Maria Gal estreia talk show ‘Preto no Branco’ e debate diversidade com participação de Liliane Rocha, jogador Aranha e Renato Meirelles, no BandNews TV


 

Programa de entrevistas focado no protagonismo negro discute questões raciais e inclusão em diferentes espaços, com direção da cineasta Kelly Castilho; lançamento será dia 26 de maio, às 23h30

 

Maria Gal - Créditos: Thiago Bruno

 


 

São Paulo, maio de 2022 - Com a ideia de dialogar sobre diversidade, racismo e atitudes antirracistas, a atriz, apresentadora e criadora de conteúdo Maria Gal se prepara para estrear, no próximo dia 26 de maio, o programa 'Preto no Branco", no BandNews TV. O talkshow que marca a estreia de Gal como apresentadora de TV e showrunner celebra a semana em comemoração ao Dia da África. O programa, que terá a Gerdau como patrocinadora master, fará parte da programação das noites de quinta-feira do canal a cabo, sempre às 23h30, com reprise aos domingos. Nomes como Liliane Rocha, o jogador Aranha, Renato Meirelles, Julio César Andrade, Erica Malunguinho, Gabriela Moura, Felipe Silva, sócio e fundador da agência Gana e a Advogada Cláudia Luna estão entre os entrevistados.

 

Com seis episódios na primeira temporada, o Preto no Branco tem como proposta ampliar a discussão sobre pautas raciais na televisão e fomentar a conscientização da população sobre a urgência em tratarmos demandas de inclusão e diversidade na sociedade. Serão abordados temas como racismo e finanças, intolerância religiosa, racismo no esporte, racismo na publicidade e privilégio branco, sempre com a participação de convidados no teatro e, também, de forma remota.

 

O programa é produzido pela produtora de Maria Gal, a Maria Produtora, que quebrando o paradigma do audiovisual brasileiro que tem majoritariamente em suas produções pessoas brancas, a produção de Preto no Branco tem em sua equipe 58% de profissionais negros e 42% de brancos. Mulheres negras são 76% da equipe feminina.

 

De acordo com Maria, o formato foi inspirado na série americana "Uncomfortable Conversations with a Black Man", de Emanuel Acho, na série documental EUA - A luta pela liberdade e no "The Oprah Conversation", da apresentadora e jornalista Oprah Winfrey. Produções que utilizam entrevistas para debater temas relevantes, com pessoas dos mais variados perfis, como celebridades, executivos e especialistas, para extrair diálogos de grande importância com temáticas que influenciam o mundo.

 

"Estou muito feliz de iniciar o programa. Tenho o costume de dizer que é um programa de letramento disfarçado de talk show. Este projeto foi pensado após vários acontecimentos e manifestações ocasionados pelo assassinato de George Floyd, do músico Edvaldo dos Santos e da menina Agatha dos Santos. Toda vez que nos deparamos com as notícias, sempre somos surpreendidos por tragédias decorrentes do racismo", analisa a apresentadora.

 

"O audiovisual brasileiro precisa de mais representações e, principalmente, para a população negra, é imprescindível se sentir representada. Este será só o começo para abrirmos um leque de possibilidades para novos recomeços e novas histórias serem contadas, dentro de uma ótica que não seja pautada pelo noticiário policial", completa.

"Essa parceria entre Gerdau, Maria Gal e BandNews TV trata de uma união de valores, a qual contribuirá para dar luz a uma agenda que é urgente e prioritária na nossa sociedade. Acreditamos que o programa será um agente importante na conscientização e reflexão sobre a necessidade de redução da desigualdade racial no Brasil", completa Gustavo Werneck, diretor-presidente (CEO) da Gerdau.

 

Representatividade também atrás das câmeras

Como showrunner e liderando a produção do projeto, por meio da produtora de audiovisual que leva o seu nome, Maria se comprometeu com a promoção da diversidade e da representatividade também atrás das câmeras. O talk show conta com uma equipe formada por pelo menos 58% de pessoas negras e traz ainda lideranças femininas que são destaque e vêm conquistando seu espaço no audiovisual brasileiro, como a cineasta Kelly Castilho, que está à frente da direção do programa. Vale ressaltar que esta é a segunda parceria entre a Maria Gal e Kelly. A primeira foi o vídeo " O Meu Lugar no Mundo" que foi lançado nas redes sociais e que teve grande repercussão e milhares de visualizações.

 

O programa Preto no Branco é produzido pela Maria Produtora, com patrocínio da Gerdau, a maior empresa brasileira produtora de aço. A companhia possui o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro e o compromisso de promover um ambiente de negócios diverso e inclusivo em que haja espaço para que todas as pessoas sejam ouvidas, respeitadas e tenham oportunidades iguais.


 

Serviço

Talk Show Preto no Branco por Maria Gal - Semanal, com apresentação da atriz, apresentadora, empresária e produtora de conteúdo Maria Gal e participação de convidados. Direção de Kelly Castilho. Toda quinta-feira, às 23h30, com reprise aos domingo, às 21 horas, na Bandnews TV - Canal 79 SD e 579 HD (Net/Claro) e Canal 83 SD e 583 HD (Vivo).


 

Sobre Maria Gal

Nascida em Salvador, Maria Gal é atriz, apresentadora, criadora de conteúdo, palestrante e empresária. É atriz há mais de 20 anos já se apresentou no Brasil e no exterior, sendo reconhecida internacionalmente com o prêmio de melhor atriz no Festival de Cinema de Madrid. Tem passagens pela Rede Globo, Netflix, Paramount, Rede Record e, atualmente, está no SBT. Atua na co-produção para cinema, TV e mídias digitais, com conteúdos voltados às temáticas raciais e femininas, por meio de sua produtora Maria Produtora.


 

Sobre Kelly Castilho

Com 25 anos de atuação no mercado de filmes publicitários e cinematográficos, Kelly Castilho atua como diretora de cena para publicidade, cinema e atualmente também como diretora de TV, sendo responsável por narrativas e estética do filme ou programa, assim como pelo desenvolvimento do roteiro. É fundadora da Confeitaria Filmes, produtora do mercado audiovisual. Além de dirigir filmes, Kelly foi executiva da Rede Globo, atuando como Head de arte, sendo gestora de cenógrafos, diretores de arte, produtores de arte e designers. É uma das fundadoras da marca infantil Pas De Chat Couture, criada com o propósito de trabalhar com produtos de qualidade, pensando na origem da mão de obra e sustentabilidade, porém com design exclusivo. Como voluntária do Grupo Mulheres do Brasil, é Líder do Comitê de Igualdade Racial e colaboradora nos Comitês Meninas do Brasil e Cultura. Na Virada Feminina é Coordenadora de Cultura e Tecnologia. Um dos seus propósitos de vida é ver mais diversidade no mercado de filmes publicitários e cinematográficos, no mercado audiovisual em geral, e assim colaborar para que tenhamos um país mais justo e menos desigual.


 

Sobre a Gerdau

A Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 10 países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 73% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, são 11 milhões de toneladas de sucata que são transformadas em diversos produtos de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Pode preparar a pipoca!