Patrick Santos lança "Pausa: O intervalo do mundo"


Em seu primeiro filme, o autor do livro best seller "45 Do primeiro tempo" reflete sobre a importância da pausa e a necessidade de repensarmos o tempo neste período pandêmico.

Em 2018, com uma jornada intensa e desgastante de trabalho, o jornalista e escritor Patrick Santos se despertou para a necessidade de repensar sua forma de viver.

Dois anos depois, um vírus chamado corona obrigou o mundo inteiro a fazer o mesmo: parar o relógio para um longo intervalo. E, neste cenário de incertezas e reflexões, Patrick Santos lança seu primeiro filme: Pausa: O intervalo do mundo, uma produção da Drover Filmes e Panflix, que estreia oficial nesta sexta-feira, 5 nos canais da Panflix.

O filme, narrado pelo jornalista que trabalhou por duas décadas na Rádio Jovem Pan, traz uma série de depoimentos de personalidades de diversas áreas do conhecimento sobre os aprendizados que tiraram da pandemia. São trechos de suas entrevistas no podcast "45 Do Primeiro Tempo", nome que também intitulou a primeira obra literária do jornalista, lançada em 2019.

"Não foi à toa que o mundo parou. Trânsito nas ruas, aeroportos lotados, poluição e estresse. Viciados na pressa, nós já estávamos absortos em rotinas estafantes e muitas vezes sem sentido. Precisávamos parar. 'Pausa' reflete justamente sobre isso: o que estamos fazendo de nossas vidas; será que não está na hora de olharmos um pouco mais para dentro de nós, de buscar uma vida mais interior?", afirma Patrick Santos.

A reflexão que Patrick Santos propõe, e que já vem fazendo há dois anos, está muito relacionada também ao futuro do trabalho, que hoje vive um de seus momentos de maior incerteza e mudança.

"Se o mundo corporativo hoje tem um desafio, ele tem a ver com gestão de pessoas: nós todos e cada um de nós precisamos de tempo, tempo de escuta, tempo de reflexão e tempo para viver nossa essência, dentro e fora do trabalho", diz o jornalista.

O que, de fato, é necessário para a nossa existência? Onde entra o trabalho em nossas vidas. "Pausa" fala sobre esta oportunidade que estamos tendo de olhar a vida sob outra perspectiva, sobre a consciência da nossa finitude, reforçada pela pandemia, entre tantas outras coisas.

"Pausa tem uma narrativa muito coerente, coerente com a história do Patrick. É um filme muito bem editado, um trabalho de altíssima qualidade. Espero que este material vá para o mundo e chegue para quem merece e precisa. Parabéns", diz Márcio Libar, que está presente no filme.

"O filme está lindo, tem muita sensibilidade. É uma obra importante para os dias atuais", diz o Rabino Nilton Bonder, que em um dos trechos do filme destaca que estamos num momento em que "muitos chamam de um repensar econômico, mas acima de tudo vivemos um repensar civilizatório".

A filósofa e professora de Nova Acrópole Lucia Helena Galvão disse que o documentário chega em boa hora e vem para ajudar muita gente neste período de tantas incertezas.

Além deles, participam do filme de Patrick Santos: Amyr Klink; Ana Claudia Quintana Arantes; Carlos Burle; Ciro Pirondi; Domenico De Masi Ed René Kivitz; Jose Garcez Girardi; Leila Ferreira; Lucia Helena Galvão; Lya Luft; Marcelo Gleiser; Márcio Libar; Milton Hatoum; Monja Coen; Murilo Gun; Nilton Bonder; Rossandro Klingey; Stevens Rehen; Tony Bellotto; e Waldemar Niclevicz.



Serviços

Filme: Pausa: o intervalo do mundo

Produção: Panfilx e Drover Filmes

Roteiro: Patrick Santos e Bia Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

RELACIONAMENTO EXPLOSIVO DE CHANTEL E PEDRO É TEMA DE SÉRIE INÉDITA NO TLC

SÉRIE INÉDITA DO TLC ACOMPANHA CASAIS QUE COMEÇARAM SUAS HISTÓRIAS DE AMOR DENTRO DA CADEIA