Influencer negra fala da importância de ter uma personagem negra como protagonista do Sexy And the City








O que programas como Friends, Sexy And City, How I Met Your Mother, e outros nos mostram sobre racismo estrutural.



A nova série que conta a história das protagonistas de 'Sex and the City' intitulada 'And Just Like That', já começou a ser gravada, sem grandes surpresas no elenco, além da falta da protagonista, Samantha Jones (interpretada por Kim Cattrall).



A fashionista, Carol Tozaki, problematizou em suas redes sociais como "Trazer de volta séries com protagonismo 100% branco, sem fazer um update para o deixar mais plural, pode ser prejudicial".



Carol também alfinetou série com vários protagonistas brancos que foram grandes sucessos nos anos 90 e começo dos anos 2000, como Friend e How I Met Your Mother. "Acho que quem fez um bom trabalho nisso foi Gossip Girl, que fez um remake e deu voz a muito mais que apenas a alguns brancos com cara de modelo da Vogue".



"Eu sou fã de 'Sex and the City' mas tenho medo do que séries sobre brancas privilegiadas podem fazer com um sistema que ainda está começando a se abrir para novas vozes".



Carol disse que espera ver um personagem negro desempenhando um papel importante na nova série, principalmente após o corte da única personagem que trazia a série assuntos mais relevantes como a liberação sexual da mulher e a vida sexual ativa que Samantha trazia, sendo a mais velha do grupo.



Fotos: Camilla Sella e Sergio Loshak / CO ASSESSORIA



 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto