Terceira temporada do 'The Masked Singer Brasil' estreia dia 22 de janeiro

TV GLOBO

Ivete Sangalo e Priscilla Alcantara falam sobre expectativa para a temporada

Mistérios não param de surgir no 'The Masked Singer Brasil', que estreia dia 22 de janeiro nas tardes de domingo da TV Globo. A comandante Ivete Sangalo ressalta que a nova temporada está mais dinâmica e que para ser um mascarado é preciso acreditar na fantasia. "Essa é a terceira temporada, e esse programa é um sucesso! Tem muita potência artística e de entretenimento. E, partindo das experiências das temporadas anteriores, agora dinamizaram ainda mais. Para ser um mascarado tem que acreditar na fantasia e tem que se divertir. Eu vi muita gente que saiu e falou: 'a dança não era o meu forte, a música não era o meu forte, essa experiência não era o meu forte'. E acabou vivendo uma experiência muito linda, vitoriosa e com muitas descobertas. Então, eu acho que o 'The Masked Singer Brasil' é sobre acreditar que é possível fazer as coisas", conta.
 
Nos bastidores, Priscilla Alcantara está atenta a todos os detalhes e empenhada para descobrir pistas sobre os mascarados. "Está muito difícil, acho que a seleção do elenco foi muito massa porque, de fato, está despertando ainda mais curiosidade. Nenhum personagem está óbvio, tem muita pegadinha. Se o público gosta de mistério, com certeza essa temporada vai entregar ainda mais", adianta.
  
No programa, nomes conhecidos do público se enfrentam em um desafio musical que reúne performance, mistério e diversão para toda a família. A competição conta com diversas personalidades já conhecidas pelo público, mas fantasiadas da cabeça aos pés, que tentam até o último momento manter suas verdadeiras identidades em segredo. Resta a cada um dos jurados, além de julgar, tentar adivinhar – junto ao público – quem é o artista mascarado. Durante as apresentações algumas dicas surgem. Nos dois primeiros programas, a plateia avalia os shows, e os dois menos votados partem para o combate final, um dueto. Cabe aos jurados, então, escolherem quem será desmascarado e quem segue na competição. 
 
O 'The Masked Singer Brasil' é uma coprodução TV Globo e Endemol Shine Brasil, baseado no formato sul-coreano criado pela Mun Hwa Broadcasting Corp, tem direção artística de Adriano Ricco (TV Globo) e direção de Marcelo Amiky (Endemol Shine Brasil). 
 
Entrevista com Ivete Sangalo 
 
O que o público pode esperar de diferente nesta nova temporada do 'The Masked Singer'? 
Essa é a terceira temporada, e esse programa é um sucesso! Tem muita potência artística e de entretenimento. As fantasias são maravilhosas, a dinâmica do reality é incrível, os jurados são sensacionais, tem a Priscila... Enfim, um grupo de pessoas ali engajadas na produção desse entretenimento, fazendo com que ele seja potencializado o todo tempo. E, partindo das experiências das temporadas anteriores, agora dinamizaram ainda mais. Temos outra dinâmica, como a aposta secreta, por exemplo. Na primeira apresentação de cada mascarado os jurados palpitam, e quem acertar o maior número de palpites ganha a temporada junto com o mascarado vencedor. Um programa completamente fluído e dinâmico.  
 
Depois de duas temporadas, o que ainda te encanta no 'The Masked Singer'? 
Indiscutivelmente, as fantasias. As músicas, os espetáculos e, claro, o momento de desmascarar o convidado. A fantasia chegando, contando um pouco do personagem e das características de cada um, isso é genial. A gente vai ficando envolvido e é muito legal.  
 
Temos a chegada de dois novos jurados, Mateus e Sabrina. Como está sendo recebê-los e de que forma eles acrescentam ao programa? 
Alegria. Eu acho que o fato deles estarem chegando agora, trazendo muito das suas personalidades, dá um ritmo diferente para o programa, uma outra maneira de abordarmos outros caminhos que esse reality tem! A gente bateu uma bola de uma forma muito consistente, coerente e divertida. Impressionante a maneira como Sabrina chegou completamente inteirada do programa. A energia dela é ótima, ela é uma fantasia, uma alegria! Sabrina é uma pessoa que se comunica, ela tem um carisma absurdo. Mateus é um cara do teatro e da televisão, então ele trouxe muitas coisas novas. Sabrina tem um potencial de humor absurdo e Mateus também. Então a gente tem ali uma bancada muito feliz e divertida. 
 
O que você acha que é preciso para ser um mascarado? 
Ah, tem que acreditar na fantasia e tem que se divertir. Eu vi muita gente que saiu e falou: 'a dança não era o meu forte, a música não era o meu forte, essa experiência não era o meu forte'. E acabou vivendo uma experiência muito linda, vitoriosa e com muitas descobertas. Então, eu acho que o 'The Masked Singer Brasil' é sobre acreditar que é possível fazer as coisas.  
 
Nesta temporada as fantasias estão mais brasileiras, algumas até foram pedidas pelo público de casa, muito ativo nas redes. Você acompanha os palpites e sugestões do público nas redes sociais? 
A gente tem muito a oferecer, a nossa força cultural e a nossa diversidade pelo tamanho desse país continental. Em cada região desse país a gente tem histórias, folclore. Culturalmente somos muito ricos de personagens, de músicas e tantas coisas. Então essa foi uma premissa. Nós temos no Brasil infinitas possibilidades para essas fantasias. O programa é feito para o público, então nada mais justo do que pedir a colaboração e a participação das pessoas que nos acompanham na hora de conceber o programa. O público que nos norteia. 
 
Entrevista com Priscila Alcantara 
 
Depois de duas temporadas, o que ainda te encanta no 'The Masked Singer Brasil'? 
É um programa cheio de muita magia. É mais sobre deixar a arte acontecer, deixar a magia acontecer, então isso traz uma leveza muito legal para o programa. Acho que é isso que a gente precisa, consumir coisas leves, coisas que são despretensiosas. Então tudo é sobre a mágica do programa, sobre os personagens que a gente criou e esse universo do 'The Masked Singer Brasil'.
 
O que o público pode esperar desta terceira temporada do programa? 
Acho que tem muitas novidades, não só no formato, mas nas apresentações. Eles estão criando vários medleys, isso está deixando as apresentações ainda mais interessantes. Está muito difícil, acho que a seleção do elenco foi muito massa, porque, de fato, está despertando ainda mais curiosidade. Nenhum personagem está óbvio, tem muita pegadinha. Se o público gosta de mistério, com certeza essa temporada vai entregar ainda mais
 
Como foi ver as fantasias desta temporada pela primeira vez? 
Eu acho que é a parte mais legal, né? Ver pela primeira vez, é o que me deixa mais ansiosa. Assim como ver a primeira apresentação, porque é a primeira vez que a gente vai ver a fantasia no palco, com a voz da celebridade, com a performance, e as fantasias estão muito lindas, estão todas imponentes, num nível muito alto.
 
Nesta temporada as fantasias estão mais brasileiras, algumas até foram pedidas pelo público de casa muito ativo nas redes. Você acompanha os palpites e sugestões do público nas redes sociais? 
Eu adoro acompanhar desde que fui mascarada, porque o máximo que eu podia fazer era acompanhar pela internet em silêncio, mas era muito legal ficar vendo o que a galera comentava, sem poder falar nada. Eu acho que quanto mais o público cria intimidade com o programa, mais engajado fica, mais participativo. Então isso é muito legal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Influenciadora Stephanie Silveira posta fotos sensuais do seu dia a dia na Privacy

Pode preparar a pipoca!

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS