Estrelado por Stellan Skarsgård, ‘Ficaremos bem’, indicado pela Noruega para concorrer a uma vaga no Oscar 2021, estreia em 1/10





EXIBIDO NOS FESTIVAIS DE BERLIM E DE TORONTO, LONGA ESTARÁ DISPONÍVEL PARA COMPRA E ALUGUEL EM PLATAFORMAS DIGITAIS

O drama "Ficaremos Bem" ("Hope"), indicado pela Noruega para disputar uma vaga na categoria de Melhor Filme Internacional do Oscar 2021, estará disponível a partir de 1º de outubro para compra e aluguel nas plataformas digitais Claro Now, Amazon Prime, Vivo Play, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes.

Distribuído pela Synapse Distribution, o longa acompanha o casal Anja e Tomas, juntos há 20 anos, e os desafios do relacionamento após a descoberta de um câncer. Assista ao trailer aqui .

Na véspera do Natal, Anja (Andrea Bræin Hovig, de "Armadilha do Caçador") recebe um diagnóstico de câncer terminal. Ao lado do companheiro, Tomas (Stellan Skarsgård, de "Chernobyl"), eles precisam decidir como contar para a família a situação. Anja percebe que, mais do que nunca, o casal terá de se unir para proteger os filhos. Em meio a sensação do luto prematuro e dos medos vividos por Anja, os dois lutam para resgatar o amor que os uniu. Escrita e dirigida por Maria Sødahl, a produção é baseada nas experiências pessoais da cineasta.

Sobre a diretora:

Maria Sødahl formou-se em Direção na Danish Film School. Após uma série de curta-metragens, Sødahl lançou em 2010 seu primeiro longa-metragem, "Limbo", que ganhou prêmios em diversos festivais internacionais. "Ficaremos Bem" é seu segundo filme e já foi reconhecido nas categorias Melhor Atriz e Melhor Design de Produção no Amanda Awards, considerado o Oscar Norueguês, e no Festival de Berlim 2020, na categoria Label Europa Cinemas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto