‘Clube dos Correspondentes’ conta a história de jornalistas estrangeiros que escolheram o Brasil


 

No segundo 'Clube dos Correspondentes' da temporada, Leila Sterenberg acompanha a rotina de quatro jornalistas estrangeiros, que escolheram o Brasil para viver e trabalhar: o canadense Serge Boire, da LaPresse; o russo Alexander Krasnov, da Sputik; o australiano Joe Leahy e a inglesa Samantha Pearson, ambos do Financial Times.

 

No Rio de Janeiro desde o fim de 2010, Serge Boire já teve vários motivos para deixar o Brasil. Na Lapa, onde mora, o canadense de Montreal já foi assaltado e estrangulado por um menino de rua que ajudava e alimentava com frequência. Dez meses depois foi vítima do golpe 'boa noite, Cinderela' em um bar próximo à sua casa. Quando recuperou a consciência, já em casa, Serge se deu conta de que os criminosos haviam roubado objetos pessoais, aparelhos eletrônicos e todo o equipamento que ele usava para gravar as suas reportagens, um prejuízo de pelo menos R$ 50 mil.

 

Mesmo assim ele não desistiu do país. Serge admira a forma como os brasileiros aproveitam a vida, inclusive durante a semana, após o trabalho, o que no Canadá só acontece às sextas-feiras e aos sábados. "Viver só no fim de semana? A vida acontece todo dia. Essa parte da cultura brasileira chama a minha atenção. Eu descobri que aqui temos como viver e aproveitar a vida", celebra o canadense que escolheu o Brasil por conta da Copa do Mundo de 2014 e dos jogos olímpicos de 2016. Com jogo de cintura, ele comprou um armário para usar como estúdio de rádio, para evitar o barulho das crianças e da rua. Conectado ao computador, ele permite entradas ao vivo com excelente qualidade, como se ele estivesse no estúdio do Canadá. "Pode ser o menor estúdio de rádio que você já viu e o mais quente, já que não é climatizado, mas o resultado é igual", brinca o correspondente, bem humorado.

 

Ainda no Rio de Janeiro, a equipe da GloboNews acompanha o russo Alexander Krasnov, correspondente da Sputik, trabalhando como intérprete no evento de uma empresa russa de energia atômica. Em ação e com domínio do nosso idioma, ele mostra as dificuldades e desafios da profissão e da língua. Em São Paulo, Leila Sterenberg visita o escritório do Financial Times e acompanha dois jornalistas, o australiano Joe Leahy e a inglesa Samantha Pearson, ambos no Brasil há cinco anos, em uma entrevista com uma brasileira desempregada.

 

O 'Clube dos Correspondentes' vai ao ar nas noites de domingo, às 23h30, na GloboNews.

 

Foto: O canadense Serge Boire no estúdio de rádio improvisado dentro de um guarda-roupa.

Crédito: Globo/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SexPrivé Club: Nova apresentadora

Cine Gloob apresenta mais de 40 filmes no mês de Maio

Imersão internacional