Mackenzistas participam da série “Insight” do GloboPlay|

 

Partes do documentário foram gravadas no Mackenzie, campus Higienópolis

 

Os antigos alunos da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), Mário Biselli e Arthur Katchboarian, estão na segunda temporada da série documental Insight, do GloboPlay. Formados em 1985, os mackenzistas protagonizam o episódio dez e apresentam uma arquitetura que procura compreender e responder às transformações socioeconômicas e culturais do Brasil.

 

O convite para participar da série veio da produtora e foi recebido com muita honra, afinal, é um reconhecimento do trabalho de ambos ao longo dos anos. "Inesperadamente, o que me parecia uma mera documentação de carreira, apresentou-se como um momento de reflexão sobre estes mais de 30 anos de parceria e trajetória de um atelier, sempre em busca da excelência técnica e estética", apontou Katchborian.

 

O documentário expositivo conta com depoimentos dos arquitetos sobre suas vivências no ramo, inclusive de como surgiu a parceria do escritório e imagens de seus projetos. Mario Biselli, atual professor da UPM, destacou o projeto do Aeroporto de Florianópolis como um dos mais relevantes da carreira. Ele foi desenvolvido pelos dois arquitetos depois de terem vencido o concurso Público Nacional de Anteprojeto de Arquitetura e Urbanismo em 2004. "A importância deste concurso e a escala do projeto nos obrigaram a ampliar significativamente a estrutura do escritório", afirmou Biselli.
 

Os dois arquitetos formados no Mackenzie demonstraram satisfação por terem passado pela Universidade. "O Mackenzie é muito prestigiado, em todos os sentidos. Desde a escolha da profissão - só prestei vestibular para Arquitetura e Urbanismo na UPM -, passando pela oportunidade incrível de conhecer meu sócio e parceiro de jornada e, também, pela formação ampla e completa nesse universo tecnológico e humano que é exercer arquitetura", declarou Katchborian.

 

O professor Biselli também enxerga o Mackenzie como peça fundamental em sua vida profissional. Foi aqui que o professor se formou na graduação, nos anos 80, fez mestrado, em 2000, e o doutorado em 2014. "Desde 1999, sou professor do Departamento de Projeto da FAU, de modo que minha vida sempre esteve vinculada à Universidade, onde convivo com os alunos e com colegas professores brilhantes. No geral, a experiência acadêmica e o trabalho do escritório de arquitetura se complementam maravilhosamente ao Mackenzie", expressou.

 

O amor pela arquitetura

Questionado sobre o que significa ser arquiteto, o professor Biselli diz que é um modo de estar no mundo, observar a vida das pessoas e o modo como se apropriam do espaço e se movem através dele. "Conhecer as humanidades e a técnica, e o maravilhoso encontro destes saberes naquilo que o homem constrói. Observar o mundo e a beleza que há nele e procurar construir de modo a acrescentar beleza, jamais subtraindo-a", disse.

 

Já para Katchborian, ser arquiteto vai muito além de uma formação profissional. "Não se exerce Arquitetura, vive-se Arquitetura. Uma fusão da pessoa e do profissional. Tudo lhe transforma, o que por sua vez tenta transformar seu entorno. Ser arquiteto é lidar com a comunhão da tecnologia e o Belo na transformação de uma sociedade", finalizou.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Pode preparar a pipoca!