Minissérie documental revive a história da estrela do futebol americano Aaron Hernandez, que se matou na prisão


Produção expõe a história do ex-jogador da NFL condenado à prisão perpétua pelo assassinato de seu amigo e concunhado Odin Lloyd em 2013




ESTREIA : 8/10, sexta-feira, 17h45


Em 2013, um crime chocou os Estados Unidos: o jogador de futebol americano Aaron Hernandez foi preso pelo assassinato do também atleta Odin Lloyd. Condenado à prisão perpétua, Aaron se suicidou em sua cela, quatro anos depois. A nova minissérie documental do A&EO Caso de Aaron Hernandez (Aaron Hernandez Uncovered), se aprofunda nessa história e traz novas revelações sobre o crime e a vida do jogador da NFL.

Aaron Hernández, astro do futebol com um contrato de 40 milhões de dólares, uma das grandes promessas da NFL, noivo de uma bela mulher com quem tinha uma única filha; um homem que parecia ter tudo e que para surpresa de todos foi condenado pelo assassinato de seu amigo e cunhado Odin Lloyd em junho de 2013. Sua história ainda intriga: por que um jovem e bem-sucedido atleta, com uma grande carreira pela frente, arriscou tudo o que conquistou?

Durante o processo judicial, especulou-se que a fama poderia protegê-lo, e que poderia ser um novo caso como O.J. Simpson, o que não se concretizou. Durante o processo, outras graves acusações recaíram sobre Hernández, como o duplo homicídio de Daniel Jorge Correia de Abreu e Safiro Texeira Furtado, ocorrido em 2012. Naquela época, Hernández contratou um dos mais prestigiosos advogados de defesa de seu país, José Báez, e, em 2017, recebeu o veredicto de inocente por esses dois assassinatos.

Após a morte do jogador, sua família autorizou que o cérebro de Aaron fosse extraído para estudo. E, em novembro de 2017, pesquisadores da Universidade de Boston revelaram em uma entrevista coletiva que Aaron Hernández havia sofrido o caso mais grave de encefalopatia traumática crônica (CTE) já descoberto em uma pessoa de sua idade: seu cérebro foi terrivelmente danificado por lesões cerebrais repetidas pelos golpes constantes e sucessivos na cabeça. Os médicos disseram que Hernandez tinha o estágio 3 de CTE, incomum para um cérebro com menos de 46 anos, e a extensão desse dano teria afetado significativamente sua tomada de decisão, julgamento e cognição.

Em quatro episódios, O Caso de Aaron Hernandez apresenta novos detalhes e entrevistas inéditas, para tentar explicar seu passado conturbado e as demais alegações de assassinato. Entre os depoimentos, o de sua esposa e mãe de sua filha, Shayanna Jenkins, jornalistas investigativos, parentes, companheiros de equipe, os amigos mais próximos, a ex-namorada da faculdade Alyssa Anderson e o advogado de defesa José Báez.

O episódio de estreia, O que deu início a tudo, traz uma visão detalhada sobre a vida de Aaron Hernandez, um atleta milionário, com uma nova e um bebê, que chocou os EUA ao ser condenado por assassinato. Por que ele arriscaria tudo o que conquistou como jogador da NFL? Novos detalhes e entrevistas inéditas explicam tudo sobre seu passado conturbado e algumas alegações anteriores de assassinato.

Classificação Indicativa: 14 anos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto