Malhação 95 estreia no Globoplay

GLOBOPLAY
Foi numa conversa entre os escritores Andréa Maltarolli e Emanuel Jacobina, na oficina de roteiristas da Globo, que surgiu a ideia de ambientar uma trama jovem em torno de uma academia de ginástica. Com a temática, nasceu também um novo formato: um seriado leve e bem-humorado que retratasse questões delicadas e relevantes do dia a dia desses jovens. A precursora da trama que virou febre e é sucesso até os dias de hoje, "Malhação 95", estreia no Globoplay nesta segunda-feira, dia 5, como parte do projeto de resgate dos clássicos da dramaturgia.
 
O folhetim surgiu com a premissa de incentivar a troca de experiências entre veteranos e jovens atores e revelou diversos talentos da televisão brasileira ao longo dos anos. Na primeira temporada, nomes como Danton Mello, Fernanda Rodrigues, Carolina Dieckmann, Andre Marques, Luigi Baricelli e Claudio Heinrich foram alguns dos escolhidos para integrar o elenco, que contou também com participações especiais de Danielle Winits, Evandro Mesquita, Guilherme Piva, Murilo Rosa, Otávio Müller e Totia Meirelles, entre outros.  
 
Na trama, Danton Mello interpreta Héricles Barreto, jovem ingênuo e de bom caráter que chega do interior para estudar no Rio de Janeiro e consegue um emprego na academia Malhação. Ele se se encanta por Isabella (Juliana Martins), mas tem que lidar com os ciúmes Romão (Luigi Baricelli), o arrogante campeão de jiu-jítsu e namorado da moça. Preconceitos, separação de casais, ciúmes dos filhos, intrigas e relacionamentos amorosos são alguns dos temas abordados pelos personagens na obra.
 
O sucesso em 1995 foi tão grande, que Danton é lembrado até hoje pelo seu personagem, e dele guarda grandes recordações : "Héricles foi um personagem muito importante pra mim e na minha carreira, foi meu primeiro grande papel na televisão, em um horário especial na emissora. Até hoje só tenho lembranças boas, as melhores possíveis. Foi um projeto que deu muito certo e certeza de que todo elenco tem muito orgulho de ter feito parte".
  
Entrevista com Danton Mello:
 
Malhação 95 marcou um novo formato de folhetins da Globo e foi um grande sucesso da época. Na sua opinião, a que se deve essa boa aderência do público?
Danton Mello: É verdade! Foi um grande sucesso, uma novidade na época. Aliás, continua até hoje sendo esse grande sucesso na grade da emissora. Mas acredito que boa parte desse sucesso na minha época foi interação dos personagens e a forma de como os assuntos eram abordados e até onde se passava a trama – dentro de uma academia. Éramos um grupo muito unido, uma turma de jovens, alguns com a experiência de televisão, assim como eu, Fernandinha Rodrigues e Ju Martins, que estávamos ali envolvidos e com a vontade de que o projeto desse certo. A gente tinha ideia que aquela obra seria muito importante na nossa carreira, mas a gente não tinha essa dimensão do que se tornaria realmente a 'Malhação'.
 
Conte um pouco sobre o seu personagem e a trama que ele vivia.
Danton Mello: Ele era um cara do interior, um rapaz ingênuo, romântico, e que chega na cidade grande  como o Rio de Janeiro e se depara com adolescentes que estavam em outras fases da vida, da curtição, da paquera e até das confusões (risos). O foco do Héricles era o estudo, conseguir uma oportunidade de trabalho. Criou amigos e foi um cara querido por todos na academia, aliás, quase todos (risos). E o ponto principal na trama, acredito eu, foi o seu envolvimento com a personagem da Ju Martins. E que até hoje é relembrado por todos.
 
As pessoas ainda lembram do Héricles, falam sobre o personagem com você quando te encontram? Foi um personagem que marcou a memória do público?
Danton Mello: Sim, até hoje (risos). Foi um personagem muito especial pra mim e que marcou uma geração.
 
E na sua carreira, te marcou de alguma forma?
Danton Mello: Sim, Héricles foi um personagem muito importante pra mim e na minha carreira, foi meu primeiro grande papel na televisão, em um horário especial na emissora. Até hoje só tenho lembranças boas, as melhores possíveis. Foi um projeto que deu muito certo e certeza de que todo elenco tem muito orgulho de ter feito parte.
 
Na época, o que você lembra da repercussão?
Danton Mello: Lembro do sucesso que 'Malhação' causou na época. A gente chegava para gravar e passava por uma multidão na porta. Lembro de achar isso bem divertido, inusitado. Era foto, autografo, pessoas querendo entrar para ver gravações e por aí vai. 
 
Desde a primeira temporada, 'Malhação' tem a proposta de uma linguagem jovem e que conversa com o seu público. Para os adolescentes e jovens de hoje que não acompanharam a trama de 95 e que poderão agora assistir pelo Globoplay, qual recado você deixaria?
Danton Mello: Verdade, a 'Malhação' sempre abordou temas relevantes para o público jovem a cada temporada. Acho isso muito importante, principalmente nos momentos atuais. O meu recado para os adolescentes que vão poder rever a minha temporada agora no Globoplay é que espero que eles se divirtam e que gostem desse trabalho que foi feito com bastante carinho. Aliás, não só os adolescentes, mas os jovens daquela época também (risos).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

SÉRIE INÉDITA DO TLC ACOMPANHA CASAIS QUE COMEÇARAM SUAS HISTÓRIAS DE AMOR DENTRO DA CADEIA

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC