Série original Globoplay “Sou Corinthians” mergulha na alma dos torcedores de um dos clubes mais populares do país

GLOBOPLAY
A origem, as dores e as conquistas do Corinthians são os fios condutores para conhecer a alma desse "bando de loucos".
 Da aristocracia inglesa veio a inspiração para o nome que foi capaz de causar comoção entre fiéis e apaixonados torcedores no Brasil. Fundado em setembro de 1910, o Corinthians nasceu no terrão predestinado a ser o campeão dos campeões, como diz o seu hino. Do início no bairro paulista do Bom Retiro à suntuosa arena construída em Itaquera, a nova série original Globoplay 'Sou Corinthians' explica, em quatro episódios, disponíveis no Globoplay a partir desta sexta-feira, dia 13, como as agruras e as conquistas do clube forjaram o jeito apaixonado de ser corinthiano. Um mergulho na alma desse "bando de loucos" de todas as idades, como a própria torcida se autodenomina. Dirigida pelos jornalistas Edgar Alencar e Victor Pozella, a série destaca os títulos mais marcantes, as crises e os grandes personagens do clube, como Zé Maria, Wladimir, Casagrande, Neto, Rivellino, e os campeões mundiais Danilo, Emerson Sheik e Cássio, sob o olhar e o sentimento do torcedor do clube.
 
"Nosso maior desafio foi a grandiosidade do tema. Do ponto de vista da quantidade de história, nenhum clube de futebol centenário cabe em quatro ou mesmo em quarenta episódios. Foi estimulante e prazeroso revisitar arquivos antigos, jogos e histórias de personagens icônicos para montar uma narrativa fluida e consistente no conteúdo e, acima de tudo, passional, como o coração de qualquer torcedor fanático", diz Edgar Alencar. "Esse projeto é ousado. Vamos tentar explicar aos corinthianos de diferentes idades o sentimento do torcedor em momentos distintos da história do clube", complementa Victor Pozella. 
 
Torcedores ilustres do Corinthians marcam presença nos quatro episódios da série. Entre eles, estão o apresentador Serginho Groisman, cuja paixão extrapolou as arquibancadas e se transformou em livro; e o ator Dan Stulbach, que acompanhou o time até o outro lado do mundo na maior conquista de sua história. Os dois relembram momentos-chave, como o longo período sem títulos, o movimento da 'Democracia Corintiana' na época das 'Diretas Já', as vitórias inesquecíveis e a reconstrução do clube após a queda para a segunda divisão.
 
A série começa com uma novidade já na abertura. Um painel com o escudo do Corinthians foi construído como uma espécie de metáfora, simbolizando uma folha em branco onde será contada, através de palavras-chave, a história do clube. "Teremos uma abertura viva, diferente das gráficas, como estamos acostumados. O painel funcionará como um personagem durante todos os episódios", adianta o diretor Edgar Alencar. 
 
O episódio de estreia mostra como dois títulos emblemáticos na história do clube, o Campeonato Paulista de 1977 e o Brasileiro de 1990, forjaram um jeito de "Ser Corinthians". O capítulo seguinte conta o começo da história de um time popular fundado por operários, passando pela histórica invasão de 1976 no Maracanã até a fase galáctica de 2005, que terminou em um colapso político e financeiro. O terceiro episódio fala da reconstrução do clube, após duas de suas maiores crises da história, que se transformaram em fases emblemáticas: a Democracia Corinthiana, em 1981; e a era mais vitoriosa em 110 anos, após o rebaixamento de 2007. O último capítulo demonstra como o torcedor hoje sente que o clube conquistou tudo e ainda tenta explicar: o que é ser Corinthians?
 
'Sou Corinthians' é uma série original Globoplay, produzida pelo Esporte da Globo, que passa a integrar o catálogo de documentários esportivos da plataforma, como os sucessos 'Elza e Mané', 'Predestinado', 'Doutor Castor' e 'Até o Fim'.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Influenciadora Stephanie Silveira posta fotos sensuais do seu dia a dia na Privacy

‘Acampamento Intergaláctico’, primeiro filme de Ronaldo Souza, do Gato Galactico, anuncia sessões antecipadas e abre pré-venda

‘Acampamento Intergaláctico’, primeiro filme de Ronaldo Souza, do Gato Galactico, anuncia sessões antecipadas em novas cidades