CONHEÇA A HISTÓRIA REAL POR TRÁS DE “CANDY”, MINISSÉRIE DISPONÍVEL NO STAR+

Desenho de um círculo    Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

 

No drama criminal exclusivo da plataforma, Jessica Biel interpreta Candy Montgomery, acusada de matar sua amiga Betty Gore com 41 machadadas

 

TRAILER: https://youtu.be/1RiBD8PxoKY


 

Estrelada por Jessica Biel, a minissérie "Candy", disponível exclusivamente no Star+, é um drama criminal baseado em acontecimentos reais. A produção conta a história da americana Candy Montgomery, que matou friamente sua amiga Betty Gore (Melanie Lynskey) e ficou conhecida como "assassina do machado". Na trama, Candy é mãe, dona de casa e parece ter tudo o que é socialmente esperado: um bom marido, dois filhos e uma linda casa. Ela tem, inclusive, o cuidadoso planejamento e execução dos "pequenos pecados". Mas quando a pressão do desconforto começa a crescer dentro dela, suas ações pedem por um pouco de liberdade.

 

A história real

Homem e mulher sentados no sofá    Descrição gerada automaticamente

Timothy Simons e Jessica Biel interpretando Pat e Candance

 

Candance Lynn Montgomery cresceu em uma família religiosa da Igreja Metodista e teve dois filhos com o engenheiro eletrônico Pat Montgomery (interpretado por Timothy Simons), com quem vivia no Texas. Ela dava aulas de religião e tinha uma pequena firma de decoração com uma amiga.

 

Ela e o marido frequentavam a mesma Igreja Metodista que outro jovem casal, Betty e Allan Gore (Pablo Schreiber), e os quatro se aproximaram. Candy e Allan se aproximaram um pouco mais, no entanto. No verão de 1978, os dois se encontraram para jogar vôlei na quadra da igreja e sentiram uma forte atração um pelo outro, passando a manter, então, uma relação extraconjugal.

 

Pessoas sentadas no chão    Descrição gerada automaticamente

Jessica Biel e Pablo Schreiber como Candy e Allan em 'Candy'

Allan já tinha uma filha e, em 1979, enquanto mantinha o relacionamento com Candy, teve uma segunda criança com sua esposa, Betty. Desconfiada da traição do marido, Betty desenvolveu depressão pós-parto e Allan resolveu se dedicar mais ao casamento, afastando-se de Candy.

 

Homem e mulher sentados no sofá    Descrição gerada automaticamente

Melanie Lynskey como Betty e Pablo Schreiber como Allan em 'Candy'

 

 

O crime

Homem dirigindo carro    Descrição gerada automaticamente com confiança média

Jessica Biel como Candy Montgomery

 

O corpo da amiga de Candy, Betty Gore, foi encontrado por vizinhos com 41 machadadas, em junho de 1980. Isso aconteceu quando seu marido, Allan, estava viajando a trabalho e a filha mais velha do casal passava uns dias na casa dos Montgomery.

 

Homem em pé em frente a espelho    Descrição gerada automaticamente

Jessica Biel como Candy Montgomery

 

Candy Montgomery logo se tornou a principal suspeita pelo assassinato, pois deixou rastros no local do crime. Além disso, Allan também contou à polícia sobre o relacionamento entre os dois.

 

A sentença

Homem sentado em frente a armário de madeira    Descrição gerada automaticamente com confiança média

Jessica Biel como Candy Montgomery

 

No fim, Candy foi inocentada pelo júri, que considerou o assassinato de Betty como autodefesa. Durante o julgamento, ela contou que foi à casa da vítima em determinado dia para buscar um maiô da filha da amiga, quando as duas começaram a conversar e Betty a confrontou sobre o caso com o marido, resultando em uma briga.

 

Mulher em pé ao lado de homem    Descrição gerada automaticamente com confiança baixa

Jessica Biel e Melanie Lynskey como Candance Montgomery e Betty Gore

 

Candy alegou que foi atacada primeiro com o machado, mas que conseguiu empurrar a ex-amiga e pegar o machado, atacando-a com vários golpes.

 

Confira mais sobre essa história em "Candy", minissérie exclusiva já disponível no Star+.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NICKELODEON ESTREIA SPYDERS

Formula E

Festival #ConverseComOutrasIdeias debate sustentabilidade na semana do Dia Mundial do Meio Ambiente