HBO DIVULGA SINOPSES OFICIAIS DA SÉRIE DOCUMENTAL ‘TRANSAMAZÔNICA - UMA ESTRADA PARA O PASSADO’





São Paulo, 24 de fevereiro de 2021 - Com direção de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, TRANSAMAZÔNICA - UMA ESTRADA PARA O PASSADO é uma série documental brasileira que mostra a história do projeto de construção e o estado atual da rodovia. A produção de seis episódios tem estreia semanal todas às quinta-feiras, às 21h, no canal HBO MUNDI e na HBO GO .

Resultado de uma coprodução com a Ocean Films, a série documental narra detalhes sobre este marco que foi idealizado e teve as obras iniciadas durante o governo do presidente Emílio Garrastazu Médici, no fim dos anos 60. Com o objetivo de unificar a nação, sua construção foi uma saga gigantesca e o maior exemplo das obras faraônicas do governo militar brasileiro. A estrada, que promoveria a integração nacional cortando o País de leste a oeste, ficou mais conhecida por ligar a fome do Nordeste com a miséria da Amazônia, e teve sua construção abandonada.

Abaixo, as sinopses da série documental, cujos dois primeiros episódios já estão disponíveis na HBO GO .



Episódio 1: "TUDO COMEÇA NO MAR DO NORDESTE"

O episódio inicial introduz a origem da estrada e o contexto sócio-político que fomentou sua realização, incluindo as razões que levaram os militares a se lançarem na construção de uma obra de proporções faraônicas, mesmo sem saber qual o real impacto de suas ações e as consequências ambientais e humanas que perdurariam até os dias de hoje. Delfim Neto (ex-Ministro do Planejamento do governo Militar) relembra a ideia do Presidente Medici para acabar com a pobreza no Nordeste.

Episódio 2: "DA GUERRA DE GUERRILHA A GUERRA PELA TERRA"

Neste episódio são exploradas as cicatrizes que a Guerrilha do Araguaia e a feroz repressão dos militares deixaram na região do Bico do Papagaio, no Tocantins, nos anos 1970, e que submeteram os ribeirinhos, camponeses e os índios da região a um domínio de terror que só terminou com o extermínio dos militantes e seus simpatizantes. Anos depois, a região ainda é palco de violentos conflitos entre latifundiários, grileiros, sem-terra, populações tradicionais e pequenos agricultores.

Episódio 3: "UM SONHO DE BRASIL NOVO"

Estreia: Quinta-feira, 25 de fevereiro, às 21h, no canal HBO MUNDI

Neste episódio é abordado o projeto de colonização do governo militar, a começar por Altamira, coração da estrada que rasgou a floresta com seus tratores. Ali a estrada foi inaugurada por Médici com a missão de ser um exemplo para a integração da região a ser realizada através da colonização maciça e com o objetivo de ser um polo de produção agrícola. Ali, recentemente, foi construída a usina de Belo Monte, a obra mais polêmica da região. A história se repete: mais um grande projeto de infraestrutura levanta dúvidas sobre sua eficiência.

Episódio 4: "VETORES DA DESTRUIÇÃO"

Estreia: Quinta-feira, 04 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI

A produção explora como a estrada acelerou os principais vetores de degradação da floresta o desmatamento predatório, a venda ilegal de madeira, garimpo e a mineração. Recentemente a expansão da soja que tinha seu epicentro no centro-oeste começa a chegar na transamazônica levantando uma sombra sobre o futuro da região. A partir dos personagens apresentados, o quarto capítulo da série aborda temas chaves para o destino da floresta amazônica, jogando luz sobre as ações predatórias que seguem agindo de forma perversa.

Episódio 5: "A ESTRADA E AS TERRAS DOS ÍNDIOS"

Estreia: Quinta-feira, 11 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI

Os Mundurukus e a luta contra São Luiz do Tapajós são o tema central deste episódio. A produção ilustra a história de populações que se viram em conflitos, disputas com empreiteiros, colonos, garimpeiros, madeireiros, grileiros e com os planos do governo federal de ocupar suas áreas sem pedir licença ou respeitar seu território milenar.

Episódio 6: "A FLORESTA SE IMPÕEM E A ESTRADA É ABANDONADA"

Estreia: Quinta-feira, 18 de março, às 21h, no canal HBO MUNDI

Tema: O passado e o presente se encontram ao final da estrada, escancarando fragilidades e contradições. Percorrendo o trecho mais selvagem, o último episódio da série trata da vitória da floresta sobre a construção. A ideia de progresso deixa visível suas consequências: desordem social e doenças endêmicas, como a malária. A parte final do documentário reflete sobre grandes projetos de desenvolvimento da Amazônia e promove questionamento sobre o futuro dos novos empreendimentos que pretendem domesticar a maior floresta tropical do mundo.

TRANSAMAZÔNICA - UMA ESTRADA PARA O PASSADO tem produção de Roberto Rios, Eduardo Zaca, Patricia Carvalho e Rafaella Giannini, pela HBO Latin America Originals, e de João Roni Garcia e Nuno Godolphim, da Ocean Films. Com direção de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, que também assina o roteiro ao lado de Thiago Iacocca e Nuno Godolphim, a série documental conta com recursos da Condecine - Artigo 39.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

SÉRIE INÉDITA DO TLC ACOMPANHA CASAIS QUE COMEÇARAM SUAS HISTÓRIAS DE AMOR DENTRO DA CADEIA

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC