Fernanda Vasconcellos interpreta uma jornalista de sucesso no suspense "A Cisterna"


Com roteiro e direção de Cristiano Vieira, longa-metragem estreia no dia 09 de setembro, em formato VOD

Lorena Ribeiro é uma jornalista premiada, reconhecida nacionalmente, que vive um momento de plena ascensão na carreira. Seus planos são interrompidos da noite para o dia, quando ela é sequestrada e presa em uma cisterna. Lutar contra seus medos para sobreviver e desvendar o motivo do sequestro é o que move a trama deste angustiante thriller. Escrito e dirigido por Cristiano Vieira, o filme traz Fernanda Vasconcellos no papel da protagonista, o ator chileno Cristobal Tápia Montt como seu algoz, além de Juan Alba, Luíza Guimarães e grande elenco.

Inspirado em fatos reais, o longa leva o espectador a uma série de questionamentos e pré-julgamentos, de acordo como os acontecimentos vão sendo apresentados na tela. Em seu programa jornalístico em Brasília, a personagem Lorena revela o envolvimento de um importante político no desvio de recursos para obras, denuncia um suposto caso de pedofilia, fazendo com que um padastro perca a guarda de sua enteada, e vai contra as orientações do diretor, alegando liberdade editorial.

Enquanto brilha profissionalmente e atrai inimigos por conta de suas matérias, a protagonista tenta conciliar o trabalho com a criação de uma filha pequena. Segundo o diretor, Lorena foi inspirada na história de diversas mulheres, mães, que precisam se submeter a um mundo predominantemente machista e jogar pelas regras dos homens. O filme também levanta a discussão sobre audiência a qualquer custo e julgamentos precipitados.

"O filme discute muitas coisas, mas minha intenção prioritária era levar o espectador a fazer um julgamento baseado nas poucas informações que recebe e depois confrontá-lo a olhar por outro ângulo", comenta o diretor.

O personagem com origem chilena, vivido por Cristobal Tápia Montt ("Gloria Bell", "Madre", "El Presidente"), é apresentado como um homem conflituoso e enigmático. Juan Alba interpreta o diretor da emissora.

O filme foi rodado antes da pandemia, em setembro de 2019, na cidade de Brasília, e será lançado em formato VOD, no dia 09 de setembro, nas plataformas iTunes, Now, Google Play, Vivo e Oi. Sobre o formato, Cristiano acredita tornar mais acessível para o público "O aumento da quantidade de players, principalmente no VOD, ajuda a balancear esse sucateamento das conquistas do setor. Estamos nos adaptando a esses tempos difíceis, buscando outras formas de financiar os projetos".

"A Cisterna" faz parte da seleção oficial do New York Cinema Festival, tendo sua estreia internacional no festival que começará a partir do dia 24 de outubro. O filme também integrou a seleção oficial do Festival de Havana na edição de 2020.

SINOPSE

Jornalista de sucesso é sequestrada e mantida em uma cisterna. Ela tem que lutar contra seus medos para sobreviver, enquanto o sequestrador luta contra seus demônios para terminar o que começou.

SOBRE O DIRETOR

Cristiano Vieira atua desde 2002 no mercado audiovisual de Brasília. Em 2005 realizou o curta-metragem "BUCHE: Mais uma História", selecionado pelo 38º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Em 2017, lançou no 50º Festival de Brasília o longa-metragem documental "Um Domingo de 53 Horas", sobre o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, que estreou comercialmente no canal CINEBRASILTV este ano. Em 2019 lançou seu primeiro longa-metragem de ficção "Eu Sinto Muito", estrelado por Rocco Pitanga e Juliana Schalch, distribuído pela Elo Company. Atualmente está em set rodando "Made In Favela", cinebiografia que conta o início da trajetória do rapper brasiliense Hungria Hip Hop, e produzindo a série de animação infantil "O Extraordinário Circo do Bipo", premiados pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Publicitário de formação, Cristiano Vieira fundou a Studio 10 Filmes para atender o mercado publicitário, mas depois de dezenas de filmes para o mercado, decidiu que era hora de reposicionar a empresa como produtora de conteúdo e criou um núcleo de desenvolvimento de projetos. Foi idealizador e curador de duas edições do Pitching Studio 10, um edital destinado a roteiristas de todo o país, que premiou os projetos "Fronteiriço", de Antônio Balbino, e "Na Beira do Inferno", de Gilmar Saints.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto