EM COMEMORAÇÃO À SEMANA DE 22, TV CULTURA EXIBE O HOMEM DO PAU-BRASIL

Foto Divulgação TV Cultura
Foto Divulgação TV Cultura



 




 

FILME DIRIGIDO POR JOAQUIM PEDRO DE ANDRADE VAI AO AR NESTE DOMINGO (20/2), A PARTIR DAS 23H

 

Neste domingo (20/2), às 23h, a TV Cultura exibe O Homem do Pau-Brasil (1981), clássico do cinema brasileiro dirigido por Joaquim Pedro de Andrade. O filme integra a programação especial para celebrar o centenário da Semana de Arte Moderna (1922). Ao longo do mês de fevereiro, a emissora trouxe programas especiais, estreou uma série documental inédita e refletiu sobre os desdobramentos do acontecimento.
 

"Partimos da premissa que foi uma Semana que quase ninguém viu, mas que o Brasil nunca esqueceu. Então vamos analisar e debater a importância e seus ecos pelo país até hoje", analisa Enéas Pereira, Diretor de Programação da TV Cultura.
 

Dentro deste conceito, O Homem do Pau-Brasil mergulha na vida e na obra de Oswald de Andrade, ícone da Semana de 22. Representado simultaneamente por um ator e uma atriz (Flavio Galvão e Ítala Nandi), a figura do escritor é abordada em um clima de delírio antropofágico. O Oswald-macho é devorado pela Oswald-fêmea e se dá a criação da Mulher do Pau-Brasil, líder da revolução que instalará o matriarcado antropófago como regime político do País.
 

Na última semana, foram exibidos Macunaíma, também de Joaquim Pedro de Andrade, e O Rei da Vela, de José Celso Martinez Corrêa, que fez a sua estreia na TV aberta após décadas de sucesso em festivais e eventos.

 

O homem do Pau-Brasil (1981)
 

Longa-metragem / 35mm / cor / 102 min.

"Comédia, delírio rigoroso sobre a vida, paixão e obra do revolucionário escritor modernista Oswald de Andrade, representado simultaneamente por um ator e uma atriz, Flávio Galvão e Ítala Nandi. Os dois Oswalds partilham com Juliana Carneiro da Cunha, Regina Duarte, Cristina Aché, Dina Sfat e Dora Pellegrino as mesmas camas e idéias, até que estas os separem. Com a devoração de Oswald-macho pelo Oswald-fêmea, dá-se a criação da "mulher do pau-brasil", líder da revolução que instalará o matriarcado antropófago como regime político do país."
 

Direção: Joaquim Pedro de Andrade

Argumento/Roteiro: Joaquim Pedro de Andrade, baseado na obra de Oswald de Andrade

Co-roteirista: Alexandre Eulálio

Produção: Filmes do Serro Ltda., Lynxfilm S.A. e Empresa Brasileira de Filmes S.A, Embrafilme

Direção de produção: Wilson Marques de Araújo, Regina Helena Teixeira e Gilberto Loureiro

Produção executiva: César Mêmolo Júnior

Direção de fotografia: Kimihiko Kato

Câmera: Kimihiko Kato

Direção de arte / Cenografia: Helio Eichbauer e Adão Pinheiro

Figurinos: Diana Eichbauer

Técnicos de som: Jorge Antônio Vaz, Carlos Alberto Pereira e William O'Dwer Fogtman

Montagem: Marco Antonio Cury

Montagem de som: Denise Fontoura

Continuidade: Bruno Wainer e Isabel do Amaral

Direção musical: Rogério Rossini

Assistência de direção: Suzana de Moraes e Marco Antônio Cury

Assistência de produção: Jorge Sabino Gonçalves, Rogério Correia da Silva, Elizabeth G Costa, Sebastião L. Monteiro da Silva, Vera Lúcia Alves, Sheila Cardoso e Cida de Souza

Assistente de montagem: Sonia Branco

Assistência de câmera: Joel Alves Lopes e Roberto Santos Filho

Assistência de cenografia: Regina Dorighello
 

Elenco

Ítala Nandi, Flávio Galvão, Juliana Carneiro da Cunha, Regina Duarte, Cristina Aché, Lucélia Machiaveli, Paulo Hesse, Guaracy Rodrigues, Carlos Gregório, Maria do Carmo Abreu Sodré, Luiz Antonio Martinez Correia, Miriam Muniz, Luís Linhares, Susana de Moraes, Dina Sfat, Grande Othelo, Etty Frazer, Othon Bastos, Paulo José, Patrício Bisso, Marcos Fayad, Nelson Dantas, Wilson Grey, Sérgio Mamberti, Antônio Pitanga, Renato Borghi.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Pode preparar a pipoca!