O E! ENTERTAINMENT ESTREIA ‘VOZES DO E!’, DOCUMENTÁRIO COM NARRAÇÃO DE ZEZÉ MOTTA QUE DISCUTE A POSIÇÃO DA MULHER NAS TELAS E NA SOCIEDADE



"Não é só ter voz. É preciso gritar!" A fala da escritora Isabel Dias sintetiza o sentimento das mulheres no filme-experimento que discute os (pre)conceitos refletidos nas produções audiovisuais. Afinal, o que é representatividade?

Zezé Motta, narradora do documentário, durante pocket show na pré-estreia de 'Vozes do E!'


São Paulo, 10 de novembro de 2021 - "Por que ainda é tão difícil ver e ouvir a pluralidade de vozes das mulheres do mundo e suas incríveis histórias nas telas?". Com sua voz potente, a atriz Zezé Motta convida os espectadores a uma reflexão. Afinal, ela é uma artista que lutou para conquistar espaço no audiovisual e ir além dos papéis estereotipados reservados a uma mulher negra. Com esse olhar e com muito orgulho, o E! Entertainment tem o prazer de anunciar a estreia do documentário VOZES DO E!, uma produção original que reúne mulheres diversas, cujas vozes precisam ser ouvidas e cujas figuras merecem destaque em qualquer tela. O VOZES DO E! vai ao ar terça-feira, 16 de novembro, às 22h, no E! Entertainment.

Guiado pela voz de Zezé Motta, o documentário dirigido por Paula Sacchetta traz sete mulheres em uma conversa íntima, franca e necessária sobre representatividade, racismo, machismo, gênero e padrões de comportamento e beleza que estão enraizados no imaginário coletivo e nas estruturas sociais, e são conceitos fortalecidos pela indústria do audiovisual. Nas telas, as mulheres são vulneráveis, jovens, brancas e com corpos magros, feitos para as fantasias e desejos masculinos.

O VOZES DO E! é um filme-experimento que parte da ideia de questionar esses estereótipos ao fotografar mulheres em posições e situações que raramente vemos na mídia: uma negra como CEO de uma empresa; uma loira boxeadora; uma mulher de mais de 60 anos com lingerie sexy; uma princesa oriental de cabelos ondulados; uma transexual astronauta; uma miss gorda e uma jovem negra como presidente do Brasil.

As fotos são mostradas nas ruas e as reações das pessoas são ouvidas por essas mulheres. Elas discutem essas vozes que, muitas vezes, são opiniões difíceis de ouvir, mas que precisam ser superadas, ultrapassadas e ressignificadas. Afinal, a construção de novos imaginários traz novas possibilidades.

"O meu propósito é mudar o imaginário das pessoas do que é ser uma modelo bem-sucedida. Quando as pessoas olham para mim e conseguem enxergar essa possibilidade, muda muita coisa", fala a modelo Rita Carreira. A escritora Isabel Dias vai contra o que viu na tela da televisão: "Uma pessoa que me inspirou a não ser como ela foi a Dona Benta, de avental e birote, gente! Meu cabelo é branco, mas eu não sou a Dona Benta, não!"

Para a atriz e comunicadora Carinna Morena, as pessoas precisam abrir os olhos e perceber que a mulher pode compor diversos cenários. "Se uma menina não está sonhando em ser astronauta e um menino sonha, tem alguma coisa errada com a sociedade", diz.

Participam ainda do filme-experimento Luana Tanaka (atriz), Mafoane Odara (psicóloga e executiva de RH), Natallia Rodrigues (atriz, publicitária e psicóloga), e Neon Cunha (publicitária e ativista). Toda a conversa é permeada por depoimentos de personalidades como a drag queen, professora e apresentadora Rita Von Hunty, a atriz Maria Bopp, a apresentadora e cineasta Marina Person, a modelo Miranda Luz e a cantora e compositora Elza Soares.


"A luta contra o estereótipo e a invisibilidade da mulher negra nas telas é a luta da minha vida. Este é o meu lugar de fala. Minha carreira foi cheia de altos e baixos. Comecei com o pé direito, com uma peça de Chico Buarque de Hollanda e depois teve uma outra fase muito complicada, pois me chamavam sempre para fazer os mesmos personagens: a empregada, a serviçal... O problema não era fazer a empregada. O problema é que elas não tinham voz. Elas viviam a reboque dos personagens brancos. Tive de lutar muito contra isso, denunciar." (Zezé Motta)
VOZES DO E!, produção do E! Entertainment realizada com a Mood Hunter por uma equipe formada 99% por mulheres, é um documentário que representa uma amostra do que o audiovisual brasileiro pode fazer para amplificar as vozes femininas, diversas e potentes, que não aceitam mais serem caladas, inaudíveis e ignoradas. O desfecho dessa história está sendo construído por muitas outras vozes que acolhem, se identificam e percebem que não estão sós nessa caminhada.


VOZES DO E! estreia terça-feira, 16 de novembro, às 22h, no E! Entertainment.


Carrina Morena
Natállia Rodrigues
Mafoane Odara
Luana Tanaka
Rita Carreira
Neon Cunha
Rita Carreira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto