Gabigol é a estrela de ‘Predestinado’, original Globoplay que estreia neste domingo na plataforma

GLOBOPLAY
Artilheiro que acaba de ser tornar bicampeão pelo Flamengo é tema de documentário de quatro episódios que traz depoimento de familiares, colegas de elenco e ex-treinadores
No braço esquerdo, a tatuagem de um homem carregando um filho nas costas. Em volta da imagem, a frase "muitos falam, poucos sabem". Homenagem ao pai, Valdemir, que por diversas vezes o colocou no ombro para subir o Morro do Montanhão, em São Bernardo do Campo, após pegarem seis conduções – três para ir e outras três para voltar – ao longo do dia para o garoto treinar no São Paulo. Ao nascer, já recebeu um desafio. O parto com fórceps fez um machucado na cabeça. Por mais de uma semana ficou na incubadora. Venceu, porque ele veio para isso ao mundo. Os poucos que sabiam desta história lá atrás agora serão multiplicados. Porque o filho primogênito de Lindalva hoje é um homem de 24 anos, idolatrado por uma nação. 'Predestinado', a mais nova produção original Globoplay produzida pelo Esporte da Globo, estreia neste domingo, dia 28. Conta a trajetória de Gabigol, o centroavante que precisou de apenas duas temporadas para entrar na galeria dos maiores ídolos da história do Flamengo. O título brasileiro conquistado na última quinta-feira foi o sétimo desde que chegou ao clube, em janeiro de 2019. E honrando a tradição, passou diretamente pelos pés dele, que fez o gol da vitória no confronto diante do Internacional, na penúltima rodada, que colocou o Flamengo na liderança.  
 
Dividido em quatro episódios, 'Predestinado' tem a direção de Gustavo Gomes e Marcelo Pizzi. Um material feito durante 11 meses, que repassa toda a trajetória do jogador que desembarcou na Baixada Santista após ter encantado Zito, bicampeão mundial com a seleção brasileira nas Copas de 1958 e 1962. Foi ele quem convenceu a família a deixar tudo para trás e ir para o Santos. "Vamos contar história de um ídolo polêmico, carismático, que conseguiu transcender o futebol e conquistar popularidade entre crianças e adultos. O olhar do núcleo de documentários do Esporte está voltado para essas grandes histórias que merecem ser contadas. Depois do grande sucesso de 'Doutor Castor', estamos estreando mais dos projetos na próxima semana, 'Predestinado' no Globoplay e 'Acesso Total' no SporTV, com todos os bastidores da temporada do Corinthians.", afirma Gustavo Poli, Diretor de Programas e Conteúdo Digital do Esporte da Globo.
 
"O sucesso de 'Doutor Castor', que em apenas duas semanas atingiu marcas expressivas de consumo no Globoplay, prova que o público gosta das histórias e originalidade que o esporte pode apresentar. 'Predestinado' reforça a nossa oferta deste tipo de conteúdo, que já conta com outras séries de sucesso como 'Até o Fim', que narra a trajetória do Flamengo na Libertadores. Outras séries já estão sendo desenvolvidas para o lançamento ainda em 2021", destaca Ana Carolina Lima, Head de Conteúdo do Globoplay.
 
Foram entrevistadas pessoas importantes na formação do jogador: os pais, ex-treinadores como Muricy Ramalho, Jorge Jesus e Dorival Júnior, além Serginho Chulapa, centroavante de sucesso na década de 1980 e integrante da comissão técnica do time profissional do Santos, também marcado pelo temperamento forte. Companheiros de equipe, como Arrascaeta e Filipe Luis também foram ouvidos. "O Gabriel gosta de pressão. Ele foi criado e se sente bem na pressão. O problema dele, no meu modo de ver, é quando não tem pressão. Talvez nas maiores adversidades a gente vai ver o melhor Gabriel", atesta o lateral-esquerdo rubro-negro. "Realmente eu gosto dos momentos decisivos. Estes jogos perigosos para muita gente, eu vejo de forma diferente", garante Gabriel. 
 
O primeiro episódio desta produção narra a origem humilde, o surgimento do apelido e como foi sendo lapidado o estilo marrento. No segundo, a experiência frustrada na Europa. Vendido muito jovem, não consegue se firmar. A volta ao país e ao clube que o formou para se reerguer. Depois disso, o passo determinante para a carreira, a ida para o Flamengo. Na terceira parte do material, a atuação mais importante que teve na carreira, na final da Libertadores de 2019, quando marcou, nos minutos finais, os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o River Plate, da Argentina e fez o Flamengo conquistar a América do Sul novamente após 38 anos. O próprio jogador conta alguns detalhes inéditos dos bastidores daquela decisão. Por fim, os desafios de uma temporada marcada por três mudanças de treinadores e uma pandemia, que terminou com mais um troféu nacional na galeria rubro-negra.
 
"O Gabigol é definitivamente um fenômeno à parte no nosso futebol há algum tempo. Tem uma imagem simbólica, em Porto Alegre, de um menino que ia entrar em campo com o time do Grêmio e fica emocionado ao receber de presente a camisa do Gabigol. Este foi um gatilho para despertar a nossa atenção de que merecia uma obra sobre a vida dele. Já conseguiu um feito que é muito importante, que é ser um grande ídolo da torcida do Flamengo. Está na galeria dos grandes. Ele conseguiu essa façanha tanto pelo que fez dentro de campo como pelo jeito dele. Não é qualquer um que chega num clube como o Flamengo e faz isso", ressalta o diretor e roteirista Marcelo Pizzi.
 
BATE-BOLA
 
GUSTAVO GOMES – Diretor e roteirista de 'Predestinado'
 
Como surgiu a ideia de explorar a história do Gabigol, indo além da passagem dele pelo Flamengo?
O argumento da série é do Marcelo Pizzi. Ele me procurou dizendo que tínhamos de tentar descobrir por que o Gabigol é objeto de tanta idolatria por parte dos torcedores e, especialmente, das crianças . Mergulhamos a fundo na origem e descobrimos aspectos da criação dele que explicam porque é tão focado e gosta da pressão. Quem assistir vai entender as pressões a que ele está submetido desde uma idade muito tenra . E ver como a família apostou tudo no sonho dele de se tornar um jogador profissional . 
 
Durante as gravações, qual foi a descoberta sobre o jogador que chamou mais a sua atenção?
O Gabriel tem uma personalidade muito forte. Isso não é segredo. Mas o processo que ele criou para separar a vida de jogador, a fama, e as pressões da carreira, foi a maior surpresa . Ele tem um foco e uma consciência das suas ações muito grande e se permite soltar dentro de campo toda a energia acumulada numa aparente timidez e leveza no dia a dia. É um personagem complexo, que provoca amor ou ódio dentro e fora de campo. Mas acima de tudo, tem uma família e pessoas em volta que não perdem o olho no principal, que é proteger a imagem dele como jogador. Já dentro de campo, aprendi com os companheiros que o Gabriel é uma fonte de energia, que vive a vibração da torcida e é capaz de sacrifícios para conseguir seus objetivos. O apelido dele não é à toa : Gabriel Barbosa só pensa no gol. E apesar de marcar muitos, ele não se importa em passar a bola e dividir a glória. Mas quer sempre fazer tudo da maneira dele. E não se importa se esse jeito for mais difícil.
  
Trailer de 'Predestinado': https://globoplay.globo.com/v/9302607/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

SÉRIE INÉDITA DO TLC ACOMPANHA CASAIS QUE COMEÇARAM SUAS HISTÓRIAS DE AMOR DENTRO DA CADEIA