2020, Jodie foi eleita o 2º Doutor Mais Popular de todos os tempos, atrás apenas de seu amigo David Tennant, numa pesquisa com mais de 50.000 fãs da Radio Times.

 

Chris Chibnall diz: "Jodie e eu fizemos um pacto de 'três temporada e fora' no início desta chance única na vida. Então, agora nosso turno acabou e estamos devolvendo as chaves da TARDIS. O magnífico e icônico Doctor Who interpretado por Jodie superou todas as nossas expectativas. Ela tem sido uma atriz de padrão 'ouro', assumindo a responsabilidade de ser a primeira Doctor Who com estilo, força, calor, generosidade e humor. Ela capturou a imaginação do público e continua a inspirar adoração em todos, incluindo as pessoas na produção. Não consigo imaginar trabalhar com um Doctor Who mais inspirador - então não vou! Para mim, liderar esta equipe excepcional foi criativo e divertido de forma única e uma das grandes alegrias da minha carreira. Estou muito orgulhoso das pessoas com quem trabalhamos e das histórias que contamos. Terminar nosso tempo no programa com um especial adicional, depois que a pandemia mudou e desafiou nossos planos de produção, é um belo bônus.É ótimo que o clímax da história da Décima Terceira Doutora esteja no centro das comemorações do centenário da BBC. Desejo aos nossos sucessores - quem quer que a BBC e a BBC Studios escolham - tanta diversão quanto já tivemos. Eles vão se divertir!".

 

Jodie Whittaker acrescenta "Em 2017, abri minha gloriosa caixa de presente com sapatos de 13 tamanhos. Eu não poderia ter adivinhado as aventuras, mundos e maravilhas brilhantes que eu iria ver neles. Meu coração está cheio de amor por este show, pelo time que o faz, pelos fãs que assistem e pelo que a série trouxe para minha vida. E não posso agradecer a Chris o suficiente por me confiar suas histórias incríveis. Sabíamos que queríamos pegar essa onda lado a lado e passar o bastão juntos. Então, aqui estamos nós, a semanas de concluir o melhor trabalho que já tive. Acho que nunca serei capaz de expressar o que esse personagem me deu. Vou levar o Doctor e as lições que aprendi para sempre. Eu sei que a mudança pode ser assustadora e nenhum de nós sabe o que acontecerá. É por isso que continuamos procurando. Desejo uma viagem com sorte. O Universo vai te surpreender. Constantemente."

 

Para Piers Wenger, Diretor da área de dramas da BBC: "Nos últimos quatro anos, Chris e Jodie fizeram história em Doctor Who e seu tempo no programa estará permanentemente marcado em nossas memórias. Dos episódios 'Rosa Parks' a 'Ascension of the Cybermen', Chris e Jodie deram a Doctor Who alguns de seus momentos mais marcantes e emocionantes até o momento e estamos muito animados para ver o que eles têm reservado para nós na nova temporada. A aventura final de Jodie, para marcar o centenário da BBC em 2022, está programada para ser um especial de Doctor Who memorável. Gostaria de agradecer a ambos por seu incrível trabalho no programa".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto