George Sauma lança clipe com Roberta Sá


Música faz parte do álbum "Só Saudade"



Já há muito tempo conhecido do grande público por seus papéis marcantes em Toma Lá Da Cá, Mister Brau e Pais de Primeira, George Sauma acaba de lançar seu primeiro álbum, "Só Saudade", pela gravadora Deck. Depois do EP "Sozinho" e da participação no reality Pop Star, George apresenta um repertório mais maduro com músicas compostas durante a pandemia. O disco conta com a participação de artistas como Lázaro Ramos e Roberta Sá.

E foi justamente a faixa com Roberta Sá, "Ouça no Fone", que virou o primeiro videoclipe, que acaba de ser lançado. O clipe tem direção de Ricardo Spencer, conhecido por seus clipes icônicos como "Mi Vida Eres Tu",  do Vanguart, "Flutua", de Liniker e Johnny Hooker, e por seu trabalho consistente e inventivo na TV Globo, como os clipes do Criança Esperança 2021 e o recém indicado ao Emmy, Todas As Mulheres do Mundo.

O clipe é ambientado nas ruas do Rio de Janeiro antigo, com coreografias de sapateado fazendo uma conexão entre Gene Kelly e a malandragem carioca. É o reencontro de Roberta Sá com o sapateado. Não por acaso, os ensaios para a filmagem aconteceram na Academia do Tap, referência do gênero no Brasil e lugar onde coincidentemente Roberta e George começaram a sapatear há muitos anos, quando ainda nem se conheciam. "Ouça no Fone" é um convite aos reencontros!

Sobre o álbum (Texto escrito por Charles Gavin)

 "Então para, repara e vai
        Eu e você, que vida boa né?"

É preciso coragem e boas doses de otimismo para dizer coisas desse tipo nos dias de hoje. Mas isso George Sauma tem de sobra e imbuído de alguns de nossos sentimentos mais nobres, vagueia pelos complexos e imprevisíveis labirintos das relações afetivas, refletindo, discutindo, propondo e encantando com leveza o que passou e o que passará.

Ancorado em seu piano — sua sessão rítmica, harmônica e melódica — Sauma cria seu infinito particular, rodeado de gente batuta: Lázaro Ramos, Roberta Sá, Késia Estácio, Márcio Lomiranda, Cesinha, Felipe Pacheco Ventura, Samuel Toledo, Lucas Videla, Marcus Ribeiro, Daniel Pimenta, Pedro Nêgo, Cris Sauma, Thainá Gallo e Gustavo Pereira. A produção, enxuta e precisa, ficou a cargo do parceiro e diretor musical de longa data, Pedro Coelho, que conta com o auxílio luxuoso de Yuri Queiroga numa das onze faixas.

Diria que não é difícil embarcar na onda otimista, confessional e lírica que permeia as canções autorais deste álbum, batizado de "Só saudade". Nele, o compositor, cantor, músico e ator está livre, desimpedido como quando atua, sem medo de ir longe, de ir onde e como quiser. É um convite para se deixar levar, dar um tempo às mazelas espirituais deste Brasil de agora. Com certeza, vale aceitar... É certo que este jovem bardo, George Sauma, tem muito a nos dizer sobre a vida, daqui pra frente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fenômeno nas redes sociais, Maru Karv estreia como apresentadora no “Manda Nudes”

Lifetime Movies: A História de Chris Porco resgata caso de filho que matou o pai e desfigurou a mãe

SexPrivé apresenta ‘ménage à trois ao vivo’ em feira virtual de negócios do mercado adulto