‘Rainhas da Noite’, audiobook de Chico Felitti, será lançado com exclusividade pela Storytel




SEGUNDA PARCERIA DE CONTEÚDO ORIGINALS ENTRE O JORNALISTA E O APLICATIVO, OBRA CONTA A HISTÓRIA DE TRÊS TRAVESTIS QUE COMANDARAM A VIDA NO CENTRO DE SÃO PAULO ENTRE 1970 E 2000

O escritor e jornalista Chico Felitti, autor das obras "Ricardo & Vânia" e "A Casa", lançará pela Storytel - uma das líderes globais em streaming de audiobooks e e-books - sua nova história, "Rainhas da Noite". A novidade chega à plataforma em 29 de setembro exclusivamente em audiobook, depois do sucesso de "Mulher Maravilha", lançado em 2020.

Por meio de um trabalho investigativo, Felitti faz um levantamento inédito do cenário da comunidade LGBTQIA+ do centro de São Paulo entre os anos 1970 e 2000 - com destaque para as pouco conhecidas trajetórias de três travestis icônicas que comandaram a prostituição na região, em sequência: Jacqueline Blábláblá, Andrea de Mayo e Cris Negão - as "Rainhas da Noite".

"Essa investigação, que começou junto com a pandemia, conta uma história oral que se está esvaindo. Miss Biá, por exemplo, foi uma das primeiras pessoas que entrevistei para o audiobook e não viveu para ver o trabalho final, pois a perdemos para a COVID-19. A maior parte das informações não está em páginas de jornais da época ou em arquivos oficiais. Está na lembrança de quem conviveu com as rainhas da noite. O trabalho só foi possível pois contei com a generosidade de cem pessoas entrevistadas. Ter sua história contada é ter direito a um passado, no qual a gente se apoia para erigir um futuro de aceitação", conta Chico Felitti.

Dividido em 7 capítulos, o audiobook conta um lado da história que sofreu o que os pesquisadores chamam de "violência arquival", um apagamento que marginalizou por anos travestis, transexuais, transformistas e drag queens. Sem registros formais, somente inquéritos e boletins de ocorrência, o que restou de escrito sobre esta comunidade e as Rainhas da Noite são apenas notícias de assassinatos, assédios e prisões.

Tudo o que os registros burocráticos deixaram de fora, de exploração sexual a feitos artísticos e riqueza financeira, é resgatado no áudio por meio das memórias afetivas de mais de cem pessoas que conheceram as três controversas personagens. Além da ligação das "rainhas" com a criminalidade e, mais para o fim do período, o mundo das drogas, a obra traça um retrato da brilhante e espalhafatosa noite do centro paulistano desde os anos 70. Um mundo que chegou ao fim com a chegada de traficantes na área e a difusão do consumo do crack, depois dos anos 2000.

Quem dá voz à história de Felitti no audiobook é a atriz transexual Renata Carvalho, conhecida por ter encenado o papel de Jesus Cristo na peça teatral "O Evangelho Segundo Jesus Cristo, Rainha do Céu".

"É uma alegria emprestar minha voz para o audiobook. Histórias de travestis narradas por uma travesti. O livro de Chico Felitti traz luz à vida de travestis desamparadas pelo Estado, e que encontraram nas próprias travestis a força para resistir ao travesticídio e ao encarceramento em massa de nossas existências. O livro resgata nossa memória. É uma ode à nossa Transcestralidade. Evoé Traviarcado", diz Renata Carvalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto